ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Barbosa diz que é possível reverter a queda do PIB brasileiro

Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa.

O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse que tem a expectativa de reverter, nos próximos meses, a projeção de queda do PIB para 2016, apostando que o Brasil conseguirá atrair mais investidores em obras de infraestrutura

Ele disse que a recuperação das exportações também ajudará.
Em documento enviado à Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, o governo estimou queda de 1,9% do PIB no ano que vem. A previsão substitui a proposta anterior de crescimento equivalente a 0,2%, em análise na CMO. Os números do documento trazem a revisão dos parâmetros econômicos que subsidiam a elaboração da proposta orçamentária para 2016.
Barbosa disse que, como toda projeção, a estimativa do governo também está sujeita a revisões.“Estamos trabalhando para que o crescimento se recupere o mais rápido possível. É bom lembrar que essas projeções são atualizadas toda semana pelo boletim do Banco Central Focus e essas projeções indicam que podemos recuperar o crescimento mais rapidamente e estamos trabalhando para isso”, afirmou.
O ministro deu essas informações ao participar do Fórum Sobre Infraestrutura de Transportes, promovido pelo jornal Folha de S. Paulo. Ela acredita que a retomada dos investimentos neste setor é que vai ajudar a reaquecer a economia. Questionado sobre o interesse dos investidores em relação ao Brasil, em um momento de demanda fraca no mercado interno, Nelson Barbosa observou que a compensação deve ser feita por meio das exportações (ABr).

Kátia e embaixadora discutem maior aproximação entre Brasil e EUA

Liliana Ayalde e Kátia Abreu falam sobre parceria Brasil-EUA.

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, discutiu com a embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde, mecanismos para maior aproximação entre os dois países. Atualmente, existem cinco mecanismos de interlocução. O objetivo, agora, é que o tema agricultura esteja presente em todos os fóruns. O principal mecanismo de interlocução dos temas agrícolas é o Conselho Consultivo Agrícola.
Katia Abreu e Liliana Ayalde definiram que tanto o governo brasileiro quanto o norte-americano vão trabalhar na formalização de uma agenda de encontros, em Washington, em fevereiro. Embora em encontros separados, a ideia é que os integrantes de cada um desses mecanismos de interlocução possam se reunir por uma semana na capital norte-americana.
“Vejo um momento muito particular, onde a negociação comercial e a agrícola estejam juntas”, disse a embaixadora, que considerou positivo o entusiasmo e a liderança da ministra Kátia Abreu. “Brasil e Estados Unidos têm uma grande tarefa no fornecimento de alimento e segurança alimentar como países exportadores de alimento”, disse a ministra.
Kátia Abreu e a embaixadora acertaram, ainda, que os dois países desenvolverão estudos para que em janeiro de 2016, durante a realização do Fórum Econômico Mundial, em Davos, possam anunciar a adesão à plataforma global, que reúne informações sobre nutrição e alimentos (Mapa).

Adele vende 2,3 milhões de cópias de ‘25’

A caminho de recorde, o novo álbum da cantora britânica Adele, “25”, vendeu 2,3 milhões de cópias nos três primeiros dias após seu lançamento no mercado norte-americano. Se continuar neste ritmo, a obra deve quebrar o recorde de vendas em uma semana, estabelecido pela ex-boy band ‘NSYNC em 2000, quando foram comercializadas 2,4 milhões de cópias de “No Strings Attached” em sete dias.
Para efeito de comparação, o álbum “1989”, sucesso lançado ano passado pela cantora Taylor Swift, vendeu 1,3 milhão de unidades neste mesmo período. “25” foi retirado dos serviços de streaming como o Spotify, o que pode ter contribuído para o sucesso de vendas. O trabalho anterior da cantora, que a lançou a fama em 2011, “21”, vendeu mais de 11 milhões de unidades apenas nos Estados Unidos (ANSA).

 

Mais artigos...

  1. Economia 24/11/2015
  2. Economia 20 a 23/11/2015
  3. Economia 19/11/2015
  4. Economia 18/11/2015
  5. Economia 17/11/2015
  6. Economia 14 a 16/11/2015
  7. Economia 13/11/2015
  8. Economia 12/11/2015
  9. Economia 11/11/2015
  10. Economia 10/11/2015
  11. Economia 07 a 09/11/2015
  12. Economia 06/11/2015
  13. Economia 05/11/2015
  14. Economia 04/11/2015
  15. Economia 30/10 a 03/11/2015
  16. Economia 29/10/2015
  17. Economia 28/10/2015
  18. Economia 27/10/2015
  19. Economia 24 a 26/10/2015
  20. Economia 23/10/2015
  21. Economia 23/10/2015
  22. Economia 22/10/2015
  23. Economia 21/10/2015
  24. Economia 20/10/2015
  25. Economia 17 a 19/10/2015
  26. Economia 16/10/2015
  27. Economia 15/10/2015
  28. Economia 14/10/2015
  29. Economia 10 a 13/10/2015
  30. Economia 10/10/2015
  31. Economia 08/10/2015
  32. Economia 07/10/2015
  33. Economia 06/10/2015
  34. Economia 03 a 05/10/2015
  35. Economia 02/10/2015
  36. Economia 01/10/2015
  37. Economia 30/09/2015
  38. Economia 29/09/2015
  39. Economia 26 a 28/09/2015
  40. Economia 25/09/2015
  41. Economia 24/09/2015
  42. Economia 23/09/2015
  43. Economia 22/09/2015
  44. Economia 19 a 21/09/2015
  45. Economia 18/09/2015
  46. Economia 17/09/2015
  47. Economia 16/09/2015
  48. Economia 15/09/2015
  49. Economia 12 a 14/09/2015
  50. Economia 11/09/2015
  51. Economia 10/09/2015
  52. Economia 09/09/2015
  53. Economia 05 a 08/09/2015
  54. Economia 04/09/2015
  55. Economia 03/09/2015
  56. Economia 02/09/2015
  57. Economia 01/09/2015
  58. Economia 29 a 31/08/2015
  59. Economia 28/08/2015
  60. Economia 27/08/2015
  61. Economia 26/08/2015
  62. Economia 25/08/2015
  63. Economia 22 a 24/08/2015
  64. Economia 21/08/2015
  65. Economia 20/08/2015
  66. Economia 19/08/2015
  67. Economia 18/08/2015
  68. Economia 15 a 17/08/2015
  69. Economia 14/08/2015
  70. Economia 13/08/2015
  71. Economia 12/08/2015
  72. Economia 11/08/2015
  73. Economia 08 a 10/08/2015
  74. Economia 07/08/2015
  75. Economia 06/08/2015
  76. Economia 05/08/2015
  77. Economia 04/08/2015
  78. Economia 01 a 03/08/2015
  79. Economia 31/07/2015
  80. Economia 30/07/2015
  81. Economia 29/07/2015
  82. Economia 28/07/2015
  83. Economia 25 a 27/07/2015
  84. Economia 24/07/2015
  85. Economia 23/07/2015
  86. Economia 22/07/2015
  87. Economia 21/07/2015
  88. Economia 18 a 20/07/2015
  89. Economia 17/07/2015
  90. Economia 16/07/2015
  91. Economia 15/07/2015
  92. Economia 14/07/2015
  93. Economia 09 a 13/07/2015
  94. Economia 08/07/2015
  95. Economia 07/07/2015
  96. Economia 04 a 06/04/2015
  97. Economia 03/07/2015
  98. Economia 02/07/2015
  99. Economia 01/07/2015
  100. Economia 30/06/2015

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171