86 views 6 mins

Auditoria financeira: oito dicas para sua empresa evitar inconsistências

em Destaques
terça-feira, 12 de março de 2024

Jessica Becalette (*) e Lucas Leme (**)

A auditoria das demonstrações financeiras de uma empresa é uma ferramenta extremamente importante que visa fornecer ao mercado uma posição transparente, conforme e fidedigna livre de erros da posição patrimonial do negócio em determinado período.

Contudo, esse é um procedimento delicado, que demanda certos cuidados a fim de evitar inconsistências perante os usuários das demonstrações financeiras e, com isso, assegurar a saúde financeira do negócio. Regulamentado pela Lei 11.638/2007, todas as empresas de grande porte que possuem ativos acima de R$ 240.000.000,00 e receita bruta anual de superior a R$ 300.000.000,00, são obrigadas a realizar este procedimento.

Normalmente, muitas se preocupam em passar por um processo de auditoria em função dos possíveis apontamentos de erros, inconformidades, gastos na contratação do auditor ou, ainda, falta de disponibilidade de mão de obra para atendimento das demandas dos auditores. Porém, os ganhos em realizá-la superam, em muito, os custos deste processo.

Além de garantir a conformidade com leis e regulamentos fiscais e contábeis, a auditoria financeira permite que as companhias consigam identificar e gerenciar riscos com maior segurança, avaliando sua eficiência operacional, otimizando recursos, prevenindo seus ativos contra fraudes e desperdícios e, acima de tudo, promovendo uma maior transparência e governança corporativa, facilitando a tomada de decisões estratégicas com informações imparciais.

Mas, para que estas vantagens sejam obtidas, alguns cuidados precisam ser ressaltados para que este processo ocorra de maneira eficiente e objetiva. Confira os principais:

  1. – Possua profissionais de contabilidade de qualidade – O sucesso de um parecer de auditoria livre de ressalvas vai passar, necessariamente, pela qualidade das demonstrações contábeis. Isso está intrinsicamente relacionado ao contador ou a empresa contábil preparadora das demonstrações financeiras. Portanto, tenha certeza de que conta com profissionais capacitados para atendimento aos auditores.
  2. – Designe responsáveis – Designe um líder de equipe para coordenar a resposta à auditoria e identificar pontos de contato para áreas específicas da empresa. Essa pessoa deve atribuir as atividades para cada responsável da equipe e gerenciar as entregas e devolutivas para os auditores.
  3. – Entenda os requisitos da auditoria – Certifique-se de compreender completamente as expectativas e os critérios pelos quais a empresa será avaliada. Nesta etapa, é muito importante se reunir com os auditores, definir prazos, expectativas e fazer reuniões recorrentes de alinhamento para que seja possível identificar qualquer problema de imediato.
  4. – Organize a documentação – Crie um sistema de organização eficiente para reunir todos os documentos relevantes necessários para a auditoria. Isso pode incluir registros financeiros, relatórios de conformidade, políticas da empresa, contratos e quaisquer outros documentos exigidos. Faça um cronograma para gerenciar essas demandas, e coloque um responsável e prazos para cada uma das etapas.
  5. – Treine e capacite a equipe – Ofereça treinamento abrangente à equipe para garantir que todos entendam suas responsabilidades durante a auditoria. Eles devem estar familiarizados com os procedimentos de auditoria, saber onde encontrar documentação relevante e estar preparados para responder às perguntas dos auditores.
  6. – Esteja pronto para ação corretiva – Esteja aberto a feedback e pronto para implementar quaisquer recomendações ou correções sugeridas pelos auditores. Desenvolva um plano de ação claro para abordar quaisquer áreas de não conformidade identificadas durante a auditoria.
  7. – Pós-auditoria – Esse é um momento de análise e melhoria contínua. Após a auditoria, reserve tempo para revisar o desempenho e identificar oportunidades de melhoria constante. Use os resultados da auditoria como um ponto de partida para fortalecer ainda mais os processos e procedimentos da empresa.
  8. – Elabore um plano de ação – Após a emissão dos relatórios oficiais, é importante definir um plano de ação para colocar em prática os pontos de melhoria apontados. Isso garante que a empresa está empenha em trabalhar constante evolução.

Ao seguir estas diretrizes, sua empresa estará preparada para enfrentar uma auditoria empresarial com confiança e eficiência, de forma que consiga focar cada dia mais em seu core business e, com isso, manter sua saúde financeira para um desempenho excelente.

(*) – É coordenadora contábil; (**) – É sócio e supervisor de contabilidade (https://ecovisbsp.com.br/).