ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Cadastro Positivo pode favorecer 137 milhões de brasileiros dentro do sistema financeiro

O Senado aprovou na quarta-feira (13), o projeto que prevê a inclusão automática dos consumidores no Cadastro Positivo.

Cadastro temporario

Cadastro positivo vai ampliar mercado de crédito. Foto: Reprodução/ACSP

De acordo com estudo da Serasa Experian, o sistema pode beneficiar cerca de 137 milhões de brasileiros, o que significa 88,5% da população adulta. Fazem parte deste total os 22,6 milhões de cidadãos (14,6% da população adulta) que atualmente estão fora do mercado de crédito e que seriam totalmente incluídos por já apresentarem um histórico favorável de adimplência.

O levantamento revela ainda uma redução de juros para 74% das pessoas acima de 18 anos que hoje possuem acesso ao crédito.
“A aprovação do Cadastro Positivo é uma vitória para toda a sociedade brasileira. Este sistema de referência internacional é a melhor forma de saber o comportamento financeiro do consumidor e promover o crescimento sustentável do mercado de crédito”, diz o presidente da Serasa Experian e Experian América Latina, José Luiz Rossi.

O estudo – feito a partir de simulações baseadas em modelos estatísticos de score (nota de pontuação de crédito) da Serasa Experian – também revela que a adoção deste processo deve gerar uma injeção da ordem de R$ 1,3 trilhão na economia do país. Esse maior potencial de consumo teria impacto de 19,6% na relação crédito x PIB (dos atuais 47,4% para 67,0%), movimentando diversos setores econômicos, principalmente na parte de habitação e o automobilístico.

O Cadastro Positivo considera a análise de todo o histórico de endividamento e de que modo a pessoa efetua o pagamento de dívidas contratadas com bancos e com empresas de comércio e de serviços. O objetivo desse processo é valorizar aspectos positivos, como o hábito do consumidor de pagar em dia suas contas. Essa visão inclui as pessoas no sistema financeiro e contribui para a prevenção e o combate ao superendividamento, ao sinalizar de modo claro se há espaço no orçamento para contrair mais dívidas.

O Brasil é uma das poucas grandes economias globais que ainda não considera o Cadastro Positivo. Nos países nos quais os dados positivos passaram a constar nos modelos estatísticos, entre os principais diferenciais, se verificou a maior inclusão das pessoas no crédito. Após aprovação do Senado, o texto seguirá para sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro (AI/Serasa Experian).

EUA: Bolsonaro viaja domingo (17) acompanhado por seis ministros

EUA temporario

Na Casa Branca, Bolsonaro será recebido por Trump que apresentará sua equipe. Foto: Antonio Cruz/ABr

Agência Brasil

Na primeira visita ao exterior de caráter bilateral, o presidente Jair Bolsonaro viaja com uma comitiva de seis ministros, no próximo domingo (17), para Washington, retornando no dia 20. O encontro com o presidente norte-americano Donald Trump, na Casa Branca, está marcado para terça-feira (19). “A visita é a primeira de caráter bilateral realizada pelo nosso presidente ao exterior demonstrando a prioridade que o governo atribui à construção de uma sólida parceira com os Estados Unidos”, afirmou o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros.

Rêgo Barros disse que a ênfase da agenda externa brasileira é reforçar a relação com os países que podem contribuir com o desenvolvimento, a prosperidade, o bem-estar e a segurança dos brasileiros. “A viagem aos Estados Unidos tem por objetivo de promover uma agenda de resultados positivos em diversas áreas, destravando temas que já estavam na pauta e abrindo novas oportunidades", afirmou o porta-voz, em coletiva de imprensa, aduzindo que, em seguida, haverá visitas a Israel e Chile.

Na Casa Branca, Bolsonaro será recebido por Trump que apresentará sua equipe. Em seguida, vão para o Salão Roosevelt, onde o presidente brasileiro assina o livro de visitas. Em seguida, os presidentes se reúnem no Salão Oval onde terão um encontro privado. Depois, haverá uma reunião ampliada entre as duas equipes, seguida de um almoço de trabalho. Ao final, Bolsonaro e Trump darão uma declaração conjunta à imprensa, no Rose Garden, o jardim da Casa Branca, encerrando o encontro bilateral.

Bolsonaro viaja acompanhado por seis ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Paulo Guedes (Economia), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Tereza Cristina (Agricultura) e Ricardo Salles (Meio Ambiente). O presidente ficará hospedado na Blair House, palácio que faz parte do complexo da Casa Branca, local onde boa parte da agenda de trabalho do presidente ocorrerá.

Em Suzano, colégios públicos devem ter segurança extra

Agência Brasil

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, disse ontem (14) que vai reforçar a segurança não só na Escola Estadual Prof. Raul Brasil, onde houve a tragédia, como nos demais colégios do município. Será instalado um departamento destinado à ronda escolar, ao programa anti-drogas e à visita do canil da Polícia Militar às unidades. Ashiuchi estuda ainda adoção de um modelo diferenciado de segurança para a Escola Estadual Prof. Raul Brasil.

Segundo ele, uma das propostas é utilizar policiais da reserva para ajudar na parte administrativa da escola. “É um kit para a escola. Seria uma parceria entre prefeitura, governo estadual e federal ou uma parceria público privada, para dar subsídio para que o policial volte da reserva e atue nas escolas, com sentimento não só de segurança, mas de acolhimento e de respeito”, disse o prefeito.

O prefeito apresentou a proposta ao ministro da Educação, Ricardo Veléz Rodríquez, que esteve na escola, e afirmou que: "Se depender de mim, isso já sai do papel no mês que vem”. Para Ashiuchi, a tragédia foge do padrão de qualquer situação de violência mais frequente. “Uma catástrofe. Sabemos que foi um episódio fora da curva, coisa que ninguém imagina, mas aconteceu. E não só aqui, mas em outras cidades do país e do mundo”, disse.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171