Geral 25 a 28/03/2016

Procissão do Fogaréu reuniu milhares de fiéis na cidade de Goiás

Conhecidos como farricocos, devotos participam da Procissão do Fogaréu na Cidade de Goiás. A cerimônia simboliza a prisão de Cristo e os fiéis encapuzados representam os soldados romanos.
  • Save

Na virada da quarta-feira de trevas (23) para a quinta-feira santa (24), o toque da fanfarra deixou todos em alerta na Cidade de Goiás: teve início, à meia-noite, a Procissão do Fogaréu

As luzes da cidade se apagaram e deram lugar às tochas, que iluminaram um verdadeiro espetáculo ao ar livre. Quarenta farricocos, personagens vestidos de túnicas coloridas e capuzes pontiagudos, representando soldados romanos, concentraram-se em frente à Igreja da Nossa Senhora da Boa Morte, na praça principal da cidade. Acompanhados pela multidão, eles partiram à procura de Jesus Cristo.
Com os pés descalços nas ruas de pedra, os farricocos seguiram para a escadaria da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, que simboliza o local onde estaria sendo realizada a última ceia, mas Jesus não estava mais lá. Os fiéis então marcharam em direção à Igreja de São Francisco de Paula, que simboliza o Jardim das Oliveiras descrito na Bíblia. No local, ao som de um clarim, foi decretada a prisão de Jesus, representada por um estandarte de linho pintado pelo artista plástico Veiga Valle.
A Procissão do Fogaréu é feita desde 1745 na Cidade de Goiás. Para quem assistiu pela primeira vez, como a professora aposentada Leila Faria de Souza, que mora em Goiânia, o evento foi uma grata surpresa. “Eu adorei. Nasci em Minas Gerais, tenho 37 anos de Goiás e por todo esse tempo eu quis participar. Felizmente, consegui vir este ano”, comemorou. O professor de história José Otávio de Arruda veio de João Pessoa e ficou impressionado com as encenações. “Fui atraído pela manifestação de fé e de sentimento coletivo que a Procissão do Fogaréu representa, e pretendo voltar outras vezes”.
O funcionário público João Conceição da Silva, que faz o papel de farricoco há 32 anos, disse que sente a mesma emoção a cada vez que participa. “É muita emoção, fico arrepiado quando participo deste momento”, afirmou. O evento histórico na cidade, de arquitetura colonial e considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, atrai pessoas de vários lugares do Brasil. A tradição, que nasceu na Espanha e em Portugal, foi levada a Goiás pelo padre espanhol João Perestelo Espíndola. O ritual representava penitência e condenação pública de pecadores, e depois se transformou em uma festa que lembra a prisão de Cristo (ABr).

País desperdiça 36,4% da água disponível, diz ministério

Ações para reduzir o desperdício de água são um dos focos do Ministério do Meio Ambiente.
  • Save

No Brasil, 36,4% da água são desperdiçados e apenas 40,8% do esgoto são tratados, segundo o diretor do Departamento de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, Sérgio Antônio Gonçalves. Ele participou de seminário promovido pela pasta para fortalecer o intercâmbio de informações sobre a gestão de recursos hídricos e subsidiar ações e políticas públicas no setor. Esse desperdício se refere às perdas no próprio mecanismo de disponibilização de água no abastecimento público, devido a encanamentos velhos, por exemplo. Essas perdas acontecem antes mesmo de a água chegar às casas das pessoas.
Dessa forma, segundo Gonçalves, o desenvolvimento de políticas públicas no setor é fundamental para que o Brasil consiga avançar no uso sustentável dos recursos naturais e na melhoria da disponibilidade de água em qualidade e quantidade para os diversos usos. “As águas não têm nação ou território único. A maioria transcende os limites de municípios, estados, nações. Temos essa responsabilidade [de cuidar dos recursos hídricos] porque moramos neste planeta”, afirmou.
O superintendente adjunto da ANA, Flávio Tröger, afirmou que o portal oferece à população informações importantes sobre qualidade, quantidade e uso da água, entre outros. Basta acessar (http://www3.snirh.gov.br/portal/snirh). “Os usuários podem encontrar mapas interativos, podem baixar metadados, além de dados necessários para estudos. Dessa maneira, a sociedade, de uma forma geral, poderá dispor dessas informações para os mais diferentes fins”.
A importância do acesso à água para todos foi ressaltada por Renato Saraiva Ferreira, do Departamento de Revitalização de Bacias. Ele falou sobre o Programa Água Doce, desenvolvido pelo ministério em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade a civil. Uma das ações de destaque é a dessalinização de água no Semiárido brasileiro. Segundo Ferreira, já são mais de 480 mil pessoas beneficiadas (ABr).

Diagnosticado com câncer raro, Pezão anuncia licença

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, foi diagnosticado, na última quinta-feira (24), com um tipo de câncer denominado linfoma não-hodgkin, localizado no tecido ósseo, conforme relatou a equipe médica que acompanha o caso. O tratamento quimioterápico começou na sexta-feira (25), após um período de hidratação e inserção de um catéter sob a clavícula. Os médicos chegaram ao diagnóstico após o resultado de uma biópsia. O tipo de câncer encontrado no governador é do tipo Tanaplásico de grandes células ALK positivo
De acordo com o oncologista Daniel Tabak, que conduz o tratamento, o tipo de câncer diagnosticado é incomum e agressivo, mas potencialmente curável. “Mais de 70% dos pacientes ficam curados com o tratamento administrado dessa forma”, afirmou o oncologista. Pezão adiantou que deve se licenciar nos primeiros 30 dias e procurou demonstrar otimismo durante entrevista coletiva à imprensa. “Tenho plena confiança de que vamos vencer essa dificuldade. Vou lidar com esse tratamento da melhor forma e com a maior transparência possível. Sei que tem coisas piores na vida”, acrescentou.
O tratamento do governador deve incluir entre seis a oito sessões de quimioterapias realizadas em ciclos de 21 dias – três em que as drogas são ministradas e 18 em que a medicação atua no organismo. O tratamento não requer hospitalização e o governador deve receber alta nesta terça-feira (29), mas o tratamento pode durar até oito meses.
O governador disse que terá ajuda de secretários e do vice-governador, Francisco Dornelles, para se manter a par dos assuntos do estado e da internet para despachar.
“Hoje, com Whatsapp, vai dar para fazer três, quatro despachos por dia para resolver as coisas”, acrescentou Pezão (ABr).

Forças de Damasco entram em Palmira, reduto do EI

Forças sírias eliminam linhas de defesa do EI em Raqqa.
  • Save

Forças do governo sírio, com ajuda de reforço russo, invadiram a cidade histórica de Palmira, que estava nas mãos dos jihadistas do Estado Islâmico (ex-Isis) desde maio, informou uma emissora estatal síria. O avanço em Palmira acontece após as forças aliadas ao governo de Bashar al-Assad terem conquistado diversas colinas e regiões em volta da cidade. A informação ainda não foi confirmada oficialmente, no entanto, em opositores levantaram dúvidas sobre a veracidade das imagens divulgadas.
Situada 250 km a nordeste de Damasco, em pleno deserto, Palmira abriga ruínas de uma cidade que foi um dos mais importantes centros culturais da Antiguidade, mais especificamente entre os séculos I e II d.C. Sua arquitetura reflete as influências de diversas civilizações e mescla características greco-romanas com tradições persas. A queda da cidade nas mãos dos jihadistas no ano passado preocupou todo o mundo, principalmente por conta da destruição de monumento históricos. Além de representar um forte golpe ao governo de Damasco.
O grupo comete frequentemente ataques contra símbolos históricos, em forma de repúdio à outras vertentes religiosas e à cultura ocidental. Já foram destruídos o templo de Baal Shamin e o de Bel. Antes do início da guerra civil na Síria, que entra em seu sexto ano, a cidade atraia milhares de turistas anualmente. Iraque – Enquanto isso, um porta-voz do Exército iraquiano anunciou o início de uma operação militar para tentar recapturar a cidade de Mossul do EI. As forças iraquianas já retomaram diversas vilas nas proximidades da cidade. As autoridades locais não deixaram claro, no entanto, como deve ser realizada a ofensiva ao reduto jihadista.
A retomada de Mossul deve ser um grande golpe para os jihadistas, que anunciaram um califado regido pela sharia, a lei islâmica, na região. Eles obtêm grande parte de sua renda vendendo o petróleo da cidade. A retomada de Ramadi, no final de dezembro, já debilitou bastante a ação do grupo na região e foi considerada uma enorme vitória das forças iraquianas (ANSA).

Aos 68 anos, morre o ex-jogador holandês Johan Cruyff

O ex-jogador e lenda do futebol holandês Johan Cruyff, 68 anos, morreu na última quinta-feira (24) em Barcelona. Ele lutava há vários anos contra um câncer de pulmão.
Cruyff é considerado um dos maiores jogadores holandeses da história e foi um dos protagonistas da famosa “Laranja Mecânica” da Copa do Mundo de 1974. Naquela época, os atletas não tinham uma posição fixa no campo e se movimentavam de acordo com a partida, algo muito inovador para a década de 1970.
Na carreira por clubes, foi ídolo no Ajax e no Barcelona – onde foi tetracampeão espanhol entre 1990 e 1994. O ex-jogador ganhou três prêmios Bola de Ouro (1971, 1973 e 1974) e é considerado um dos maiores jogadores da história, ao lado de Di Stéfano, Pelé e Puskás. A Federação Internacional da História do Futebol e Estatísticas (IFFHS) considerou Cruyff o maior jogador europeu do século 20 (ANSA).

 
 
 
 
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap