77 views 2 mins

Delação da Gutierrez ‘deu consistência à Leviatã’

em Destaques
quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O ex-senador Delcídio Amaral afirmou ontem (16), que os depoimentos de executivos da Andrade Gutierrez deram a consistência necessária para a Operação Leviatã, deflagrada no período da manhã.

As declarações, segundo ele, complementaram informações que ele tinha passado para o Ministério Público Federal. Suspeitas sobre investigados na Leviatã surgiram dos relatos do ex-senador em delação premiada.
“Eu sabia o que tinha acontecido e fiz questão de registrar para o MP que, com outras contribuições que viessem, isso iria se fechar. E acredito que a colaboração da Andrade Gutierrez deu a consistência necessária para essa operação de hoje (ontem)”, afirmou após depoimento na 7ª Vara Federal Criminal do Rio para a Operação Saqueador.
Os alvos da operação desta quinta são ligados aos senadores do PMDB Edison Lobão (MA) e Jader Barbalho (PA). O primeiro alvo é Márcio Lobão, filho do senador, que já foi citado na delação do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. O outro alvo da operação é o ex-senador Luiz Otávio Campos, considerado por investigadores um apadrinhado político de Barbalho.
“Quando eu fiz o depoimento, fiz questão de destacar que era um depoimento político e seria complementado por outras colaborações. Acredito que esse depoimento foi complementado por outras colaborações e que ratificaram o que eu tinha dito”, disse. Questionado o que queria dizer com “depoimento político” respondeu: “Eu sou um político, poeta. Não tenho cheque, planilha, depósito, nada” (AE).