Lazer e Cultura 18/02/2016

Essência

Cena de Poetas da Cor.
  • Save

Inspirada no conto Casa Tomada, de Julio Cortázar o espetáculo “Quase uma Adaptação” estreia no dia 12 de fevereiro

Após longa imersão no universo de pintores como Kandinsky, Tarsila do Amaral e Vicent Van Goh, a Cia Druw mergulha no universo encantado da cor, onde cria partituras lúdicas e poéticas das cores em movimento no espetáculo Poetas da Cor. A cor está em tudo, dentro e fora, no cheio e no vazio, na luz e no pigmento, entre o céu e a terra, na física e na química. Uma cor nunca está sozinha, está sempre cercada de outras vizinhas e produzem efeitos contraditórios. Como uma cor se comporta ao lado da outra? Combinações, personalidades, tonalidades para uma composição poética em movimento. Poetas da Cor são seres, energias que acionam e resgatam a essência do poder criativo espontâneo que vive em nós.

Serviço: Teatro Sérgio Cardoso, R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136. Sexta (19) às 15h e 20h. Ingresso: R$ 20.

REFLEXÃO

A ARTE DA ACEITAÇÃO

“O homem pode abrandar ou aumentar a amargura das suas provas pela maneira que encara a vida terrestre…” “…contentar-se com sua posição sem invejar a dos outros, de atenuar a impressão moral dos reveses e das decepções que experimenta; ele haure nisso uma calma e uma resignação…” Cap. 5 ESE. item 13) Aceitar nossa realidade tal qual é representa um ato benéfico em nossa vida. Aceitação traz paz e lucidez mental, a fim de que visualizemos o ponto principal da partida, e utilizemos satisfatoriamente nossa transformação interior. Só conseguimos modificar aquilo que admitimos e que vemos claramente em nós mesmos, isto é, se nos imaginarmos outra pessoa, vivendo em outro ambiente, não teremos um bom contato com o presente e, conseqüentemente, não depararemos com a realidade. A propósito, muitos de nós fantasiamos o que poderíamos ser, não convivendo, porém, com nossa pessoa real desgastando desta forma uma enorme energia, por carregar constantemente uma série de máscaras como se fossem utilitários permanentes. A atitude de aceitação é quase sempre característica dos adultos serenos, firmes e equilibrados, e soma-se também a ela o estímulo que possuem de senso de justiça, pois enxergam a vida através do prisma da eternidade. Esses indivíduos retêm considerável “coeficiente evolutivo”, do qual se deduz que possuem um potencial de aceitação pois aprenderam a respeitar os mecanismos da vida, acumulando pacificamente as experiências necessárias ao seu amadurecimento e desenvolvimento espiritual. (De “Renovando atitudes”, de Francisco do Espírito Santo Neto, pelo Espírito Hammed)

Estreia

Nando Reis
  • Save

O músico Nando Reis faz o show de estreia de seu novo DVD, “Ao Vivo, No Recreio, Vol. 1”. As músicas de maior sucesso na carreira do artista estão no repertório do show, entre elas “Relicário”, “O Segundo Sol”, “Luz dos Olhos”, “All Star”, “Espatódea”, “Nos Seus Olhos” e “Quem Vai Dizer Tchau”.

Serviço: Citibank Hall SP, Av. das Nações Unidas, 17955, Santo Amaro, tel. 2846-6010. Sábado (20) às 22h30. Ingressos: de R$ 70 a R$ 260 .

Relações

A Cia. de Teatro Encena coloca em foco o conflito entre o velho e o novo abordando preconceitos em relação a cor, idade, nível social e sexo na peça A Escada Favoritar. Isso é levado ao público a partir das relações entre pais e filhos, marido e mulher e patrão e empregado.

Serviço: Espaço Cultural Encena, R. Sargento Estanislau Custódio, 130, Jardim Jussara, tel. 2867-4746. Sábados às 20h30 e domingos às 19h. Pague quanto puder. Até 16/04.

Fuga

A peça “A Lenda dos Jovens Detentos”, de Leo Lama, filho do saudoso Plínio Marcos, propõe uma reflexão sobre a juventude. Ao fugir dessa instituição, o menor infrator invade a casa da garota. Sem ter como se defender, ela é tomada como refém. A peça mostra que, embora os personagens pertençam a realidades muito distantes, eles têm mais coisas em comum do que se pode imaginar. O elenco conta com a participação de Bruno Galdino e Letícia Tavares.

Serviço: Espaço Parlapatões, Praça Franklin Roosevelt, 158, Consolação, tel. 3258-4449. Terças às 21h. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia). Até 23/02.

O escritor

O monólogo com Francisco Gomes Eu, Machado apresenta passagens da vida de Machado de Assis (1839-1908) e fragmentos de suas obras. Ao falar sobre esse que é um dos principais escritores brasileiros, que tinha pai negro e mãe portuguesa, a montagem lança um olhar sobre o Brasil de ontem e de hoje, com crítica e poesia.

Serviço: Viga Espaço Cênico, R. Capote Valente, 1.323, Pinheiros, tel. 3801-1843. Quartas e quintas às 21h. Ingresso: R$ 40. Até 28/04.

30 anos

O grupo Paralamas do Sucesso apresenta algumas das músicas que marcam seus 30 anos de carreira, durante os quais a banda lançou vinte discos. Herbert Viana, Bi Ribeiro e João Barone apresentam repertório que inclui “Alagados”, “Meu Erro”, “Óculos” e “Lourinha Bombril”. Inoxidável, Enverga Mas Não Quebra é nome do espetáculo.

Serviço: Teatro J. Safra, R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, tel. 3611-3042. Sexta (19) às 21h30. Ingressos: de R$ 100 a R$ 220.

Mesclando sons

A cantora Ava Rocha apresenta show que conta com a participação de Kiko Dinucci e Negro Leo e faz parte do projeto Estéreo MIS. A artista interpreta o repertório do disco Ava Patrya Yndia Yracema, lançado em março do ano passado. O álbum mescla MPB com grooves afros e amazônicos, além de poesia e improvisos.

Serviço: Museu da Imagem e do Som – MIS, Av. Europa, 158, Jardim Europa, tel. 2117- 4777. Sexta (19) às 21h30. Ingresso: R$ 14.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap