77 views 6 mins

Os principais tipos de torcedores da Copa e suas jornadas phygital

em Destaques
quarta-feira, 19 de outubro de 2022

Este ano a Copa do Mundo será realizada pela primeira vez no Oriente Médio, no Catar, nos meses de novembro e dezembro. É um evento aguardado mundialmente, onde as divisões entre torcidas somem momentaneamente para gerar uma única e grande onda de torcedores prontos para vibrar por suas seleções.

Embora haja essa união momentânea, os torcedores não vivem a experiência da mesma forma. As variações são muitas e cada um possui seus próprios costumes e rotinas. E a boa notícia é que a Logan, empresa líder em marketing móvel na América Latina, sabe exatamente pelo mesmos milhões de brasileiros presentes na customer data platform da empresa “Super Small Data”, como vão viver essa experiência única.

“Com a ferramenta Zero Party Data conseguimos clusterizar esses torcedores, entendermos qual a jornada de cada tipologia de torcedores e oferecermos os produtos que atendam suas necessidades e anseios na jornada no pré, no durante e no pós jogos da Copa do Mundo usando o canal mais apropriado”, afirma Francesco Simeone, Chief Growth Officer Global e Managing Director Brasil do Grupo Logan.

O levantamento supera o lookalike, pois a declaração de hábitos de consumo é apontada diretamente pelo próprio consumidor. Assim, as marcas que não querem perder share of mind, não precisam estar nas bordas dos campos no Qatar e nem nas publicações oficiais da FIFA. Precisam estar ao lado do consumidor quando ele comemora a vitória da seleção, a última jogada do Neymar ou quando ora para que o pênalti seja convertido.

Confira os grupos de torcedores identificados e segmentados para orientar as marcas em suas campanhas de mobile marketing:

  1. – Torcedores churrasqueiros – Pretendem assistir aos jogos da Copa em um churrasco na presença de amigos e familiares. Com isso, é possível entender a rotina pré, durante e pós jogos desses usuários. Por exemplo, eles compram carne, bebidas e utensílios de churrasco?

Durante o jogo, quais plataformas dentro dos seus dispositivos mobile eles costumam acompanhar notícias de outros jogos? Qual o perímetro de deslocamento? Sairão de seus trabalhos ou residências? Todas essas informações são valiosas para conseguirem impactar os usuários no momento e local certo.

  1. Torcedores botequeiros – Neste cluster estão mapeados os device Ids dos usuários que irão assistir aos jogos reunidos em bares e botecos. As informações importantes para as marcas que querem atingir esses torcedores são: onde eles assistem os jogos? Existem pontos de OOH próximos do local ou nas rotas de deslocamento? Qual o tempo de deslocamento? No percurso passam por lojas de departamento, lojas de conveniência ou postos de gasolina?
  2. – Torcedores rolezeiros – Na maioria são jovens que costumam assistir às partidas em casas de shows, eventos, FanFest e até mesmo em locais com grande aglomeração de torcedores, como estádios de futebol com telões, quadras de escolas de samba, entre outros. Geralmente o pós é composto por shows. É possível entender os gostos e hábitos desses usuários, bem como descobrir como seu deslocamento é realizado, quais as rotas, se passam por PDV, pontos de OOH etc.
  3. – Torcedores caseiros – São aqueles que pretendem ver os jogos em suas residências, muitas vezes na companhia de filhos, cônjuge e parentes mais próximos ou até mesmo sozinhos. Esse público tem o hábito de assistir às partidas usando outros devices, como smartphones, tablets e notebooks, buscando informações sobre as partidas, interagindo em sites, Connect TV, TV box e consoles de games, no pré e pós jogo.
  4. – Torcedores no trabalho – Composto por usuários que não têm a oportunidade de sair dos seus postos de trabalho para assistir aos jogos, ou aqueles que suas empresas montam espaços específicos para que possam assistir aos jogos do Brasil e, após isso, voltem às suas atividades.

Assim, a Logan consegue identificar onde ficam essas empresas, qual o perfil desse torcedor, se costumam trabalhar enquanto assistem as partidas, se estão navegando em outros device como notebook, smartphones e tablets.

  1. – Torcedores viajantes – Como a Copa acontecerá no fim do ano, período onde muitas pessoas costumam viajar, esse cluster vai identificar as pessoas que irão assistir os jogos em casas de praia, hotéis, pousadas, casas de campo, sítios e chácaras. Esse público possuirá características específicas de deslocamento em estradas ou rodovias e aeroportos.

Identificados esses clusters, a Logan aplica o filtro de cada torcedor e ativa os anúncios em vídeos, display, rich media, push, rewards video, WhatsApp ads de acordo com o perfil e pontos de interesse. Esse tipo de ação tem maior impacto no consumidor, pois são propagandas que atendem o anseio de cada um, no momento certo. Fonte e outras informações (https://www.logan.ai/).