ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Muito mais que eventos, o cliente quer experiências inesquecíveis

Se você der uma pequena "zapeada" na internet, com certeza encontrará inúmeras matérias que falam sobre experiência do cliente e como ela tem se tornado essencial para o sucesso de um negócio

Beatriz Oliveira (*)

Essa palavrinha simples ganha cada vez mais força em todos os setores da economia: varejo, e-commerce, serviços, recursos humanos etc..
Claro que a área de eventos não poderia ficar de fora dessa forte tendência. Quando falamos do setor, é preciso que os creators (como são chamados os organizadores de eventos) parem de pensar de forma quadrada e entendam que os participantes de um show, festival (ou qualquer outro formato) não querem mais apenas "um ingresso", mas sim procuram por uma experiência que proporcionem memórias marcantes.
O Réveillon é um dos melhores exemplos para ilustrar como o comportamento do público tem mudado, o que antes era apenas uma festa de final de ano, geralmente simples e, algumas vezes até estressante com filas e desorganização, se transformou em uma série de experiências de turismo e ativações para marcas.
Em nossa plataforma conseguimos notar as mudanças nos últimos anos. A procura pelos destinos de Réveillon não se dá mais apenas pelo local, mas principalmente pelo conjunto que é oferecido pelos creators, e com bastante antecedência, em março já vemos a busca crescente por eventos como este. Além disso, é comum ter eventos dentro de eventos, os chamados eventos satélites com ativações diversas que geram entretenimento e agregam valor ao pacote da festa.
Portanto, quando falamos do ecossistema de eventos, é preciso que os organizadores pensem em todos os pontos de contato com os participantes e público-alvo, desde a compra, entrada, estacionamento, reembolso e, claro, o pós-evento (tão importante quanto o durante, para quem quer fidelizar o cliente para as próximas ativações, e voltem).
Os creators andam tão preocupados com as experiências que seus participantes viverão (ou não) nos shows, festas e afins, que já criaram apps em que eles podem fotografar alguma irregularidade e postar para que se resolva o problema na hora ou até que seja feito o reembolso do participante.
Lembre-se: o cliente está de olho em todos os detalhes e se você quer um evento de sucesso e fidelização, é melhor usar a tecnologia a seu favor e ouvi-lo com atenção.

(*) é Profissional de marketing com mais de 15 anos de experiência, focada na geração de demanda, inbound marketing, prosicionamento de marca e conscientização, Beatriz Oliveira é atual Heal de Marketing da Eventbrite Brasil, maior plataforma de tecnologia para eventos e venda de ingressos do mundo.

Outras Matérias sobre Tecnologia

 

Mais Lidas

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171