96 views 34 secs

Estado Islâmico mata mais de 200 em região da Síria

em Manchete
quarta-feira, 25 de julho de 2018
EI temporario

EI temporario

Homens-bomba marcaram o dia mais sangrento em Sweida.

Foto: Ammar Awad/Reuters

Combatentes do Estado Islâmico emboscaram uma cidade e várias aldeias no sul da Síria ontem (25), provocando confrontos entre moradores e militantes que deixaram ao menos 204 pessoas mortas, segundo autoridades de saúde da província de Sweida. Os ataques coordenados pela região incluíram diversos atentados suicidas que abalaram a calma de uma região até então isolada da violência causada pela guerra.
Aparentemente, as ações de homens-bomba foram programadas para coincidir com as investidas no interior, criando caos em toda a região. Ao anoitecer, a diretoria de saúde provincial havia registrado 204 mortos e 180 feridos, segundo o funcionário Hassan Omar. O número marca o dia mais sangrento em Sweida desde a revolta nacional em 2011, que desencadeou a guerra civil em curso.
O sultão Bou Ammar, morador da vila de Shbiki, disse que alguns habitantes abriram suas portas inadvertidamente quando os militantes chegaram durante a madrugada. O ataque foi inesperado “Eles sequestraram mais de 40 pessoas, todas elas mulheres ou crianças”, afirmou (AE/AP).