279 views 4 mins

Currículos anônimos: aliados contra a discriminação por gênero, raça, religião, deficiência ou idade

em Espaço empresarial
segunda-feira, 12 de junho de 2023

Currículos anônimos são aqueles que ocultam informações pessoais de um profissional, como nome, foto ou data de nascimento. Do ponto de vista empresarial, é uma opção benéfica para empresas que visam ser mais inclusivas e enriquecer suas equipes com perfis diversos.
 
A Robert Walters, empresa global de recrutamento em média e alta gestão, reúne as razões pelas quais os currículos anônimos são o futuro e cada vez mais organizações se beneficiam deles.
 
Os currículos que evitam vieses inconscientes
Ao ocultar informações como nome, gênero, idade ou raça, os currículos anônimos focam exclusivamente nas competências e habilidades, experiência e realizações profissionais do candidato, evitando assim qualquer preconceito.
 
Os currículos anônimos abrem as portas para candidatos de diversas formações e experiências, incentivando a diversidade na equipe. Ao reduzir as chances de discriminação com base em informações pessoais, promovem a equidade durante todo o processo seletivo, pois todos os candidatos têm a oportunidade de serem avaliados de forma justa e objetiva por suas habilidades e experiência, sem qualquer outro juízo de valor.
 
O coletivo trans é uma das comunidades que mais o valorizam
“Agora no mês de junho em que se comemora e celebra a visibilidade das pessoas que pertencem ao coletivo LGTBIQ+, é um bom momento para os responsáveis pelas empresas contratantes pensarem em como podem ser mais inclusivos se o seu objetivo é construir equipes mais diversas”, afirma Bruno Martins, Gerente Sênior na Robert Walters Brasil.
 
“Por exemplo,  currículos anônimos são aliados da comunidade trans. A remoção de informações pessoais, como fotografia ou nome, envia uma mensagem clara de apoio e respeito às pessoas transgênero. Esses currículos podem ajudá-los a ganhar confiança sabendo que terão uma oportunidade justa e igualitária diante de outros profissionais”, continua ele.
 
Também reforçam a imagem da marca
Estudos mostram que há um viés significativo nos processos seletivos, onde os candidatos podem sofrer discriminação devido a estereótipos ou preconceitos arraigados. Ao tornar as informações pessoais invisíveis, a influência desses vieses nas decisões de contratação é reduzida e, portanto, equipes mais diversas são construídas.
 
A adoção de práticas inclusivas de busca e seleção, como o uso de  currículos anônimos, melhora a imagem que a empresa transmite interna e externamente. Os funcionários podem se sentir mais respeitados, e os profissionais que estão considerando trabalhar na empresa podem vê-la como um local de trabalho onde a diversidade e a igualdade de oportunidades são valorizadas.
 
“O que está claro é que os currículos anônimos não são a única solução para combater a discriminação no ambiente de trabalho. Também é fundamental que as organizações adotem políticas inclusivas e promovam um ambiente de trabalho seguro e respeitoso para todas as pessoas, independentemente de quem sejam”, conclui Bruno.