ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Aplicativos despontam no combate à violência contra a mulher

Ferramentas auxiliam a denunciar casos de agressão. "É a tecnologia em favor da vida", afirma o especialista em tecnologia e desenvolvimento digital, Bruno Ducatti

1- Salve Maria – Piauí - O aplicativo é um serviço do Governo do Estado do Piauí que viabiliza do envio de denúncias da população de forma anônima. As mensagens são enviadas através de um canal seguro e recebidas por um servidor público que dará seguimento para que sejam tomadas as providências cabíveis ao caso. A ferramenta tem mais de 10 mil downloads e já foi reconhecida internacionalmente.

2- Apoio Vítima - A Mulher Século XXI - Associação de Desenvolvimento e Apoio às Mulheres é uma Organização Não Governamental dos Direitos das Mulheres, reconhecida como Instituição de Utilidade Pública, que intervém maioritariamente na promoção da Igualdade de Género, bem como na prevenção e combate à Violência de Género e à Violência Doméstica e apoio e proteção das vítimas. É a entidade responsável pelo Centro de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica do Distrito de Leiria e pela Linha de Apoio à Vítima Idosa de Violência Doméstica (800 210 340).

3- SOS Mulher - O aplicativo tem como objetivo promover a ação protetiva às pessoas em situação de vulnerabilidade. Desenvolvido pela Polícia Militar do Estado de São Paulo, o aplicativo possibilita que pessoas abrangidas por medida protetiva concedida pela Justiça, acionem o serviço de emergência 190 nos casos de risco à integridade física ou a própria vida.

4- PenhaS - O aplicativo possui 3 áreas. A primeira com informações, quiz e mapa com pontos de apoio. Na segunda, um chat para que as mulheres possam conversar com outras mulheres. Na terceira, poderá criar uma rede de proteção, além de poder gravar alguma agressão e ligar direto para a polícia.

5- Salve Maria - Uberlândia - Este aplicativo é um serviço da Prefeitura de Uberlândia que viabiliza o envio de denúncias de violência contra a mulher. As mensagens são enviadas através de um canal seguro e recebidas por um servidor público que dará seguimento para que sejam tomadas as providências cabíveis ao caso. O aplicativo conta com o botão do pânico, que envia sua solicitação para as autoridades em caso de violência contra a mulher.

6- Juntas - Uma rede de proteção e empoderamento - Juntas possibilita criar uma rede de proteção e de empoderamento para mulheres. O aplicativo conecta mulheres a uma rede de proteção formada por pessoas de sua confiança, que poderá ser acionada em situações de perigo. Além disso, disponibiliza um conjunto de estudos, pesquisas e informações sobre o tema e da rede de serviços voltadas ao enfrentamento da violência contra mulheres.

7- Rede Mete a Colher - Com a premissa de unir mulheres, o nome subverte o velho ditado "em briga de marido e mulher, ninguém Mete a Colher". O Mete a Colher é uma rede colaborativa que auxilia mulheres que vivenciam a violência doméstica. O aplicativo, que contabiliza mais de 10 mil downloads, conecta diretamente mulheres que precisam de ajuda com outras que podem oferecer apoio de forma voluntária. A plataforma conta com três categorias de pedidos de ajuda: apoio emocional, orientação jurídica e inserção no mercado de trabalho: auxiliar as mulheres na procura de um emprego para largar a dependência financeira do parceiro.

Outras Matérias sobre Tecnologia

 

Mais Lidas

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171