ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Embarques de café já somam 18,3 milhões de sacas

Os embarques, principalmente para a UE, EU e Japão, representaram US$ 2,7 bilhões.

As exportações brasileiras de café atingiram 18,3 milhões de sacas de 60 de kg de janeiro a julho

Os embarques, principalmente para a União Europeia, Estados Unidos e Japão, representaram US$ 2,7 bilhões. Os dados são do Informe Estatístico do Café, atualizado mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura.
Segundo Airton Camargo, assessor do Departamento de Crédito, Recursos e Riscos da SPA, nesses sete meses, os preços do café arábica aumentaram 1,47% no mercado interno. Já o grão conilon teve acréscimo de 5,38% no acumulado do ano. Os preços médios do produto exportado, que vinham se mantendo estabilizados por volta de US$ 147 a saca, em julho tiveram aumento de US$ 9 a saca ou 6,12%, refletindo as elevações dos mercados interno e externo no período.
Houve redução de receita por conta da quantidade exportada, que ficou quase 14% abaixo do mês anterior e 26,44% inferior à quantidade média mensal por causa da escassez do produto. Na balança comercial do agronegócio brasileiro, o café mantém o quinto lugar entre as commodities de maior destaque, representando 5,1% de todas as exportações do setor, atrás do complexo soja, carnes (bovina, de ave e suína), produtos florestais e sucroalcooleiros (Mapa).

Segmento atacadista distribuidor volta a respirar

Divulgação

O difícil cenário econômico vivido pelo país desde o início de 2015 impôs perdas a praticamente todos os segmentos econômicos, incluindo o atacadista distribuidor. Contudo, ao encerrar-se o primeiro semestre de 2016, este segmento sinaliza de forma mais consistente uma leve recuperação, segundo os resultados da pesquisa mensal do Banco de Dados ABAD, realizada pela FIA (Fundação Instituto de Administração).
As perdas reais acumuladas no ano passaram de -0,7%, em maio, para -0,22% em junho, aproximando o setor da projeção de estabilidade anunciada no início do ano. Levando-se em conta que a economia ainda apresenta algum grau de incerteza, o resultado, embora ainda negativo, é considerado satisfatório. Já os dados nominais (não deflacionados) de junho apontam crescimento de 4,5% em relação a maio e 11,31% na comparação com o junho do ano passado. No acumulado do ano, a variação é de 9,41% sobre os primeiros seis meses de 2015.
Somados aos resultados da pesquisa Termômetro de Vendas, também apurada pela FIA, que oferece uma projeção para o mês recém-terminado (julho), os dados disponíveis embasam o aumento do otimismo do setor quanto a encerrar o ano com um pequeno crescimento de até 1%. Segundo o Termômetro de Vendas de julho, a variação nominal do faturamento do setor será positiva em todas as análises: 3,03% em relação a junho, 7,49% em relação a julho de 2015 e 9,12% no acumulado do ano, em relação ao mesmo período de 2015.
Para o presidente da ABAD, José do Egito Frota Lopes Filho, o cenário de otimismo é complementado pelas recentes pesquisas que apontam o aumento da confiança do consumidor e da indústria, que devem levar a alguma recuperação no consumo no segundo semestre (Abad).

Brasil tem instrumentos de resistência a choques econômicos

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, afirmou na sexta-feira (12) que o sistema financeiro brasileiro tem instrumentos capazes de manter o país mais resistente aos efeitos de choques internacionais. Ele defendeu como estratégia para resgatar a confiança na economia a necessidade de fortalecer o tripé macroeconômico que são a responsabilidade fiscal, o controle da inflação e o câmbio flutuante.
Essas afirmações foram feitas durante a cerimônia de abertura do 11º Seminário sobre Riscos, Estabilidade Financeira e Economia Bancária, que ocorreu ao longo do dia no Hotel Intercontinental, na região dos Jardins, em São Paulo. Na avaliação do presidente do BC, o país reúne as condições para cumprir as metas de inflação e a convergência para levar a taxa para 4,5%, em 2017.
Ele também destacou que o Banco Central se ocupa da educação e proteção financeira em termos tecnológicos diante das inovações, com as atenções voltadas, especialmente, para o grande contingente da população inserida no sistema financeiro a partir de meados da década passada (ABr).

 

Mais artigos...

  1. Economia 12/08/2016
  2. Economia 11/08/2016
  3. Economia 10/08/2016
  4. Economia 09/08/2016
  5. Economia 06 a 08/08/2016
  6. Economia 05/08/2016
  7. Economia 04/08/2016
  8. Economia 03/08/2016
  9. Economia 02/08/2016
  10. Economia 30/07 a 01/08/2016
  11. Economia 29/07/2016
  12. Economia 28/07/2016
  13. Economia 27/07/2016
  14. Economia 26/07/2016
  15. Economia 23 a 25/07/2016
  16. Economia 22/07/2016
  17. Economia 21/07/2016
  18. Economia 20/07/2016
  19. Economia 19/07/2016
  20. Economia 16 a 18/07/2016
  21. Economia 15/07/2016
  22. Economia 14/07/2016
  23. Economia 13/07/2016
  24. Economia 12/07/2016
  25. Economia 09 a 11/07/2016
  26. Economia 08/07/2016
  27. Economia 07/07/2016
  28. Economia 06/07/2016
  29. Economia 05/07/2016
  30. Economia 02 a 04/07/2016
  31. Economia 01/07/2016
  32. Economia 30/06/2016
  33. Economia 29/06/2016
  34. Economia 28/06/2016
  35. Economia 25 a 27/06/2016
  36. Economia 24/06/2016
  37. Economia 23/06/2016
  38. Economia 22/06/2016
  39. Economia 21/06/2016
  40. Economia 18 a 20/06/2016
  41. Economia 17/06/2016
  42. Economia 16/06/2016
  43. Economia 15/06/2016
  44. Economia 14/06/2016
  45. Economia 11 a 13/06/2016
  46. Economia 10/06/2016
  47. Economia 09/06/2016
  48. Economia 08/06/2016
  49. Economia 07/06/2016
  50. Economia 04 a 06/06/2016
  51. Economia 03/06/2016
  52. Economia 02/06/2016
  53. Economia 01/06/2016
  54. Economia 31/05/2016
  55. Economia 26 a 30/05/2016
  56. Economia 25/05/2016
  57. Economia 24/05/2016
  58. Economia 21 a 23/05/2016
  59. Economia 20/05/2016
  60. Economia 19/05/2016
  61. Economia 18/05/2016
  62. Economia 17/05/2016
  63. Economia 14 a 16/05/2016
  64. Economia 13/05/2016
  65. Economia 12/05/2016
  66. Economia 11/05/2016
  67. Economia 10/05/2016
  68. Economia 07 a 09/05/2016
  69. Economia 06/05/2016
  70. Economia 05/05/2016
  71. Economia 04/05/2016
  72. Economia 03/05/2016
  73. Economia 30/04 a 02/05/2016
  74. Economia 29/04/2016
  75. Economia 27/04/2016
  76. Economia 26/04/2016
  77. Economia 16/04/2016
  78. Economia 21 a 25/04/2016
  79. Economia 20/04/2016
  80. Economia 19/04/2016
  81. Economia 16 a 18/04/2016
  82. Economia 15/04/2016
  83. Economia 14/04/2016
  84. Economia 13/04/2016
  85. Economia 12/04/2016
  86. Economia 09 a 11/04/2016
  87. Economia 08/04/2016
  88. Economia 07/04/2016
  89. Economia 06/04/2016
  90. Economia 05/04/2016
  91. Economia 02 a 04/04/2016
  92. Economia 01/04/2016
  93. Economia 31/03/2016
  94. Economia 30/03/2016
  95. Economia 29/03/2016
  96. Economia 25 a 28/03/2016
  97. Economia 24/03/2016
  98. Economia 23/03/2016
  99. Economia 22/03/2016
  100. Economia 19 a 21/03/2016

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171