ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Brasil e Paraguai vão retomar discussão sobre construção de pontes

Brasil e Paraguai darão continuidade à discussão da construção de duas pontes ligando os dois países.

Brasil temporario

Orçada em U$  70 milhões, as obras da segunda ponte entre Brasil e Paraguai e a ligação com a Perimetral Leste em Foz do Iguaçu, deverão ser custeadas pela Itaipu Binacional. Foto: Clickfoz

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, esse será um dos assuntos tratados durante a visita do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, no próximo dia 12. Cada país deverá ser responsável pela construção de uma das pontes. A previsão é que a brasileira seja iniciada ainda este ano, e deverá ser concluída em três anos.

Um das pontes ligará a cidade paranaense de Foz do Iguaçu a Puerto Presidente Franco, no Paraguai. Essa ficará a cargo do Brasil e deverá servir para desafogar o intenso fluxo na Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudad del Este. A outra, que ficará a cargo do Paraguai, irá ligar a cidade de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, a Carmelo Peralta. O objetivo é facilitar o acesso ao Oceano Pacífico. A previsão é que cada uma custará cerca de US$ 70 milhões.

No ano passado, esse foi assunto tratado também pelo ex-presidente Michel Temer. Segundo o Itamaraty é preciso avançar em questões técnicas. Do lado do Paraguai, será necessária alteração no acordo, para que cada país arque com as despesas da construção de uma das pontes. Pelo acordo firmado atualmente, o valor seria divido. Além da construção das pontes, o presidente Jair Bolsonaro e Abdo Benítez deverão tratar também da segurança na fronteira, do combate ao tráfico e do comércio entre os países e da região.

Questões internas do Mercosul - grupo que reúne Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina - e negociações do grupo com outros países, além da situação da Venezuela também deverão entrar na pauta dos presidentes. Em janeiro, o Paraguai anunciou o rompimento das relações diplomáticas com a Venezuela. A decisão foi tomada após a posse do presidente venezuelano, Nicolás Maduro (ABr).

ONU pede ajuda humanitária para Coreia do Norte

ONU temporario

Para a ONU, é importante que a ajuda humanitária seja desvinculada da dinâmica política. Foto: KCNA/Reuters

Agência Brasil

A Organização das Nações Unidas (ONU) está fazendo um alerta para a necessidade urgente de ajuda humanitária na Coreia do Norte. A ONU diz que US$ 120 milhões são necessários para salvar a vida de milhões de pessoas.

Segundo recente relatório, 11 milhões de norte-coreanos não têm acesso à alimentação saudável, água limpa e a outros serviços básicos. O porta-voz da Secretaria-Geral, Stephane Dujarric, lembrou que muitas crianças estão desnutridas e podem morrer de doenças que têm tratamento.

Dujarric ressaltou que o plano de ajuda humanitária do ano passado só recebeu cerca de um quarto dos recursos necessários. Ele afirmou que a situação da Coreia do Norte é desafiadora, e que é importante que a ajuda humanitária seja desvinculada da dinâmica política.

O relatório diz que a Coreia do Norte foi atingida duramente por desastres naturais e sofre com a falta de terra cultivável. Os autores do documento ressaltam que as sanções da ONU contra os programas de armas de Pyongyang não deveriam afetar o trabalho humanitário, mas o fazem.

Aberto o prazo para envio da declaração do IRPF

Até as 11h de ontem (7), a Receita Federal já havia recebido 254.903 declarações de Imposto de Renda. O prazo para envio da declaração começou ontem e vai até o dia 30 de abril. A expectativa é receber 30,5 milhões de declarações, que podem ser feitas de três formas: pelo computador, por celular ou tablet ou por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Pelo computador, será utilizado o Programa Gerador da Declaração - PGD IRPF2019, disponível no site da Receita.

Também é possível fazer a declaração com o uso de dispositivos móveis, como tablets e smartphones, por meio do aplicativo “Meu Imposto de Renda”. O serviço também está disponível no e-CAC no site da Receita, com o uso de certificado digital, e pode ser feito pelo contribuinte ou seu representante com procuração.

O contribuinte que tiver apresentado a declaração referente ao exercício de 2018, ano-calendário 2017, poderá acessar a Declaração Pré-Preenchida no e-CAC, por meio de certificado digital. Para isso, é preciso que no momento da importação do arquivo, a fonte pagadora ou pessoas jurídicas tenham enviado para a Receita informações relativas ao contribuinte referentes ao exercício de 2019, ano-calendário de 2018.

Segundo a Receita, o contribuinte que fez doações, inclusive em favor de partidos políticos e candidatos a cargos eletivos, também poderá utilizar, além do Programa Gerador da Declaração IRPF2019, o serviço “Meu Imposto de Renda”.

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171