Moody’s prevê 0,9% do PIB no Brasil em 2017 e 1,5% em 2018

A Moody’s prevê uma expansão de 0,9% do PIB do Brasil em 2017 e crescimento de 1,5% em 2018, conforme consta em relatório divulgado ontem (17), sobre as projeções para a América Latina.

Segundo a agência de risco, a dinâmica política fragmentada e investigações de corrupção engolfaram o governo em 2016 e prejudicaram a habilidade das autoridades de resolver os problemas fiscais.
“O risco político diminuiu um pouco após a conclusão do impeachment na segunda metade de 2016. As projeções econômicas estão começando a melhorar modestamente e o pior da contração econômica provavelmente ficou para trás. Entretanto, o ritmo da recuperação será lento em 2017, dado que a demanda dos consumidores e a produção industrial continuam fracos”, diz o relatório.
Além disso, a Moody’s ressalta que a aprovação e a implementação de reformas fiscais essenciais ainda estão em progresso. “A trajetória do rating soberano do Brasil em 2017 e 2018 vai depender da capacidade do governo de implementar as reformas fiscais estruturais e reverter a tendência de alta da dívida pública”. A agência diz ainda que, apesar das expectativas de recuperação em 2017, os números mais recentes do PIB mostram um cenário heterogêneo.
“Vai levar tempo para o País reconquistar um ritmo firme de investimentos e utilização da capacidade instalada, após dois anos de contração econômica”, explica o texto. Ao mesmo tempo, a Moody’s lembra que uma exposição limitada ao risco cambial e um acesso a um mercado doméstico amplo e líquido vão continuar a mitigar o risco de crédito do Brasil (AE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap