119 views 6 mins

Como a tecnologia contribui para criação de empresas inteligentes?

em Destaques
segunda-feira, 17 de julho de 2023

Você já ouviu falar sobre as empresas inteligentes? Diante do ritmo acelerado da transformação digital que vivemos impulsionado, principalmente, pelo avanço da Indústria 4.0 que ganha força no país, este é mais um conceito que merece destaque entre as organizações. Afinal, mais do que compreender a importância do uso da tecnologia na execução de atividades fabris, é essencial traçar estratégias que contribuam para a conquista da alta produtividade.

As empresas inteligentes são aquelas que utilizam recursos tecnológicos para obterem resultados assertivos com velocidade e economia. Ou seja, essas organizações trabalham com diversas ferramentas digitais para agilizar processos, acompanhar novas atualizações do mercado, e tomar decisões embasadas em abordagens inovadoras que garantam o seu amplo desempenho.

É fato que a definição do conceito não ressalta nada absolutamente novo, uma vez que estamos habituados com a ampla presença da tecnologia diariamente. Mas, a aquisição desses recursos vem desencadeando uma constante revolução nas empresas, as quais têm redefinido a condução de suas atividades operacionais. Não à toa, de acordo com um estudo realizado pelo Fórum Econômico Mundial, estima-se que a transformação digital impulsionada por essas ferramentas irá gerar cerca de US$100 trilhões de valor nos negócios globais até 2025.

Contudo, é importante chamar atenção que, de nada adianta compreender a importância da tecnologia na prática, sem que haja total entendimento de como utilizar tais recursos em favor de seu desenvolvimento e sobrevivência. Vimos um grande exemplo disso durante a pandemia, em que as organizações que melhor se adaptaram frente à um cenário de mudanças foram aquelas que já tinham adotado a digitalização em seus processos.

Estas companhias podem ser classificadas como empresas inteligentes, uma vez que, independentemente do seu porte, segmento ou tempo de mercado, souberam utilizar a tecnologia de forma eficiente. Porém, é importante deixar claro que esta nomenclatura não se restringe apenas ao uso de ferramentas tecnológicas, mas, também inclui uma gestão eficiente que incorpore um conjunto de mudanças comportamentais, habilidades e inovações na cultura organizacional, garantindo o crescimento do negócio direcionando o foco e atenção para demandas latentes de mercado que precisam ser sanadas.

Esse é o caso da sustentabilidade, por exemplo, que vem sendo um importante fator que ganhou ainda mais relevância com a grande ascensão do conceito ESG (Environmental, Social and Governance). Isso é, cada vez mais as organizações precisam ter alinhados em sua gestão operacional os princípios de governança, responsabilidade social e cuidado ambiental, a fim de acompanhar o movimento em escala global e, ao mesmo tempo, garantir a sua alta produtividade.

Certamente, conciliar todos esses elementos de forma efetiva não é, de longe, uma tarefa simples, uma vez que cada empresa possui o seu nível de maturidade de acordo com a realidade em que estão inseridas. Desta forma, para aquelas que almejam se tornarem inteligentes, é primordial ter integrados recursos tecnológicos e ferramentas de gestão eficazes que assegurarem a eficácia de controle dos processos, auxiliando na definição de estratégias assertivas capazes de conciliar esses aspectos, como é o caso de um ERP.

Em suma, as empresas inteligentes estão se tornando uma forte tendência a ser consolidada no mercado. Por sua vez, para as organizações que buscam fazer jus a este conceito, é essencial que, o quanto antes, reavaliem os seus métodos operacionais e integrem o uso da tecnologia de forma eficiente e estratégica, abrangendo todo o time em cada uma dessas etapas. Contudo, essas mudanças em si podem gerar desconfortos e, para isso, contar com o apoio de um time especializado fará toda a diferença neste processo.

A tecnologia já mostrou que veio para ficar, e coube as empresas, independentemente do seu porte e segmento, se adaptarem. Contudo, à medida que novos recursos surgem dia após dia, é essencial que estas organizações saibam atribuir esses elementos de forma eficaz, mantendo seu alto ritmo de produtividade. Afinal, mais do que ter uma empresa tecnológica, é preciso que seja inteligente.

Abordando a fundo este tema, a SPS Group irá realizar o ERP Experience 2023, que este ano acontece de forma online e presencial no Parque Tecnológico de São José dos Campos, às 9h, reunindo especialistas da área para explorarem o assunto. A entrada é gratuita e as inscrições estão abertas no link (https://spsconsultoria.com.br/erp-experience-2023/).

(Fonte: Milton Ribeiro é CEO da SPS Group).