93 views 2 mins

Dilma: “ação irresponsável” causou tragédia em Mariana

em Manchete
segunda-feira, 30 de novembro de 2015

François Mori/AP Photo

Dilma discursa na Conferência do Clima em Paris.

Em seu discurso durante a 21ª Conferência das Partes da COP21, a presidente Dilma Rousseff afirmou que uma “ação irresponsável” provocou a tragédia ocorrida em Mariana. “A ação irresponsável de empresas provocou o maior desastre ambiental da história do Brasil na grande bacia hidrográfica do Rio Doce. Estamos reagindo ao desastre com medidas de redução de danos, de apoio às populações atingidas, da prevenção de novas ocorrências e também estamos punindo severamente os responsáveis por essa tragédia”, destacou a mandatária.
Ainda em seu discurso, Dilma afirmou que o Brasil está sofrendo com o fenômeno climático El Niño que faz com que a nação enfrente “secas no Nordeste e chuvas e inundações no sul e sudeste do país”. Sobre a COP21, a líder política voltou a reafirmar o documento criado pela delegação brasileira que pede um acordo “ambicioso” e “legalmente vinculante” construído de maneira conjunta. A questão de transformar o acordo em lei é um dos pontos mais críticos dos debates, já que os maiores países poluidores – como os EUA e a China – resistem a transformação das medidas em obrigações.
Porém, o governo brasileiro insiste na questão como fundamental. “Nosso acordo não pode ser apenas uma simples soma das melhores intenções de todos. Ele definirá caminhos e compromissos que devemos percorrer”, ressaltou Dilma. Outro ponto abordado pela mandatária é que as nações desenvolvidas cumpram com acordos anteriores nos quais diziam se comprometer em ajudar financeiramente os Estados pobres ou em desenvolvimento, ressaltando que “cabe ao acordo de Paris propiciar as condições para que todos os países em desenvolvimento possam trilhar os caminhos da economia de baixo carbono, superando a pobreza e reduzindo as desigualdades” (ANSA).