Lazer e Cultura 09/11/2016

“Noites de Verão”

Cena do musical “Noites de Verão”.
  • Save

A peça “Noites de Verão” trata a sexualidade de seus protagonistas de maneira natural, sem alardes

O tema do musical é, acima de qualquer coisa, o amor, sem restrições de sexo, cor ou qualquer outro artifício. A história começa quando o casal Hermes e Lissandro resolve atravessar o país até Las Vegas, a fim de se casar em segredo. Apenas Heleno, melhor amigo de Hermes, é avisado e convidado a apadrinhar a relação. Porém, apaixonado por Demétrio, ex-namorado de Hermes, Heleno acaba contando para o mesmo, que aparece na cidade para impedir o casamento que está prestes a ser realizado por Oberon, um vidente, junto com sua assistente Puck, na Magic Chapel. Ao ver a situação, Oberon resolve dar uma forcinha aos casais, mas um engano causado por Puck transforma tudo numa grande confusão. Com Julio Velloso, Fernando Reis, Beto Macedo, Daniel Guisard, Ewerton Novaes, Allana Silva, Fernando Paes e Tya Rodrigues.

Serviço: Teatro Commune, R. da Consolação, 1218, Consolação, tel. 3476-0792. Terças às 20h30. Ingresso: R$ 60. Até 29/11.

REFLEXÃO

DESCULPISMO: “E todos a uma vez começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: comprei um campo e importa ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado”. – Jesus. (Lucas, 14:18.). Desculpismo sempre foi à porta de escape dos que abandonam as próprias obrigações. Irmãos nossos que tiveram a infelicidade de escorregar na delinqüência costumam justificar-se com vigoroso poder de persuasão, mas isso não lhes exonera a consciência do resgate preciso. Companheiros que arruínam o corpo em hábitos viciosos arquitetam largo sistema de escusas, tentando legitimar as atitudes infelizes que adotam, comovendo a quem os ouve, entretanto, acabam suportando em si mesmos as conseqüências das responsabilidades a que se afeiçoam. E, ainda agora, quando a Doutrina Espírita revive o Evangelho, concitando os homens à construção do bem na Terra, surgem às pencas desculpas disfarçando deserções: Estou muito jovem ainda… Sou velho demais… Assumi compromissos de monta e não posso atender… Minhas atribulações são enormes… Obrigações de família estão crescendo… Os negócios não me permitem qualquer atividade espiritual… Empenhei-me a débitos que me afligem… Os filhos tomam tempo… Problemas são muitos… Tantas são as evasivas e tão veementes aparecem que os ouvintes mais argutos terminam convencidos de que se encontram à frente de grandes sofredores ou de criaturas francamente incapazes, passando até mesmo a sustenta-los na fuga. Os convidados para a lavoura da luz, no entanto, engodados por si próprios, acordam para a verdade no momento oportuno e, atados às ruinosas conseqüências da própria leviandade, não encontram outra providência restauradora senão a de esperarem por outras reencarnações. Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier.

Hamelete

Cena da comédia “Hamelete - O Cordel”.
  • Save

A proposta na peça “Hamelete – O Cordel” é a de reconstrução da mais famosa peça shakespeareana propõe uma releitura de Hamlet na estrutura do cordel. Ao trabalhar com a versatilidade das formas e ritmos oferece a possibilidade de uma leitura em que o peso da tragédia é minimizado, mas sem ausentar o aspecto reflexivo da obra. O Grupo Careta consegue assim transformar uma trágica história de traição em uma apresentação divertida que prende o espectador do início ao fim. Com Luizinho Beltrame, Alberto Vizoso, Yves Carrasco, Marcelo Jacob, Octávio da Matta, Lívia Simardi e Patrícia Palhares.

Serviço: Teatro Raposo Shopping, Rodovia Raposo Tavares, km 14,5, Jd. Boa Vista, tel. 3034-2172. Sábados às 20h30. Ingresso: R$ 40. Até 17/12.

Consciência Negra

No dia 20 de novembro, para comemorar o Dia da Consciência Negra acontece manifestações culturais e apresentações artísticas e de resistência. A programação apresenta demonstração de Capoeira pelo Mestre Santos, seguida por apresentação de Maculelê. Às 16h, o corpo artístico do Ilê Asé Yá Oju Omim apresenta o espetáculo de dança Oba Ti Àlà, no qual as atrações são as danças de Orixás. A tarde conta ainda com a presença da yalorixá Ivone de Oxum, zeladora da casa, que pode ser consultada pelo público. O evento termina com a apresentação do espetáculo O Santo Dialético, de Marcelo Marcus Fonseca, às 19h. A peça discute a perda da identidade cultural do brasileiro e explora sua formação pelo estudo de nossas raízes.

Serviço: Teatro do Incêndio, R. 13 de Maio, 53, Bela Vista, tel. 2609-3730. Domingo (20) às 15h, 16h e 19h. Ingresso: Pague quanto puder.

Natureza

natureza temporario
  • Save

As artistas Margarida Barroso e Amanda Saladini apresentam seus trabalhos na mostra “Força em movimento”. A escultora Margarida Barroso traz em sua obra uma homenagem aos seres cólicos, que em seus movimentos criavam formas na natureza. Na série de telas, Amanda Saladini fala da força lúdica do cavalo, companheiro de aventuras do homem desde os tempos que se perdem na história.

Serviço: Galeria Spazio Surreale, R. Caconde, 234/238, Jardim Paulistano. De segunda a sexta das 9h às 18h. Entrada franca. Até 30/11.

Desce pra ver

Para quem passa pela rua, o painel de ilustrações na fachada apresenta artistas convidados e uma mostra de seus trabalhos. Olhando de perto, detalhes são revelados e provocam novas percepções, uma aproximação à quem “desce pra ver”! Nesta edição com ilustrações do artista Eduardo Nunes.

Serviço: Sesc São Caetano, R. Piauí, 554, Centro, São Caetano do Sul, tel. 4223-8800. De segunda a sábado das 9h às 21h30 e domingos das 9h às 17h30. Entrada franca. Até 30/12.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap