Reformas para acabar com privilégios dos que ganham muito

O presidente da República em exercício, Rodrigo Maia, visitou sexta-feira (1°) o Espírito Santo e defendeu as reformas da Previdência, política e trabalhista.

No estado, Maia participou da inauguração de obras e de reuniões. Segundo o presidente em exercício, a reforma política, em discussão na Câmara, é “fundamental”.
“Espero que nos próximos dias a gente consiga convencer a maioria da Câmara e depois do Senado que sem um novo sistema eleitoral não vamos conseguir gerar legitimidade para os nossos mandatos, nem uma proximidade maior da sociedade com a política”, disse em declaração após evento no estado.
Sobre a reforma da Previdência, Maia disse que o objetivo não é tirar direitos dos trabalhadores, mas sim acabar com privilégios dos que ganham muito. Segundo ele, sem uma reforma há o risco de faltar recursos para o pagamento de aposentadorias no futuro. A reforma da Previdência também tramita no Congresso.
“Quando falamos em reformar a Previdência, nossa aposentadoria futura, não é porque queremos tirar dinheiro do trabalhador, queremos acabar com os privilégios daqueles que ganham muito quando se aposenta, que prejudicam as contas públicas”, disse. Para Maia, a reforma trabalhista vai facilitar a geração de empregos.
Pela manhã, Rodrigo Maia, esteve no município de Jaguaré, com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung. Na cidade, eles inauguraram a estrada estadual que liga a BR-101 ao município e deram ordem de serviço para construção de uma barragem. As obras não contam com recursos do governo federal. Na capital, Vitória, se reuniu com o governador e empresários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap