95 views 11 mins

5 ações de marketing digital para períodos de recessão

em Destaques
quinta-feira, 09 de fevereiro de 2023

Andrew Warden (*)

Quando falamos em economia mundial, a palavra do momento para os especialistas é “recessão”. Já notamos essa característica logo na primeira semana do ano, com demissões em massa e o anúncio de dívidas bilionárias de companhias. Dada a imprevisibilidade financeira, o desafio comercial de navegar pelo desconhecido veio para ficar em 2023. Mas como as marcas podem sobreviver – ou melhor ainda, transformar essas condições adversas em uma vantagem?

Que tipos de conteúdo os profissionais de marketing devem priorizar no momento da publicação, dada a incerteza de 2023? E o que os clientes esperam das empresas no novo ano? – Para levantar as tendências de marketing digital e entender as possíveis ações que as empresas devem seguir em momentos de crise, analisamos os dados de pesquisa coletados pela Semrush – plataforma de gerenciamento de visibilidade online. Deixo aqui uma análise das cinco ações que merecem o investimento das marcas:

  1. – Investir no crescimento para superar a crise – Em 2022, as pessoas ficaram obcecadas se havíamos entrado ou não oficialmente em uma crise. Na verdade, os dados da Semrush revelam que as consultas globais na internet para “está chegando uma recessão” aumentaram mais de 1.287,5% de dezembro de 2020 a dezembro de 2022.

Ao mesmo tempo que a informação mostra o crescimento da busca dos consumidores por uma resposta definitiva, o simples fato de as pessoas estarem cientes de uma possível recessão é suficiente para começarmos a ver seus efeitos no mercado. Dar uma boa olhada nos canais e campanhas de marketing e reduzir os gastos em áreas que não estão produzindo resultados pode ajudar a isolar seu orçamento.

Mas também é verdade que investir no crescimento abrirá caminho para um crescimento futuro, assim que a recuperação econômica tomar forma. O aumento dos gastos com anúncios em uma recessão gera um crescimento de 17% nas vendas incrementais e pode levar a ganhos duradouros na participação de mercado. Por outro lado, diminuir os gastos com mídia durante uma crise pode ter efeitos drásticos, pois pode causar uma redução de 18% nas vendas incrementais.

Entretanto, essa estratégia não é cabível para todos. Para aqueles cujos orçamentos estão sendo cortados, a dica é apoiar-se no marketing orgânico. Não tenha medo de pausar qualquer campanha ou gasto com anúncio que não esteja funcionando. Esse orçamento pode ser melhor utilizado com investimentos em áreas onde você pode obter o maior crescimento.

Por meio do marketing orgânico, seu negócio ganhará impulso ao longo do tempo e o ajudará a se preparar melhor quando a economia mudar. Outra ação necessária é criar conteúdos criativos e atraentes para suas propriedades on-line, oferecendo resultados de longo prazo. Aproveite as ferramentas que informam o que os consumidores estão procurando e onde eles gastam seu tempo na internet. Essas descobertas informam como publicar conteúdo de alto escalão que se conecta com seu público alvo.

  1. – Mostre que sua empresa se importa – e prove isso! – Os consumidores estão cada vez mais prestando atenção ao impacto das marcas que eles apoiam. De questões ambientais a sociais, a postura de uma empresa pode ser o motivo que atrai novos compradores e mantém o público já fidelizado.

De acordo com a Semrusha, as pesquisas globais na internet por “marcas com propósito social” aumentaram 133% de dezembro de 2020 a dezembro de 2022, mostrando um crescimento do interesse em empresas que representam algo maior do que elas mesmas. A IBM descobriu que os consumidores orientados a propósitos são agora o maior segmento de consumidores, respondendo por 44% de todos os compradores.

Por isso, converse com os clientes para descobrir quais causas são mais importantes para eles e conecte-se com a liderança internamente para ajudar a alinhar esses valores em toda a empresa. Crie um plano acionável de como a marca pode ajudar a promover significativamente essas causas.

Pressionar por mudanças importantes para seus clientes acabará acelerando o progresso tanto para sua empresa quanto para seus consumidores e talvez, apenas talvez, para as comunidades com as quais todos nos preocupamos.

  1. – Abrace o conteúdo gerado por IA – De ferramentas de escrita a bots, a inteligência artificial permite que os profissionais de marketing reduzam custos, economizem tempo e ampliem a criatividade automatizando tarefas. A IA também permite que os profissionais de marketing prevejam o comportamento para criar mensagens personalizadas para melhorar a interação com o consumidor.

Os dados da Semrush confirmam que a IA está em alta: as pesquisas globais na internet por “ferramentas de marketing de IA” aumentaram 310,3% de dezembro de 2020 a dezembro de 2022, mostrando um forte apetite por aprender sobre o assunto.
2023 é o ano para os profissionais de marketing adotarem a IA – e para parar de temê-la. Redatores, use IA para ajudá-lo a ir mais rápido.

Designers – use o Midjourney para ajudá-lo a criar storyboards mais rapidamente. Nos próximos anos, veremos mais empresas estabelecendo conexões mais profundas com IA – pense em todas as inovações futuras com chatbots, conteúdo e mensagens personalizados e até mesmo avatares. Será um passeio selvagem daqui em diante.

  1. – Deixe os cookies no passado – Desde que o Google anunciou pela primeira vez seu plano de eliminar os cookies de terceiros em 2020, esse tem sido um dos principais tópicos de conversa nas equipes de marketing e desenvolvimento de negócios.

Embora a data de validade dos cookies tenha sido questionada várias vezes (e agora esteja prevista para 2024), é uma realidade que se aproxima rapidamente e para a qual os profissionais de marketing precisam se preparar. Apesar do fim dos cookies, surpreendentes 83% dos profissionais de marketing ainda dependem de cookies de terceiros. A maior questão para o mercado é: “Se eu deixar os cookies no passado, como obterei informações sobre o comportamento do cliente?”.

A resposta é bem simples: adotar o marketing orgânico e canais associados. Investir em visibilidade online e estratégias de marketing orgânico permite que as marcas assumam o controle de sua presença online sem depender de métodos de rastreamento instáveis que não existirão por muito mais tempo. A exploração de programas orgânicos coloca os profissionais de marketing no banco do motorista, independentemente das mudanças fora de seu controle.

  1. – Coloque as histórias dos clientes em destaque – Embora seja fácil ficar entusiasmado com qualquer número sobre tendências digitais, a narrativa está no centro do que fazemos como profissionais de marketing. Histórias convincentes são mais importantes do que nunca para eliminar a forte competição por atenção. Mas que tipos de histórias? E quem deveria contá-las?

As pesquisas globais no Google por “ideias para contar histórias para negócios” aumentaram 300% de dezembro de 2020 a dezembro de 2022, o que sugere que as pessoas estão começando a considerar como incorporar a narrativa em sua estratégia de negócios.

Um depoimento ou narrativa de um cliente sobre como ele ama ou usa o produto ou serviço, ou de alguma forma como isso pode ter mudado sua vida – em particular, são uma ótima maneira de se conectar com os consumidores de maneira significativa. Estudos apontam que os clientes não se importam com anúncios nas mídias sociais, desde que a mensagem seja “divertida, útil, informativa ou comova de alguma forma”.

Em 2023, os consumidores esperam autenticidade e desejam se ver refletidos nas marcas que apoiam. Tudo se resume a pessoas que ouvem histórias contadas por pessoas reais, não atores contratados nem palestrantes corporativos. Esse tipo de conexão humana é inestimável.

(*) – Atua como Diretor de Marketing da Semrush e lidera uma equipe de mais de 150 profissionais globais de marketing e comunicação (https://www.semrush.com/lp/sem-aeoy/pt/).