Crise não afeta programa de parcerias e investimentos

O secretário especial do Programa de Parceria e Investimentos (PPI), Adalberto Vasconcelos, afirmou na sexta-feira (19), que as concessões em infraestrutura do governo federal não vão parar por causa da crise política deflagrada com a revelação da deleção premiada de executivos da JBS.

Mais artigos...

  1. Temer: "não comprei silêncio e não renuncio"
  2. BNDES mantém serenidade em relação a economia
  3. Calendário da reforma trabalhista está suspenso no Senado
  4. FHC sugere que envolvidos renunciem
  5. Ministro é a favor de regime especial para professores
  6. Cresce a venda de imóveis novos pelo terceiro mês seguido
  7. Conflito com Coreia do Norte ‘é altamente possível’
  8. Indústria paulista gerou 8,5 mil postos de trabalho em abril
  9. Ministro da Educação diz que vai reformular o Fies
  10. Alckmin: política não pode ficar no plano secundário
  11. Países do leste europeu apoiam adesão à UE
  12. MP de débitos previdenciários
  13. OAS entregou ‘direitinho’ dinheiro para inserção de Lindbergh
  14. Déficit da Previdência tem números contundentes e está se ampliando
  15. Ainda ‘não há data’ para votação em plenário da reforma da Previdência
  16. Temer tem ‘paciência fantástica’ e consegue ‘amolecer as pessoas’
  17. União paga milhões em garantias de Estados e municípios
  18. Dilma “sugeriu” que casal transferisse conta para Cingapura
  19. Previdência: governo "chegou ao limite"
  20. Agropecuária do Brasil é uma das que mais crescem
  21. Luciano Guidolin na presidência da Odebrechet
  22. Novas estimativas do IBGE indicam safra ainda maior em 2017
  23. Petrobras tem lucro de R$ 4,4 bilhões no primeiro trimestre
  24. Correios: ‘modelo de monopólio é insustentável’
  25. Brasil precisa “eliminar raivosidades” para ser pacificado
  26. Ministro descarta falta de recursos do FGTS para habitação
  27. Ministro se diz impedido de atuar em processos do Bermudes
  28. Petrobras vai vender Refinaria de Pasadena e ativos na África
  29. Envio de médicos cubanos ao País poderá ser retomado
  30. 'Por que os partidos não expulsam envolvidos em corrupção?'
  31. Consumidores podem renegociar dívidas pela internet
  32. Impostômetro atinge a marca dos R$ 800 bilhões
  33. Coreia do Norte realizará sexto teste nuclear
  34. Eleição de Macron é importante para negociações Mercosul-UE
  35. Alckmin prorroga isenção de ICMS para taxistas
  36. BC: queda da Selic ‘contribuirá’ para recuperar a economia
  37. Presidente do BNDES diz ver internamente sinais de retomada
  38. Juros do rotativo do cartão caem pela metade
  39. Petrobras: ‘Lula tinha pleno conhecimento’
  40. Alckmin zera carga tributária para o setor têxtil
  41. Presos na Lava Jato pedem extensão de habeas concedido a Dirceu
  42. Rota 2030 dará vantagem a veículos de maior eficiência energética
  43. Vendas de automóveis novos caíram 3,7% em abril
  44. Cresceu a demanda por transporte aéreo doméstico
  45. Palocci não quer ser julgado pelo plenário do STF
  46. Meirelles: falta espaço fiscal para financiar investimentos
  47. Atraso na reforma servirá para tirar dúvidas, diz líder do governo
  48. Ex-diretor da OAS afirma que triplex estava ‘reservado’ a Lula
  49. Mudança na escolha de ministros do Supremo
  50. Comissão vai monitorar liberdade de imprensa
  51. O problema é a lentidão na demarcação de terras indígenas
  52. EUA defendem cooperação da Europa na crise da Venezuela
  53. Varejo paulista e o Dia das Mães
  54. Supremo revoga prisão preventiva de José Dirceu na Lava Jato
  55. Recuperação da indústria está aquém do previsto, mas é realidade, diz ministro
  56. Boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco a partir de julho
  57. Reforma da Previdência está sendo colocada de ‘forma equivocada’
  58. Greve ‘não deve prejudicar’ votação da Previdência
  59. Confiança da Indústria atinge maior nível desde 2014
  60. Trump: sagrado direito à autodefesa para todos cidadãos
  61. Previdência: relator debaterá com governistas, mas não mudará proposta
  62. Servidor público que acumula cargo pode receber mais que o teto
  63. Vendas dos supermercados tiveram alta
  64. Governo Central registra déficit de R$ 11 bi
  65. Centrais sindicais dão como certa grande adesão à greve geral amanhã
  66. Desemprego na Grande São Paulo chega a 18,5%
  67. Prefeitura fará recapeamento de 23 vias
  68. Alckmin: leilão de rodovias foi ‘prova de confiança’
  69. Rajoy defende reformas como saída para crise
  70. STF decide que goleiro Bruno deve voltar à prisão imediatamente
  71. STF revoga prisão domiciliar de Bumlai
  72. Balança tem superávit acumulado de US$ 19 bilhões até abril
  73. Leilão de energia termina com 31 lotes arrematados
  74. Reforma trabalhista deve ser concluída esta semana na Câmara
  75. Dados do BNDES mostram indícios de saída da recessão
  76. ‘Amplo apoio’ ao fim da obrigatoriedade do imposto sindical
  77. Aplicações no Tesouro Direto atingem recorde em março
  78. Alckmin: “Não há nada mais duro que você ser injustiçado”
  79. ‘O ideal seria Congresso disciplinar foro privilegiado’
  80. Rússia proíbe Testemunhas de Jeová
  81. Doria diz que Lula deveria ir ‘visitar Curitiba’
  82. Recuperação dos estados será prioridade no Senado
  83. Brasileiros estão mais otimistas em relação à queda da inflação
  84. Corujão da Cirurgia começa entre 15 e 30 de maio
  85. Sport é o único campeão brasileiro de 1987
  86. Nova política automotiva deve abrir mercado aos importados
  87. Meirelles: perda com mudanças na reforma será maior do que o previsto
  88. Relator: mudanças atendem o governo e a população
  89. Volkswagen: férias para 3,6 mil funcionários
  90. Projeto exige contratação de brigada de bombeiros civis
  91. Comércio cresceu 2,5% em março ante fevereiro
  92. Exigência de 49 anos pode ser alterada
  93. Reforma trabalhista passará sem sobressaltos
  94. Moraes: julgamento será ‘extremamente técnico’
  95. Genoino teria agradecido doações
  96. Governo realiza segundo leilão portuário do PPI
  97. Demissão ‘de comum acordo’ entre trabalhador e empresa
  98. Investigação de políticos pode durar até 5 anos no STF
  99. STJ deve julgar pedido de liberdade de Palocci
  100. Marcelo Odebrecht cita conta para Lula e Palocci