ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Pagamento do 13º salário vai injetar R$ 173 bilhões na economia

 

Cerca de 84,4 milhões de trabalhadores irão recebero 13º salário em 2015.

O pagamento do 13º salário deve injetar na economia brasileira cerca de R$ 173 bilhões até dezembro de 2015, segundo estimativa do Dieese

O valor representa 2,9% do PIB. Aproximadamente 84,4 milhões de brasileiros devem receber o décimo terceiro salário este ano, o que irá significar renda extra de R$ 1.924.
O Dieese explica que o impacto é uma “projeção do volume total de 13º salário que entra na economia ao longo do ano, e não necessariamente nos dois últimos meses de 2015”, apesar de a maior parte do valor ser pago no final do ano. No cálculo, o Dieese considera os trabalhadores do mercado formal. Não leva em conta os autônomos, assalariados sem carteira assinada ou trabalhadores com outros contratos que recebem algum tipo de abono no fim do ano.
“Considerando-se apenas os beneficiários do INSS, o quantitativo chega a 32,6 milhões de pessoas e um valor de R$ 32,7 bilhões. Outros R$ 121,7 bilhões, ou 70,3% do total, irão para os empregados formalizados; incluindo os empregados domésticos. Aos aposentados e pensionistas da União, caberá o equivalente a R$ 8 bilhões (4,6%), aos aposentados e pensionistas dos Estados, R$ 8,6 bilhões (5,0%) e R$ 2,1 bilhões aos aposentados e pensionistas dos regimes próprios dos municípios”, informa o Dieese (ABr).

Acesso de agricultores familiares a sementes e mudas

acesso temporario

Os ministérios do Desenvolvimento Social do Desenvolvimento Agrário lançaram o Programa Nacional de Sementes e Mudas para a Agricultura Familiar. O programa amplia o acesso dos agricultores familiares a sementes e mudas de qualidade, adaptadas para cada região. Com maior uso de sementes nativas, o objetivo é fortalecer a produtividade dos agricultores familiares.
As ações visam a apoiar a produção, o melhoramento, resgate, a conservação, multiplicação e distribuição das sementes e mudas. Serão beneficiados agricultores familiares que têm Declaração de Aptidão ao Pronaf e que atendam aos requisitos estabelecidos para a aquisição de sementes do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).
Para a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, a ação estimula a oferta e organiza a produção de sementes no Brasil. “A semente é o maior símbolo de segurança alimentar e nutricional. Não existe segurança alimentar se o agricultor não tem domínio da própria produção”, afirmou (ABr).

Caiu a produção industrial na China

O crescimento do índice de produção industrial da China, que mede a atividade nas fábricas, oficinas e minas do país, caiu para o nível mais baixo dos últimos seis meses em outubro, anunciou ontem (11) o Gabinete Nacional de Estatísticas. A taxa foi 5,6%, ligeiramente abaixo da marca de 5,7% registrada em setembro.
O gabinete informou que o investimento em ativos fixos, que mede os gastos em infraestrutura, avançou 10,2%, entre janeiro e outubro de 2015, em relação ao mesmo período do ano passado. As vendas no varejo, um indicador-chave do consumo, cresceu 11%, o valor mais alto desde dezembro de 2014, quando avançou 11,9%. A economia chinesa registrou no terceiro trimestre deste ano o mais baixo crescimento desde o pico da crise financeira internacional (6,9%), mas dentro da meta do governo para 2015, de “cerca de 7%” (Ag. Lusa).

Mais artigos...

  1. Economia 11/11/2015
  2. Economia 10/11/2015
  3. Economia 07 a 09/11/2015
  4. Economia 06/11/2015
  5. Economia 05/11/2015
  6. Economia 04/11/2015
  7. Economia 30/10 a 03/11/2015
  8. Economia 29/10/2015
  9. Economia 28/10/2015
  10. Economia 27/10/2015
  11. Economia 24 a 26/10/2015
  12. Economia 23/10/2015
  13. Economia 23/10/2015
  14. Economia 22/10/2015
  15. Economia 21/10/2015
  16. Economia 20/10/2015
  17. Economia 17 a 19/10/2015
  18. Economia 16/10/2015
  19. Economia 15/10/2015
  20. Economia 14/10/2015
  21. Economia 10 a 13/10/2015
  22. Economia 10/10/2015
  23. Economia 08/10/2015
  24. Economia 07/10/2015
  25. Economia 06/10/2015
  26. Economia 03 a 05/10/2015
  27. Economia 02/10/2015
  28. Economia 01/10/2015
  29. Economia 30/09/2015
  30. Economia 29/09/2015
  31. Economia 26 a 28/09/2015
  32. Economia 25/09/2015
  33. Economia 24/09/2015
  34. Economia 23/09/2015
  35. Economia 22/09/2015
  36. Economia 19 a 21/09/2015
  37. Economia 18/09/2015
  38. Economia 17/09/2015
  39. Economia 16/09/2015
  40. Economia 15/09/2015
  41. Economia 12 a 14/09/2015
  42. Economia 11/09/2015
  43. Economia 10/09/2015
  44. Economia 09/09/2015
  45. Economia 05 a 08/09/2015
  46. Economia 04/09/2015
  47. Economia 03/09/2015
  48. Economia 02/09/2015
  49. Economia 01/09/2015
  50. Economia 29 a 31/08/2015
  51. Economia 28/08/2015
  52. Economia 27/08/2015
  53. Economia 26/08/2015
  54. Economia 25/08/2015
  55. Economia 22 a 24/08/2015
  56. Economia 21/08/2015
  57. Economia 20/08/2015
  58. Economia 19/08/2015
  59. Economia 18/08/2015
  60. Economia 15 a 17/08/2015
  61. Economia 14/08/2015
  62. Economia 13/08/2015
  63. Economia 12/08/2015
  64. Economia 11/08/2015
  65. Economia 08 a 10/08/2015
  66. Economia 07/08/2015
  67. Economia 06/08/2015
  68. Economia 05/08/2015
  69. Economia 04/08/2015
  70. Economia 01 a 03/08/2015
  71. Economia 31/07/2015
  72. Economia 30/07/2015
  73. Economia 29/07/2015
  74. Economia 28/07/2015
  75. Economia 25 a 27/07/2015
  76. Economia 24/07/2015
  77. Economia 23/07/2015
  78. Economia 22/07/2015
  79. Economia 21/07/2015
  80. Economia 18 a 20/07/2015
  81. Economia 17/07/2015
  82. Economia 16/07/2015
  83. Economia 15/07/2015
  84. Economia 14/07/2015
  85. Economia 09 a 13/07/2015
  86. Economia 08/07/2015
  87. Economia 07/07/2015
  88. Economia 04 a 06/04/2015
  89. Economia 03/07/2015
  90. Economia 02/07/2015
  91. Economia 01/07/2015
  92. Economia 30/06/2015
  93. Economia 27/06/2015
  94. Economia 26/06/2015
  95. Economia 25/06/2015
  96. Economia 24/06/2015
  97. Economia 23/06/2015
  98. Economia 20/06/2015
  99. Economia 19/06/2015
  100. Economia 18/06/2015

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171