76 views 40 secs

Ex-ministro oferece passaporte ao STF

em Destaques
terça-feira, 13 de junho de 2017

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, que ocupou a Secretaria de Governo no início do governo de Michel Temer, antecipou-se a um possível pedido de prisão contra ele pelo MPF, colocando seu passaporte e seu sigilo bancário à disposição do ministro Edson Fachin.

Em petição apresentada na noite de segunda-feira (12), Geddel citou notícia veiculada pela coluna do jornalista Lauro Jardim no jornal O Globo, em que se afirma que o ex-ministro seria “o próximo alvo do Ministério Público”, órgão poderia pedir sua prisão.
O ex-ministro também anexou imagem de uma nota publicada pelo site O Antagonista, que repercutiu a informação sob o título: “O próximo preso”.
“Excelência, com as devidas e necessárias licenças, este peticionário tem certeza de que as decisões desse STF, assim como requerimentos do MPF, não são (e jamais serão) pautadas em especulações da imprensa”, escreveu o advogado de Geddel, Gamil Föppel, na peça.
A defesa ressaltou não haver motivo para medidas cautelares mais graves contra o ex-ministro, como uma suposta prisão, pois ele vem colaborando com a Justiça (ABr).