ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Liberdade de acesso à internet retrocede em todo o mundo

A liberdade de expressão na internet caiu em 32 dos 65 países analisados pela Freedom House desde junho de 2014.

A liberdade de acesso à internet retrocedeu pelo quinto ano consecutivo em todo o mundo, de acordo com um relatório divulgado ontem (28) pela Freedom House que aponta “recuos notáveis” na Líbia, Ucrânia e França

Quase seis em cada dez pessoas (58%) em todo o mundo vivem em algum país onde internautas ou bloggers foram presos por terem compartilhado online conteúdos de conotação política, social ou religioso, diz o relatório anual da ONG de defesa de direitos humanos.
A liberdade de expressão na internet caiu em 32 dos 65 países analisados pela Freedom House desde junho de 2014. Foram registrados “declínios notáveis” na Líbia, França e, pelo segundo ano consecutivo, na Ucrânia, devido ao conflito territorial e à “guerra propagandística” com a Rússia, diz a Freedom House em comunicado.
“A posição da França caiu, pricipalmente, por causa das problemáticas políticas adotadas após os atentados terroristas ao [jornal satírico] Charlie Hebdo” em janeiro, explica a organização. A ONG cita, como exemplo, uma lei aprovada pelo Parlamento francês, em junho, que reforça os poderes dos serviços de informações, em nome da luta contra o terrorismo. A lei define um regime de autorização e de controle de técnicas de espionagem, como escutas, vigilância com câmaras ocultas ou acesso a redes de telecomunicações.
Apesar da queda, a França ocupa a nona posição entre os 18 países classificados como livres – com 24 pontos contra 20 em 2014, em uma escala em que 0 reflete o mais alto grau de liberdade. A Líbia, está entre as 28 nações ‘parcialmente livres’ e viu a sua pontuação no ranking cair, depois de junho do ano passado, devido “à inquietante violência contra bloggers, novos casos de censura política e aumento nos preços de serviços de internet e celular”.
Depois da primavera árabe de 2011 e do papel desempenhado à época pelas redes sociais, a maioria dos países do Magrebe (noroeste da África) e do Oriente Médio reforçou o controlo sobre a internet, de acordo com o relatório, que avaliou o período compreendido entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2014. Segundo a Freedom House, 14 governos, de um total de 65 países, aprovaram leis ao longo do ano passado para reforçar a vigilância online. A China apresenta a pior marca do relatório (88 pontos), enquadrando-se no conjunto de 19 países ‘não livres’, atrás da Síria e do Iraque.
O país melhor posicionado é a Islândia, com 6 pontos, seguida da Estônia, Canadá, Alemanha, Austrália, Estados Unidos, Japão e Itália. O Brasil divide a 18ª posição do ranking, ao lado do Quênia, ambos com 29 pontos e no limite da classificação de país com internet livre (Ag. Lusa).

PF combate comércio ilegal de ouro e ação de pedófilos

Os investigadores identificaram extração ilegal de ouro em áreas extensas.

A Polícia Federal deflagrou na manhã de ontem (28) a Operação Mãe do Ouro, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que tem explorado e comercializado ilegalmente ouro no norte de Mato Grosso. Ao todo, 19 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos, além de 11 mandados de prisão preventiva e um de condução coercitiva, expedidos pela Justiça Federal em Sinop.
Os investigadores identificaram extração ilegal de ouro em em áreas extensas, com o auxílio de maquinas pesadas, o que tem causado “grave degradação ao meio ambiente”, informa nota da PF. Os criminosos agiam também na Secretaria de Estado de Meio Ambiente, onde corromperam e cooptaram servidores. O mineral vinha sendo comercializado em postos de compra localizados nas cidades de Nova Bandeirantes, Alta Floresta, Apiacás e Peixoto de Azevedo – todas em Mato Grosso.
Em outra operação, a Temeluche, que combate crime de pedofilia na região metropolitana do Pará, a PF prendeu duas pessoas em flagrante, a partir de cinco mandados de busca e apreensão. Um dos presos, de 40 anos, tinha um pen drive “com conteúdo pornográfico infantil”. Ele já estava na Superintendência da PF no Pará. Até o momento, os investigadores contabilizam mais de 20 pessoas envolvidas no caso. Diversas mídias eletrônicas foram apreendidas e serão analisadas pelos peritos criminais federais (ABr).

Gênio da Microsoft, Bill Gates completou 60 anos

William Henry Gates III, o Bill Gates

Ontem (28), William Henry Gates III, o Bill Gates, gênio visionário por trás do sistema operacional que deu início a era dos computadores pessoais, soprou 60 velinhas. Aos 19 anos, ele fundou a Microsoft, empresa que dispensa apresentação, aos 32, já era bilionário. Ele foi por anos o homem mais rico do mundo e isso permitiu que desse adeus a essa vida, dedicando-se à filantropia.
Gates nasceu em 1955 em uma família de origens britânicas, alemãs, irlandesas e escocesas. Aos 13 anos, foi aceito na prestigiada escola privada Lakeside, em Seattle, onde teve acesso pela primeira vez a um computador, equipamento do qual se tornaria inseparável. Junto ao companheiro de estudos Paul Allen, com quem dividia a paixão pela informática, fundou em abril de 1975 a Microsoft.
O geek se casou em 1994 com Melinda French, hoje Gates, com quem teve três filhos, Jennifer Katharine, Rory John e Phoebe Adele. Ele deixará para a prole, cerca de US$ 10 milhões para cada e o resto será doado para entidades filantrópicas após sua morte. Em 2008, Gates deixou a administração da Microsoft para se dedicar a Fundação Bill e Melinda Gates, através da qual já doou mais de US$ 30 bilhões. Novamente em 2015, Gates foi listado pela revista norte-americana “Forbes” como o homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada de US$ 79,2 bilhões (ANSA).

 
Depois da carne processada, café entra na mira da OMS

Após as carnes processadas, como bacon e salame, terem entrado para a lista da Organização Mundial da Saúde (OMS) de alimentos que podem causar câncer, o café agora está na mira dos pesquisadores.

A Agência para Pesquisas de Câncer (Iarc, na sigla em inglês) está investigando a ação da bebida no corpo humano e deve publicar um relatório no final de maio de 2016. O chá e o mate também estão no escopo da pesquisa. Atualmente, muitos especialistas acreditam que existe uma ligação entre o consumo de bebidas quentes e a incidência de câncer. Bebidas geladas também poderiam apresentar risco.
No começo desta semana, a carne processada foi elevada ao “Grupo 1” de perigo, que inclui tabaco, amianto e fumaça de diesel. De acordo com a OMS, carnes vermelhas não processadas são menos perigosas, mas ainda assim “provavelmente carcinogênicas” e estão ligadas a casos de câncer de pâncreas e de próstata (ANSA).

Cresce a violência contra mulheres na América Central

Mulheres da América Central e do México estão fugindo de seus países para escapar do aumento da violência por parte de gangues e outros grupos criminosos. A fuga pode provocar uma crise iminente de refugiados nas Américas e exige uma ação urgente e coordenada de todos os países da região, alertou o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur). Em nota, o alto comissário da ONU, António Guterres, afirmou em Washington, durante o lançamento do relatório Mulheres em Fuga, que a violência de grupos criminosos organizados transnacionais em El Salvador, Guatemala, Honduras e partes do México “tornou-se generalizada”.

Em agosto, o Acnur entrevistou 160 mulheres de El Salvador, da Guatemala, do México e de Honduras, radicadas nos Estados Unidos desde outubro de 2013. Segundo o órgão, 85% das mulheres entrevistadas disseram que moravam em bairros controlados por grupos armados criminosos, 64% relataram ameaças e ataques de gangues, 10% afirmaram ter sido perseguidas pela polícia e 58% informaram abuso sexual e estupro.
“O relatório é um alerta prévio para aumentar a consciência dos desafios que as mulheres refugiadas enfrentam e um apelo a uma resposta regional para uma crise que se aproxima”, acrescentou Guterres. O Acnur recomenda a todos os países das Américas Central e do Norte que reconheçam o crescente número de refugiados na região, estabeleçam uma capacidade adequada nas fronteiras para assegurar a identificação das pessoas que necessitam de proteção internacional e avancem rapidamente em direção a uma abordagem regional coordenada para este problema. A intenção é melhorar o acesso à proteção, garantir soluções para os refugiados e combater as causas do deslocamento forçado (ABr).

MARIN ACEITOU EXTRADIÇÃO AOS EUA

O governo da Suíça anunciou ontem (28) que o ex-presidente da CBF, José Maria Marin, aceitou ser extraditado aos Estados Unidos. Ele está preso desde 27 de maio, em Zurique, por corrupção em contratos televisivos de futebol. Sua detenção ocorreu junto com a de outros cartolas investigados por ambos os países em uma operação contra ilegalidades na Fifa. O cartola aceitou a extradição e, por isso, o processo deverá ser acelerado e simplificado. Segundo a lei suíça, Marin tem 10 dias para ser levado ao país norte-americano com uma escolta policial dos EUA.
Também preso, o ex-dirigente da Fifa, Jeffrey Webb, já havia concordado com a extradição e foi levado aos Estados Unidos no dia 15 de julho. Os advogados de Marin estudam negociar com a justiça norte-americana para que a pena seja cumprida em uma espécie de prisão domiciliar mediante o pagamento de R$ 38 milhões de fiança. 
As investigações realizada pela Procuradoria de Nova York descobriram que o ex-presidente da CBF seria um dos cinco beneficiários de uma propina de US$110 milhões paga para negociações de direito de transmissão da Copa América. Marin e os outros envolvidos teriam feito com que a Conmebol e a Concacaf cedessem os direitos mundiais de transmissão da Copa América dos anos de 2015, 2016, 2019 e 2013, além da Copa do Brasil de 2013 e 2022 (ANSA).

 
 
 
 
 
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171