ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

IBGE: PIB fecha 2015 com queda de 3,8%

O único setor avaliado que registrou crescimento no período foi a agropecuária.

O Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços produzidos no país – teve queda de 3,8% em 2015, a maior desde o início da série histórica atual, iniciada em 1996, na série sem ajuste sazonal

Os dados relativos ao fechamento da economia brasileira no ano passado foram divulgados ontem (3) pelo IBGE, juntamente com o resultado do PIB do 4º trimestre do ano passado, que fechou com redução de 1,4% na série com ajuste sazonal na comparação com o trimestre anterior. Em valores correntes, o PIB fechou o ano passado em R$ 5,904 trilhões.
A retração da economia em 2015 reflete retrações em praticamente todos os setores da economia, com destaque para Formação Bruta de Capital Fixo (investimento em bens de capital), com queda de 14,1%. Os dados indicam também quedas significativas na Indústria (6,2%) e nos serviços (2,7%). O único setor avaliado que registrou crescimento no período foi a agropecuária, com crescimento de 1,8%.
Ao contrário das exportações de bens e serviços que cresceram 6,1% em 2015, as importações de bens e serviços fecharam com retração de 14,3%. Com o PIB de R$ 5,9 trilhões em valores correntes, o PIB per capita do país fechou em R$ 28,876 mil, o que representa queda de 4,6% sobre 2014. A queda de 6,2% no setor industrial revela resultados negativos da atividade. A exceção foi a extrativa mineral que cresceu no ano 4,9%. A produção e a distribuição de eletricidade, gás e água caíram 1,4%; a construção civil 7,6% e a indústria de transformação 9,7% (ABr).

Problema no programa do IR faz Receita trocar versão

size 810 16 9 imposto-de-renda-2016 temproario

Os contribuintes que baixaram o programa gerador do Imposto de Renda Pessoa Física 2016, mas não enviaram as informações, terão que fazer o download de uma nova versão do aplicativo. Foi detectado um problema na versão original que não permitia a verificação do Cadastro de Pessoa Física (CPF) de dependentes, segundo o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir.
Ele explicou que os contribuintes que já enviaram a declaração não precisam ficar preocupados porque a Receita Federal fará uma revisão das declarações já enviadas para procurar eventuais erros. Quem preencheu a declaração, total ou parcialmente, e ainda não transmitiu para a Receita, não vai perder dados. “Não precisa fazer nada porque o arquivo gerador da declaração poderá ser recuperado do computador da pessoa”, destacou.
O contribuinte deve baixar a nova versão, finalizar o preenchimento e fazer a transmissão. Se tentar transmitir a declaração feita na versão antiga do programa, receberá um aviso alertando sobre a necessidade de fazer o download e utilizar a nova versão. Até às 11h00 de ontem (3), 679.931 declarações foram recebidas pela Receita. De acordo com Joaquim Adir, a expectativa é de que 28,5 milhões de contribuintes entreguem a declaração. O prazo termina no dia 29 de abril (ABr).

Aluguel com aniversário em março subirá 12,08%
O aluguel residencial em andamento com aniversário em março e correção pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), da FGV (Fundação Getúlio Vargas), sofrerá atualização de 12,08% no seu valor. O IGP-M é um dos principais indicadores para reajustes contratuais por ser o primeiro a ser divulgado, ainda dentro do mês de referência. 
Assim, a divulgação de variação mensal de 1,29% no mês de fevereiro fecha o comportamento dos preços no período compreendido entre março de 2015 e fevereiro deste ano.
Para facilitar o cálculo do novo aluguel, o Secovi-SP (Sindicato da Habitação) divulga fator de atualização, que, no caso, será de 1,1208. Por exemplo: para atualizar um aluguel de R$ 1.600,00, que vigorou até fevereiro de 2016, realiza-se a multiplicação de R$ 1.600,00 por 1,1208, que resultará em R$ 1.793,28, que é o aluguel de março, a ser pago no final de março ou início de abril.
 
 

 

Aluguel com aniversário em março subirá 12,08%

Mais artigos...

  1. Economia 03/03/2016
  2. Economia 02/03/2016
  3. Economia 01/03/2016
  4. Economia 27 a 29/02/2016
  5. Economia 26/02/2016
  6. Economia 25/02/2016
  7. Economia 24/02/2016
  8. Economia 23/02/2016
  9. Economia 20 a 22/02/2016
  10. Economia 19/02/2016
  11. Economia 18/02/2016
  12. Economia 17/02/2016
  13. Economia 16/02/2016
  14. Economia 13 a 15/02/2016
  15. Economia 12/02/2016
  16. Economia 06 a 10/02/2016
  17. Economia 05/02/2016
  18. Economia 11/02/2016
  19. Economia 03/02/2016
  20. Economia 02/02/2016
  21. Economia 30/01 a 01/02/2016
  22. Economia 29/01/2016
  23. Economia 28/01/2016
  24. Economia 27/01/2016
  25. Economia 23 a 26/01/2016
  26. Economia 22/01/2016
  27. Economia 21/01/2016
  28. Economia 20/01/2016
  29. Economia 19/01/2016
  30. Economia 16 a 18/01/2016
  31. Economia 15/01/2016
  32. Economia 14/01/2016
  33. Economia 13/01/2016
  34. Economia 12/01/2016
  35. Economia 09 a 11/01/2016
  36. Economia 08/01/2016
  37. Economia 07/01/2016
  38. Economia 06/01/2016
  39. Economia 05/01/2016
  40. Economia 31/12/2015 a 04/01/2016
  41. Economia 30/12/2015
  42. Economia 29/12/2015
  43. Economia 24 a 28/12/2015
  44. Economia 23/12/2015
  45. Economia 22/12/2015
  46. Economia 19 a 21/12/2015
  47. Economia 18/12/2015
  48. Economia 17/12/2015
  49. Economia 16/12/2015
  50. Economia 115/12/2015
  51. Economia 12 a 14/12/2015
  52. Economia 11/12/2015
  53. Economia 10/12/2015
  54. Economia 09/12/2015
  55. Economia 08/12/2015
  56. Economia 05 a 07/12/2015
  57. Economia 04/12/2015
  58. Economia 03/12/2015
  59. Economia 02/12/2015
  60. Economia 01/12/2015
  61. Economia 28 a 30/11/2015
  62. Economia 27/11/2015
  63. Economia 26/11/2015
  64. Economia 25/11/2015
  65. Economia 24/11/2015
  66. Economia 20 a 23/11/2015
  67. Economia 19/11/2015
  68. Economia 18/11/2015
  69. Economia 17/11/2015
  70. Economia 14 a 16/11/2015
  71. Economia 13/11/2015
  72. Economia 12/11/2015
  73. Economia 11/11/2015
  74. Economia 10/11/2015
  75. Economia 07 a 09/11/2015
  76. Economia 06/11/2015
  77. Economia 05/11/2015
  78. Economia 04/11/2015
  79. Economia 30/10 a 03/11/2015
  80. Economia 29/10/2015
  81. Economia 28/10/2015
  82. Economia 27/10/2015
  83. Economia 24 a 26/10/2015
  84. Economia 23/10/2015
  85. Economia 23/10/2015
  86. Economia 22/10/2015
  87. Economia 21/10/2015
  88. Economia 20/10/2015
  89. Economia 17 a 19/10/2015
  90. Economia 16/10/2015
  91. Economia 15/10/2015
  92. Economia 14/10/2015
  93. Economia 10 a 13/10/2015
  94. Economia 10/10/2015
  95. Economia 08/10/2015
  96. Economia 07/10/2015
  97. Economia 06/10/2015
  98. Economia 03 a 05/10/2015
  99. Economia 02/10/2015
  100. Economia 01/10/2015

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171