91 views 7 mins

Valores Complexos: o que isso significa para as pessoas e os negócios?

em Destaques
segunda-feira, 05 de dezembro de 2022

Ricardo Voltan (*)

A confiança é um valor que condiciona. O que essas afirmações têm a ver com o universo dos negócios? Conversando recentemente com um dos meus mentores, ele explicava que o modelo de gestão de fundo dele em comparação com o novo gestor.

Um dos principais pontos que me chamou a atenção foi que os profissionais mais experientes tem um modelo de gestão mais humanista, moderador mais conciliador, bem diferente dos novos que são de um perfil completamente analitico. O foco dos dois são resultados, mas a que preço?

Se os valores não fossem complexos e sim simples, você não teria a liberdade de escolher os seus caminhos na vida, de tomar suas próprias decisões, inclusive de mudá-los? – Este é um ponto bem delicado, o mundo é complexo e as pessoas também são. Parece clichê, mas não é.

Como podemos tomar decisões de investimento ou de empreender ou não, se não temos o nosso real poder de decisão? Somos muito induzidos por vários fatores que nos circundam a tomada de decisão e muitas das vezes nos sentimos inseguros dessa situação, e mais ainda quando decidimos investir num negócio.

Ninguém sabe mais de você do que você mesmo. Tenha a certeza que somente você pode mudar a sua vida e o seu destino. Toda decisão tomada na nossa vida deve ter uma base forte, mas quem sabe validar essa decisão? Somente você. Não existe nenhuma ferramenta digital que consiga substituir a mente humana, suas nuances, percepções. Tenha realmente conhecimento de si. O que vale mais para você, o ‘prazer’ ou o ‘respeito’?

A pirâmide de Maslow indica que para você chegar ao ápice da vida à auto-realização, é necessário seguir uma escala de crescimento a partir das necessidades fisiológicas atendidas, que é considerada a base da pirâmide, e em um mundo complexo de mutação, todas as demais fases da vida passam a não ter mais uma ordem em escala, porque você pode alcançar o autoconhecimento antes de alcançar a segurança ou a escala social.

Essa afirmação no mundo dos negócios se traduz em ter um conhecimento real sobre seus hard skills, cuja soma é a segurança para organizar os pensamentos, decidir e agir.

O livre arbítrio é complexo, tanto quanto a tomada de decisão do “milhão” da sua vida. Essa decisão vai fazer com que sua vida mude para sempre.

Para que essa mudança aconteça é necessário que não enxergue a vida apenas como algo voluntário, que segue sem rumo por si só. É necessário entender que fazemos parte de um cosmo em movimento e temos uma razão de estar nele com nossos talentos.

Mas para isso estar em perfeita harmonia, é necessário ser livre para tomadas de decisões e não sermos adestrados por uma sociedade que nos deixa desejar algo, mas nos proibiu a alegria. Todas as pessoas já murmuraram: “Ah se eu nascesse sabendo as coisas…”, na verdade, nós nascemos sim!

Só que com o tempo fomos direcionados para caminhos pré estabelecidos e que anularam a nossa essência à sabedoria criativa. Sabemos que todas as ferramentas estão à nossa disposição para sermos felizes, mas cabe a cada um de nós saber usá-las para realmente ser feliz.

A felicidade é estar no lugar certo, mas como saber se você está no lugar certo? O lugar certo é entender que fazemos parte de um todo em maior. Nós simplesmente podemos viver em “harmonia” com TODOS sem sequer fazer um movimento diferente do que ele é, ou mudar realmente o movimento das coisas do TODO e desta forma devemos sempre olhar para nós em primeiro plano.

Esse é um ponto que nos questionamos muito durante a vida. Será que precisamos esperar algo para estar no lugar certo ou podemos fazê-lo acontecer? – Veja o exemplo da vida de uma ostra. Ela não coloca em risco o universo e ela só pode existir e contribuir para o bom funcionamento do universo. Só quem pode “comprometer” o funcionamento do TODO é quem realmente é livre para tomar as próprias decisões e não viver apenas.

A felicidade é mudar e estar sempre em harmonia com o TODO. Mas lembre-se, o TODO é você. A felicidade é o ponto máximo da vida da pessoa, é chegar à auto-realização. Não espere pelo 5° dia da semana, nem que algo aconteça para que seja feliz. Faça o que deve ser feito e seja feliz. Viva intensamente o agora como sendo a sua última chance de ser feliz e pergunte-se: as coisas tem que continuar como são? –

Mude agora! A confiança é um valor que condiciona. Tenha um propósito real para sua vida. O seu propósito não é a vida dos outros. Sinta como é extraordinário ser quem é e estar onde está agora, porque um instante da vida, um momento, fala por si só. Ter um propósito real para si, saber escolher e decidir seguir sem perder o foco, não é uma tarefa fácil, mas é compensador.

Veja muito bem o que você quer da vida e demore o tempo que for necessário para decidir, porque depois que decidir, não dá para voltar atrás. E lembre-se: ir para trás não serve nem para dar impulso.

(*) – É investidor anjo, empreendedor, mentor, consultor e conselheiro de negócios, com experiencia em grandes agências como: Leo Burnett, WMcCann, JWT, Havas, Bloomberg Television e VW.