Quando vale a pena recorrer ao crédito para investir na sua empresa?

Para o funcionamento saudável de uma empresa é preciso analisar diversos pontos e entender o que é preciso para continuar no lucro e crescer. Nesse contexto, muitos negócios recorrem ao crédito como forma de aprimorar seus serviços e se manter no mercado, mas muitos não sabem o melhor momento para solicitá-lo. Por isso, a BizCapital, fintech que concede empréstimo online para micro e pequenas empresas, explica quando vale a pena pedir o crédito e também mostra para quais operações pode ser destinado esse dinheiro.

Segundo Francisco Ferreira, fundador da fintech, o melhor momento para pedir um empréstimo é quando a empresa tem um objetivo concreto para o uso do dinheiro. Ele aconselha que é preciso traçar metas claras e ter planejamento. “Quando se tem um foco bem definido, o crédito cai como uma luva. Afinal, ele é o recurso financeiro que o negócio precisa naquela hora para cumprir uma finalidade importante e fazer a roda girar”, pontua. E para chegar até a definição desse objetivo concreto, o empreendedor precisa analisar e entender a fase atual do seu negócio e quais são os itens em que precisa investir mais.

Por isso, existem algumas ações que são importantes para o crescimento da empresa e que podem se tornar destino certo para o dinheiro. “Algumas perguntas devem ser feitas antes de tomar a decisão. Do que o meu empreendimento precisa? Me destacar frente aos concorrentes? De uma reforma? Comprar produtos diferenciados? Esses são alguns exemplos em que o crédito pode ser muito bem aplicado. Afinal, ter capital de giro não é fácil e tirar do caixa da empresa pode comprometer o fluxo”, analisa Francisco.

Capital de Giro, inclusive, é um dos principais motivos que levam os pequenos empreendedores a solicitar crédito. Em julho, 54% dos comércios e do setor de serviços pedem empréstimo por esse motivo. No ramo da construção, o número sobre para 60%. Manutenção do estoque, compra de equipamentos e o pagamento de dívidas também entram na lista das principais razões. No entanto, Francisco alerta que o mais importante é ter destino certo para o dinheiro e não utilizá-lo para outros fins.

O empréstimo deve ser visto sempre como um provedor de crescimento e por isso precisa ser planejado e estruturado para caber nas contas. Afinal, a ideia é que ele ajude o negócio a lucrar e não a se endividar ainda mais. Existe também o momento de atenção no qual a empresa não deve recorrer ao crédito. “Empréstimo para tapar buraco nunca é aconselhável, então o ideal é nunca deixar chegar nessa posição. Endividamento extremo e inadimplência são grandes problemas para todos os tipos de negócios. Meu conselho é sempre manter a organização financeira do seu estabelecimento ou serviço”, finaliza. Fonte: (https://bizcapital.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap