108 views 6 mins

Lucro do negócio passa necessariamente por uma boa gestão financeira

em Destaques
terça-feira, 04 de julho de 2023

Especialista aponta que também é essencial identificar as tendências emergentes e ajustar a oferta para atender às necessidades do público-alvo

Transformar uma empresa em um negócio lucrativo em 2023 pode parecer um desafio, considerando o cenário empresarial competitivo e em constante evolução. No entanto, é importante destacar que ainda existem diversas estratégias e oportunidades disponíveis para impulsionar o sucesso financeiro de um negócio neste ano.

De acordo com a especialista em reestruturação financeira Dra. Kélen Abreu, uma das chaves para gerar um negócio lucrativo é adaptar-se às mudanças e demandas do mercado. “Em 2023, os consumidores estão mais exigentes do que nunca, buscando produtos e serviços personalizados, sustentáveis e inovadores. Portanto, é essencial identificar as tendências emergentes e ajustar a oferta para atender às necessidades do público-alvo. Isso pode envolver o desenvolvimento de novos produtos, a otimização de processos internos ou a adoção de tecnologias disruptivas”, aponta a especialista.

A experiência do cliente desempenha um papel crucial no sucesso de qualquer empresa. Em 2023, as expectativas dos consumidores em relação ao atendimento, conveniência e personalização estão em constante ascensão. Portanto, é fundamental investir em treinamento para a equipe e desenvolver processos que coloquem o cliente no centro de todas as interações. Utilizar sistemas de CRM (Customer Relationship Management) é uma excelente maneira de conhecer melhor os clientes, personalizar o atendimento e construir relacionamentos duradouros.

A gestão financeira desempenha um papel fundamental na busca pela lucratividade de uma empresa, independentemente do ano em questão. “Um planejamento financeiro adequado é essencial para alcançar a lucratividade. Isso envolve estabelecer metas financeiras claras, identificar fontes de receita e definir orçamentos realistas. Dessa forma, os gestores podem antecipar desafios, tomar decisões mais informadas e implementar ações corretivas quando necessário”, aponta a especialista.

O responsável pela área financeira também consegue identificar problemas financeiros e tomar medidas corretivas para otimizar a lucratividade a partir da análise e monitoramento de desempenho. “Isso inclui o acompanhamento de indicadores-chave de desempenho (KPIs), como margem de lucro, retorno sobre investimento (ROI), fluxo de caixa e índices de rentabilidade”, aponta Dra. Kelen.

Ela lembra que o controle de custos e despesas é fundamental para maximizar a lucratividade. “Dessa forma, é possível identificar e reduzir gastos desnecessários, otimizar o uso de recursos e negociar melhores acordos com fornecedores. Além disso, uma análise cuidadosa dos custos pode revelar oportunidades para melhorar a eficiência operacional e aumentar a margem de lucro”, aponta.

É preciso também estar de olho nas possibilidades e decisões sobre investimentos, avaliando cuidadosamente as oportunidades e direcionando recursos para áreas que apresentem maior potencial de retorno financeiro. Isso pode envolver investimentos em pesquisa e desenvolvimento, tecnologia, marketing ou expansão de mercados. Ao fazer escolhas corretas, a empresa pode impulsionar a lucratividade a longo prazo.

Um planejamento fiscal eficiente pode reduzir a carga tributária da empresa e contribuir para a lucratividade. “A gestão financeira também envolve a otimização do planejamento tributário, de acordo com as leis e regulamentações fiscais vigentes. Isso inclui a identificação de incentivos, a utilização de benefícios disponíveis e a gestão adequada das obrigações tributárias”, destaca.

A análise de dados desempenha um papel cada vez mais importante na tomada de decisões empresariais embasadas em informações concretas. Por isso, é fundamental coletar e analisar dados para monitorar o desempenho do negócio, identificar oportunidades de melhoria e tomar decisões estratégicas fundamentadas. A inteligência artificial e a análise preditiva podem ajudar a encontrar padrões, prever tendências e antecipar as necessidades do mercado.

Entretanto, Kelen também defende que a inovação continua sendo um fator-chave para a lucratividade empresarial em 2023. “É importante estar atento a oportunidades de melhoria e atualização nos produtos, serviços e processos. Encorajar a criatividade e a colaboração em toda a equipe é essencial para encontrar soluções inovadoras. Além disso, estar aberto a parcerias e alianças estratégicas pode impulsionar o crescimento e a rentabilidade. Vale lembrar que a sustentabilidade e a responsabilidade social são aspectos que ganharam relevância para os consumidores e demonstrar compromisso com práticas ambientalmente responsáveis e causas sociais pode ser um diferencial significativo”, conclui a especialista.