Lazer e Cultura 17/03/2017

Quebrando barreiras

Apresentação faz parte do projeto Setlist, o qual os fãs escolhem as músicas que a banda vão tocar por meio de enquete no Facebook.
  • Save

O Gloria é a terceira atração do projeto Setlist Show, que acontece neste sábado (18/03), onde quem escolhe o repertório são os próprios fãs dentro do evento oficial no Facebook
(https://www.facebook.com/events/243188309464373/)

Com o prestigio de ter participado de grandes festivais como Rock in Rio, SWU, Planeta Atlântida e Sampa Music Festival, Mi (vocal), Elliot Reis (guitarra/vocal), Peres Kenji (guitarra), Thiago Abreu (baixo) e Leandro Ferreira (bateria) estão divulgando o novo EP “V”. Após ficar em evidencia por bons longos anos promovendo o elogiado álbum “[Re]nascido”, o Gloria quebrou barreiras e até paradigmas para quem executa um som fora dos padrões comerciais, além de figurar nos charts de álbuns mais vendidos e sendo indicado aos Prêmios Multishow, VMB e Capricho Awards.

Serviço: Clash Club, R. Barra Funda, 969, Barra Funda. Sábado a partir das 16h, apresentação Gloria, às 20h30. Ingressos: De R$ 30 a R$ 100.

REFLEXÃO

ERGUER E AJUDAR: “E ele, dando-lhe a mão, a levantou…” – (ATOS, 9:41.) Muito significativa a lição dos Atos, quando Pedro restaura a irmã Dorcas para a vida. Não se contenta o apóstolo em pronunciar palavras lindas aos seus ouvidos, renovando-lhe as forças gerais. Dá-lhe as mãos para que se levante. O ensinamento é dos mais simbólicos. Observamos muitos companheiros a se reerguerem para o conhecimento, para a alegria e para a virtude, banhados pela divina claridade do Mestre, e que podem levantar milhares de criaturas para a Esfera Superior. Para isso, porém, não bastará a predicação pura e simples. O sermão é, realmente, um apelo sublime, do qual não prescindiu o próprio Cristo, mas não podemos esquecer que o Celeste Amigo, se doutrinou no monte, igualmente no monte multiplicou os pães para o povo esfaimado, restabelecendo-lhe o ânimo. Nós, os que nos achávamos mortos na ignorância, e que hoje, por acréscimo da Misericórdia Infinita, já podemos desfrutar algumas bênçãos de luz, precisamos estender o serviço de socorro aos demais. Não nos desincumbiremos, porém, da tarefa salvacionista, simplesmente pronunciando alguns discursos admiráveis. É imprescindível usar nossas mãos nas obras do bem. Esforço dos braços significa atividade pessoal. Sem o empenho de nossas energias, na construção do Reino Espiritual com o Cristo, na Terra, debalde alinharemos observações excelentes em torno das preciosidades da Boa Nova ou das necessidades da redenção humana. Encontrando o nosso irmão, caído na estrada, façamos o possível por despertá-lo com os recursos do verbo transformador, mas não olvidemos que, para trazê-lo de novo à vida construtiva, será indispensável, segundo a inesquecível lição de Pedro, estender-lhe fraternalmente as nossas mãos. (De “Fonte Viva”, de Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Emmanuel)

Magia

Cena da peça “Aprendiz de Feiticeiro”.
  • Save

Com texto inspirado pela obra “Der Zauberlehrling”, de Goethe o espetáculo “Aprendiz de Feiticeiro” apresenta o jovem Arthur, excelente aluno, dono de grande imaginação, que sofre por conta disso constante bullying por parte dos valentões de sua escola. Numa dessas agressões ele é salvo pela valente Jane, de quem ganha um celular. Ao manejá-lo, ele é transportado magicamente para o passado. Aí começa uma aventura, repleta de dragões, vampiros e bruxas.

Serviço: Teatro J Safra, R. Josef Kryss, 318, Parque Industrial Tomas Edson São Paulo. Sábados e domingos às 16h. Ingressos: De R$ 10 a R$ 25. Até 26/03.

Pânico

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Síndrome do Pânico e suas ramificações como a ansiedade exacerbada e a síndrome do pensamento acelerado, já atingem cerca de 80% da população mundial. Com o desafio de ampliar a reflexão e o debate sobre o tema, a Minha Cia abre a temporada 2017 com a peça teatral “Leão Coragem”. Com texto e direção de Antonio Ranieri, a montagem representa um leão cheio de sonhos e refém dos próprios medos. Ele está sufocado por uma rotina que consiste em trabalhar e realizar as atividades domésticas. Um dia decide romper todos seus bloqueios e começar uma nova estória num novo país. Com Ailton Guedes, Daniel Granieri, Lucas Sancho, Pedro Casali e Rodrigo Risone.

Serviço: Teatro Parlapatões, Praça Franklin Roosvelt, 158, Centro, tel. 3258 4449. Sábados às 21h e aos domingos às 20h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

Música instrumental

O duo de flauta e violão formado pelos músicos Fabio Ferreira (flauta) e Lucas Vieira (violão), teve início no programa universitário de concertos organizados pelo Laboratório de Música de Câmara da Escola de Comunicações e Artes da USP, dedicando-se a um diversificado repertório que compreende desde obras clássicas até compositores contemporâneos. Conquistou o primeiro lugar no XVIII concurso nacional de violão “Musicalis” e menção honrosa na mostra “Nascente”, promovida pela USP. Para este recital, o Duo Pujol trará peças de compositores espanhóis para violão solo, seguidas de peças da música popular brasileira e tangos argentinos.

Serviço: Casa de Dona Yayá, R. Major Diogo, 353, Bela Vista, tel. 2648-1501. Domingo (19) às 11h. Entrada franca.


Pantera Negra

Mostra apresenta algumas imagens produzidas por Emory Douglas para as capas do jornal The Black Panther (Pantera Negra).
  • Save

A exposição “Todo Poder Ao Povo”, homenageia o trabalho do artista Emory Douglas para as capas do jornal The Black Panther (Pantera Negra). Emory Douglas foi responsável, em grande parte, pela formulação estética e publicitária do movimento, criando até uma máxima ao partido: “Todo poder ao povo!”. Sua arte gráfica contribuiu para a construção de imagens ícones, com temas sociais e políticos que transcendem fronteiras. Além da exposição, ocorre ainda uma programação paralela com oficinas relacionadas ao tema, produção de cartazes e pôsteres, além de palestras com o artista sobre a elaboração do trabalho.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Paes Leme, 195, Pinheiros, tel. 3095-9400. De terça a sábados das 10h às 21h30 e aos domingos, das 10h30 às 18h30. Entrada franca. Até 04/04.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap