80 views 4 mins

5 dicas para evitar fraudes e proteger os clientes no e-commerce

em Destaques
quinta-feira, 07 de dezembro de 2023

Clóvis Souza (*)

O surgimento do comércio eletrônico trouxe maior comodidade aos consumidores, levando muitos a realizarem suas compras on-line em vez de se deslocarem até as lojas físicas. Contudo, à medida que o e-commerce cresce, as fraudes também se multiplicam. Em um levantamento recente realizado pela ClearSale foi constatado que o Brasil registrou aproximadamente 2 milhões de tentativas de golpes no setor apenas no primeiro semestre de 2023. Para assegurar a segurança e a confiança dos clientes no ambiente digital, torna-se imprescindível que as empresas adotem medidas eficazes de prevenção.

Veja, então, cinco ações que podem ser colocadas em prática pelos varejistas on-line.

1- Orientar equipe e clientes

O conhecimento se revela como ferramenta poderosa na prevenção de ataques. Por isso, é crucial que as empresas invistam na educação tanto de sua equipe interna quanto de seus clientes. Recomenda-se que o e-commerce disponha de um espaço com orientações valiosas para os consumidores. Isso pode incluir informações sobre a importância do uso de senhas fortes, alertas para identificar e-mails de phishing, além de dicas sobre como reconhecer a confiabilidade de uma marca para efetuar compras. No que diz respeito aos colaboradores, é essencial promover treinamentos periódicos para a identificação de transações suspeitas, uma vez que as táticas de golpes estão em constante evolução.

2- Investir em segurança

É recomendado implementar sistemas de verificação de identidade, como a autenticação em duas etapas, a fim de assegurar que apenas usuários autorizados realizem transações. Adicionalmente, é importante validar a autenticidade dos endereços de entrega, prevenindo, assim, pedidos direcionados a locais suspeitos.

3- Analisar comportamento de compra e navegação dos clientes

Compreender detalhes como o tempo decorrido entre o conhecimento da loja e a efetivação da compra, bem como as ações prévias do cliente, como mensagens, comentários, interações nas redes sociais e permanência de itens no carrinho, pode proporcionar insights valiosos. Essas informações não apenas possibilitam a criação de ofertas mais atrativas divulgadas no momento ideal, mas também ajudam a identificar pedidos legítimos, diferenciando-os de possíveis fraudes. Essa análise detalhada é particularmente crucial em períodos de alta demanda, como na Black Friday e no Natal.

4- Atenção aos pedidos acima da média

Pedidos finalizados com valores substancialmente superiores à média do público-alvo, especialmente aqueles que incluem múltiplas unidades do mesmo produto, são indicativos de potencial fraude no pagamento. Portanto, é fundamental monitorar de perto os valores.

5- Tenha uma boa infraestrutura de loja on-line

Garantir o funcionamento ininterrupto da sua loja virtual, 24 horas por dia, 7 dias por semana, requer a escolha de uma plataforma de e-commerce com infraestrutura sólida. É importante optar por uma que ofereça servidores robustos, garantindo que o site não sofra quedas frequentes ou lentidão. Além disso, é essencial escolher uma ferramenta que incorpore tecnologia de segurança avançada, proporcionando sistemas antifraudes, conexão criptografada e realização de backups diários.

(*) Fundador da Giuliana Flores, maior e-commerce de flores do país, que ocupa 65% de market share no Brasil, com mais de 800 mil entregas feitas por ano – [email protected].