Geral 14/07/2016

Brasil tem mais de 200 espécies de peixes que podem desaparecer

O Mero, Epinephelus itajara, uma espécie brasileira ameaçada de extinção.
  • Save

Sucesso absoluto de bilheteria neste ano, o filme “Procurando Dory” despertou grande preocupação entre ambientalistas

O medo é de que o carisma do peixe protagonista despertasse uma enorme procura por sua espécie (cirurgião-patela), colocando sua existência em risco. Em 2003, de acordo com uma ONG australiana, esse fenômeno ocorreu com o peixe-palhaço, espécie do peixe Nemo, personagem do filme da mesma franquia.
O assunto, porém, deve servir para chamar a atenção para um problema ainda maior, na opinião do Biólogo João Alberto dos Santos, membro do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT e MS). “Hoje, só no Brasil, existe uma lista com, aproximadamente, 240 espécies de peixes ameaçados de extinção. Acredita-se que desse total, 40 estão correndo sérios riscos de desaparecem de vez, se nada for feito para reverter esse quadro. É importante que haja mais consciência ambiental e maior rigor na fiscalização”, alerta o Biólogo.
Além da pesca ilegal para consumo humano, considerando que para determinadas espécies há épocas em que a prática é proibida, tem-se também o sério problema da perda de habitat. “Muitas espécies estão perdendo seu espaço natural por causa da ação dos homens, como o de construção de imóveis e também de rodovias, por exemplo, principalmente em regiões como a Mata Atlântica e estados litorâneas. Ações totalmente prejudiciais, que causam grande impacto a todo o ecossistema”, explica o Biólogo.
De acordo com uma lista divulgada no ano passado pelo Ministério do Meio Ambiente, entre as espécies de peixes e invertebrados ameaçadas de extinção classificados na categoria CR – Criticamente em Perigo estão: cação-azeiteiro (Carcharhinus potosus), cação-mangona (Carcharias taurus), guaiamum (Cardisoma guanhumi), mero (Epinephelus itajara), cherne-poveiro (Polyprion americanos), tubarão-martelo-recortado (Sphyrna lewini) e tubarão-martelo (Sphyrna tiburo) – (CRBio-01).

May assume como nova premier pedindo união

Rainha Elizabeth recebe Theresa May no Palácio de Buckingham, a quem convidou para ser primeira-ministra do Reino Unido.
  • Save

Após David Cameron deixar o cargo de premier do Reino Unido ontem (13), a conservadora Theresa May assumiu em seu lugar, se tornando a segunda primeira-ministra da história da nação, após Margaret Thatcher. Em pronunciamento, ela confirmou que foi “convidada” pela rainha Elizabeth II para formar um novo governo. May, que liderará a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), ainda pediu a união do país.
Ficou para a conservadora, após a saída de Cameron, enfrentar a fase mais difícil do “Brexit” e todas as suas consequências políticas, econômicas e sociais. A ex-ministra do Interior também criticou em seu discurso as injustiças sociais, dizendo que seu governo “não será guiado pelos interesses de uns poucos privilegiados”.
De acordo com a imprensa local, a composição de seu governo e Gabinete também será majoritariamente de mulheres, já que a nova premier tem como meta reequilibrar a disparidade de gênero. A nova moradora de Downing Street elogiou o legado de Cameron. “Ele foi um grande premier”, disse, lembrando que seu antecessor “estabilizou a economia” britânica (ANSA).

País tem hoje 59 milhões de inadimplentes

Pesquisa indica que os 59 milhões de inadimplentes devem R$ 264,2 bilhões.
  • Save

Levantamento da empresa Serasa Experian sobre a inadimplência no país mostra que, pela primeira vez desde dezembro de 2014, houve redução, em maio último, no número de devedores que não conseguiram honrar os compromissos. Foram registrados 59.470.359 inadimplentes, total que representa uma queda de 1,3 milhão sobre o universo recorde encontrado em abril (60.730.403).
O valor das dívidas em atraso atingiu R$ 264,2 bilhões. As regularizações dos débitos foram constatadas mais entre os jovens de 18 a 25 anos, que ocupam o segundo lugar no ranking de brasileiros negativados, somando 9,3 milhões de pessoas. Apesar desse esforço na quitação das dívidas, os economistas da Serasa alertam que o desemprego, a falta de experiência no crédito e a maneira impulsiva de ir às compras estão entre os principais fatores que levam este grupo a atrasar dívidas.
Por meio de nota, os economistas observaram que houve um movimento de busca por linhas de crédito e também de saque nas cadernetas de poupança. Com base em dados do Banco Central, eles informaram que as retiradas da poupança superaram os depósitos em R$ 42,6 bilhões entre janeiro e junho de 2016 (ABr).

Morre um dos maiores chefes da Cosa Nostra

Chefe da máfia siciliana Bernardo Provenzano, em foto de arquivo de abril de 2006, é escoltado após ser preso.
  • Save

Morreu ontem (13), aos 83 anos, o ex-chefe da Cosa Nostra Bernardo Provenzano, que há tempos enfrentava problemas neurológicos. O ex-boss da máfia siciliana estava internado no hospital San Paolo, em Milão, sob custódia da polícia. Preso desde 2006 no regime “41 bis”, que permite a supressão das regras normais de tratamento aos detentos, ele tinha graves problemas cognitivos, passava longos períodos dormindo e dizia poucas palavras com sentido.
Nascido em 1933, na pequena cidade de Corleone, que deu nome à família protagonista da saga “O Poderoso Chefão”, Provenzano liderou em 1981 a chamada “segunda guerra da máfia”, quando, ao lado de Salvatore “Totò” Riina, eliminou adversários dentro da Cosa Nostra e iniciou um período de terror na Sicília. Em 1993, após a prisão de Riina, tido como o mais sanguinário dos mafiosos, ele ascendeu ao comando da máfia e serviu de pacificador entre as facções favoráveis à continuação dos atentados contra o Estado e as contrárias. Para isso, decidiu que os ataques seguiriam ocorrendo, mas fora do território siciliano.
No entanto, logo iniciou um processo para tornar a Cosa Nostra invisível, limitando os homicídios ao mínimo possível para não atrair a atenção das autoridades para seus negócios ilícitos. Provenzano foi preso apenas em 2006, em Corleone, após 40 anos foragido. Ele cumpria pena de prisão perpétua por múltiplos assassinatos e atentados realizados durante seu período de atividade na Cosa Nostra. Há anos sua advogada, Rosalba Di Gregorio, pedia a revogação do regime “41 bis” devido às condições de saúde do mafioso, mas nunca foi atendida. Provenzano foi visitado pela mulher e pelos filhos no dia 10 de julho, última vez em que estiveram juntos (ANSA).

Empresa aluga carro roubado para turistas franceses

Policiais rodoviários federais encontraram ontem (13) um carro roubado com um casal de turistas franceses, na Rodovia Rio-Santos (BR-101). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os dois vieram para o Rio assistir aos Jogos Rio 2016 e alugaram o veículo em uma empresa no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão. A companhia não foi identificada pela polícia.
O casal foi abordado em uma blitz na altura de Itaguaí, na região metropolitana. Após a abordagem, os policiais verificaram que o carro havia sido roubado em abril deste ano, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
Os dois foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil em Seropédica (48a DP) e liberados em seguida. O Consulado da França foi acionado porque os estrangeiros estavam com dificuldades de entender a situação. A empresa que alugou o carro também foi comunicada e um representante seguiu até a delegacia. O carro foi apreendido (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap