98 views 3 mins

Indústria leva açaí brasileiro para o outro lado do mundo

em Agronegócio
sexta-feira, 01 de março de 2024

Líder nacional de produção e venda de açaí, a Polpanorte, tradicional indústria alimentícia do Grupo Zeppone, tem planos competitivos para 2024 quando o assunto é exportação. Com mais de 130 produtos no portfólio e 40 mil pontos de venda no Brasil, além de presença nas gôndolas de supermercados de 15 países da Europa, América Latina e Estados Unidos, a empresa quer aumentar a penetração internacional.

E o momento não poderia ser mais favorável. No ano passado, a indústria brasileira de alimentos se firmou como a maior exportadora mundial de produtos industrializados em volume – 72,1 milhões de toneladas, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos. A Liga Árabe é um dos principais compradores e, não por acaso, a Polpanorte iniciou este mês, em Dubai, na Gulfood, sua série de participações em eventos internacionais mirando entrar no mercado Asiático e também ampliar a atual carteira de clientes e distribuidores no Oriente Médio.

“Participar de encontros internacionais de grande porte é uma estratégia comercial de aproximação com novos clientes e uma vitrine sem igual para os produtos brasileiros, por isso levamos 70 quilos de sorbet de açaí para que varejistas, fornecedores, distribuidores, atacadistas e até mesmo chefs, que participaram da Gulfood, pudessem degustar e comprovar a nossa qualidade. É uma alegria ver a satisfação do público em cada prova. Isso mostra o potencial de mercado que temos ao redor do mundo. Essa feira é uma oportunidade de estabelecer relações comerciais que vão nos levar ainda mais longe”, conta João Zeppone, Ceo do Grupo Zeppone.

Dedicada ao processamento de frutas, produção de polpas e açaí, cremes e sorbets, além de frutas congeladas, a Polpanorte detém duas plantas industriais, em Japurá (PR) e Benevides (PA). Juntas, elas têm capacidade produtiva superior a 200 toneladas/dia de produtos acabados (sorbet de açaí, polpa de frutas e frutas congeladas).

Graças a um planejamento estratégico arrojado, que combina diversas frentes de atuação, a empresa vem conquistando cada vez mais o mercado nacional e expandindo para o exterior.