108 views 5 mins

5 passos simples para abrir uma loja online do zero

em Destaques
sexta-feira, 21 de outubro de 2022

Empreender é um dos maiores sonhos dos brasileiros, segundo o relatório da Global Entrepreneurship Monitor. Uma das maneiras de começar o próprio negócio é abrir uma loja online, afinal, este é um dos modelos de negócio que mais crescem no Brasil e no mundo.

Para se ter uma ideia, um estudo encomendado pela Infobip e realizado pelo IDC revelou que 88% dos brasileiros compraram online em 2021, liderando o ranking dos países da América Latina.

Mas como uma pessoa pode abrir uma loja virtual ‘do zero’? É esta pergunta que o especialista em e-commerce Elvis Gomes, Head de Marketing de Produtos da JET, vai responder. Confira o passo a passo que ele elaborou para quem quer empreender no ramo do comércio eletrônico:

  1. Escolha um nicho que você conhece – Criar uma loja virtual, assim como criar uma loja física, exige conhecimento a respeito dos produtos que você pretende vender. De nada adianta pesquisar ‘aquilo que está vendendo mais’, se você não entende nada a respeito daquele produto ou serviço.

Por isso, comece seu e-commerce vendendo aquilo que você conhece e, de preferência, aquilo que gosta, porque quanto mais você adentrar em um determinado segmento, mais terá que estudar sobre ele.

Além disso, fica mais fácil divulgar a sua loja se você já sabe onde os possíveis clientes costumam estar, além de facilitar as estratégias de marketing e aumentar o seu nível de assertividade.

  1. Estude seus concorrentes – Ao contrário do varejo físico, que exige deslocamento e outras dificuldades para quem quer pesquisar preços, o comércio eletrônico permite ao consumidor acessar diversos sites ao mesmo tempo. Por isso, a concorrência é muito mais acirrada neste cenário.

Para driblar este problema, antes de começar a sua operação, verifique a que preço seus concorrentes estão vendendo os produtos que você pretende vender, para já buscar um preço competitivo nas negociações com fornecedores e distribuidores.
Ponto importante: considere somente os valores e ofertas de lojas online do segmento, e não os de marketplaces!

  1. Tente fazer o mínimo de estoque possível – Como o negócio está começando, você ainda não sabe quais itens vão vender mais e quais tendem a ficar ‘encalhados’, e sabemos que nem sempre há tanto espaço disponível para armazenagem, certo?

Estoque grande significa dinheiro parado. Para evitar isso, você pode fazer parcerias com o fornecedores para estocar e transportar seus produtos, contanto que isso não prejudique muito a sua lucratividade.

  1. Se informe sobre gestão e sobre o mercado – Gestão financeira é fundamental para a saúde de qualquer empreendimento. Pessoas que querem empreender devem se planejar para entender o próprio negócio, conhecendo bem quais são seus pontos fracos e fortes e buscando melhorias constantes.

Também precisam estar sempre atentas às tendências e peculiaridades do segmento em que estão inseridas, para não perder nenhuma oportunidade. Quem empreende deve se manter bem informado e nunca parar de estudar. Ter bastante informações e fazer bom uso delas aumentará (e muito!) suas chances de sucesso e crescimento.

  1. Comece pequeno, mas sonhe grande – Uma das ilusões mais comuns de quem empreende no digital é achar que, só porque a loja é online, vai ser fácil vender para o Brasil todo, mas lembre-se: nosso país possui dimensões continentais, inúmeras regras tributárias e um complexo sistema logístico.

O certo é começar regional, ou seja, focar suas vendas de e-commerce e suas ações de comunicação na região onde você está. A loja pode até estar aberta em nível nacional, mas as ações devem ser locais primeiro.

Isso não significa que você não pode pensar grande. É justamente o contrário – é preciso se estabilizar pequeno para assim se estruturar para crescer. Não cometa o erro de simplesmente querer crescer sem planejamento!

Crescimento no e-commerce significa investimento – em uma plataforma mais robusta e profissional, em comunicação e marketing, e num sistema logístico moderno, entre outras particularidades que exigem preparo.

Fonte e mais informações: (www.jetecommerce.com.br).