104 views 5 mins

5G: o que a tecnologia vai mudar na vida das pessoas

em Destaques
quinta-feira, 09 de setembro de 2021

Gustavo Salviano (*)

Por volta de 1982, surgiu a tecnologia 1G, analógica, porém revolucionária para a época, permitindo que as pessoas fizessem chamadas de voz em aparelhos sem fio e chamadas em movimento. Em 1991, chegou o 2G, mais potente, mais rápido e com uma performance superior, saindo do modo analógico e possibilitando a integração com circuitos digitais.

Dez anos depois, o 3G chegou para mudar tudo, liberando a realização de videochamadas, a comunicação via VoIP e o acesso à TV no próprio celular. Mais uns dez anos se passaram e chegamos ao 4G, hoje tão conhecido e amplamente utilizado. E agora, em uma nova revolução tecnológica, já temos o mais esperado, mais rápido e de melhor performance, o 5G.

A tecnologia 5G surgiu a partir de uma parceria entre a Nasa e a plataforma Intelligence Machine-to-Machine (M2Mi) Corp, que foi especialmente desenvolvida para isso. Em 2019 a Coreia do Sul foi a primeira a adotar essa tecnologia e, apesar de grande parte do país ainda não a utilizar, espera-se que até 2022, 65% do país já a tenha em mãos, ou melhor, em seus celulares, tablets e computadores.

No Brasil, a nova geração da internet ainda não tem uma data específica para estrear, pois o governo ainda está em processo de preparação para os leilões de franquias. Segundo o ministro das comunicações, Fábio Faria, até julho de 2022 o 5G estará disponível em todas as capitais brasileiras. Até lá, seguimos nos preparando e conhecendo mais sobre o que vai ser a porta de possibilidades de um mundo mais conectado, e principalmente, mais rápido.

Entre as principais características do novo modelo de consumir internet estão a rapidez, a estabilidade e a baixa latência. As “trocas” entre as pessoas e “coisas” serão muito mais rápidas. As pessoas estarão conectadas com muito mais qualidade, permitindo o incremento dos negócios. A busca e oferta de produtos e serviços será mais dinâmica e em tempo real.

Negócios e interações poderão ser feitas em locais onde hoje a tecnologia não permite uma boa experiência. Imagine o público em um show lotado, ou durante um jogo de futebol, trocando experiências em tempo real, comprando e vendendo produtos e serviços com conforto e segurança.

Novos negócios surgirão graças à evolução da rede, trazendo para a realidade das pessoas sonhos hoje ainda distantes. Saúde, educação, transporte, energia e comunicação são exemplos de segmentos que experimentarão o surgimento de novas tecnologias que transformarão seus negócios. Desenvolvimento de tecnologias para realização de cirurgias remotas com uso de robôs serão ainda mais possíveis e comuns; o uso de veículos autônomos ficará cada vez mais próximo da realidade.

E as mudanças não param por aí! Para as empresas, por exemplo, a prestação de serviços melhores, com uma internet mais rápida, permitirá uma transformação na forma de atender e se relacionar com os clientes. Melhor utilização das células, permitindo maior cobertura e mais pessoas conectadas ao mesmo tempo, sem falar na realidade aumentada. Operação de equipamentos remotamente de forma segura e de longa distância.

As mudanças serão extremamente positivas, criando mais conectividade no mundo, e possibilitando que mais informações cheguem a lugares afastados, transformando a vida das pessoas por meio da tecnologia.

(*) – Graduado em Ciência da Computação pela Unesp, com MBA pela UFF e Pós em Administração de Empresas pela FGV, é CTO, na Locaweb, responsável pelas áreas de operações, infraestrutura e aplicações corporativas.