ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Vaticano discute nesta semana abusos cometidos por religiosos

O Vaticano reúne, a partir desta quinta-feira (21), até domingo (24), representantes das conferências episcopais, da Igreja Católica Romana, de 130 países para discutir as denúncias de abusos sexuais cometidos por religiosos contra crianças e adolescentes. No encontro, estarão presentes integrantes de grupos de vítimas de abusos.

Vaticano temporario

O papa ressaltou que "abusos contra menores" constituem um dos piores e mais vis crimes possíveis. Foto: Max Rossi/Reuters

No domingo (17), durante a celebração pública, o papa Francisco pediu orações a todos. Segundo ele, todos devem assumir suas responsabilidades diante de “um desafio urgente do nosso tempo”. De acordo com o Vaticano, o encontro pretende adotar ações concretas e decisões em nome da justiça e verdade. Em recente discurso ao Corpo Diplomático na Santa Sé, o papa ressaltou que "abusos contra menores" constituem um dos piores e mais vis crimes possíveis.

O presidente da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores, cardeal Seán O'Malley, disse que a reunião marcará o momento de desenvolvimento de um caminho claro para a Igreja, baseado em verdade, justiça e maior transparência.

Segundo O’Malley, a conferência "é dirigida principalmente aos bispos", que "têm grande responsabilidade" sobre a questão, mas, ao mesmo tempo, leigos e mulheres "especialistas no campo do abuso darão sua contribuição e ajudarão a entender o que precisa ser feito para garantir transparência e responsabilidade".

Os quatro dias de reuniões serão marcados por temas específicos: deveres e atitudes pessoais dos bispos; a comunidade dos bispos e da sua solidariedade; na terceira etapa, o papa Francisco participa e ao final, uma espécie de balanço do encontro (ABr).

Cidades paulistas contabilizam prejuízos após fortes chuvas

Cidades temporario

Chuvas causaram transtornos em São Paulo e em várias cidades do interior do estado. Foto: Rovena Rosa/ABr

Agência Brasil

Municípios da grande São Paulo e do litoral paulista contabilizam os prejuízos causados pelas fortes chuvas do fim de semana. A situação mais crítica é da cidade de Mauá, onde quatro crianças morreram soterradas, vítimas de deslizamento de terra. A Defesa Civil interditou, em Mauá, 20 moradias que também apresentavam riscos. As famílias desalojadas foram levadas para o Ginásio da Vila São João e receberam 60 cestas básicas, 35 colchões, 35 lençóis, 30 conjuntos de higiene pessoal e lonas.

Na capital paulista, houve deslizamento de terra proveniente de um talude com aproximadamente 10 metros de altura, segundo a Defesa Civil, na Avenida Jacu Pêssego, Jardim Nova Conquista. Duas faixas da avenida chegaram a ser interditadas. Em São Caetano, foram registrados vários pontos de alagamentos de vias e quedas de árvores. Cinco casas na rua Tietê ficaram alagadas. Vinte pessoas ficaram desabrigadas e se mudaram para a casa de parentes.

Em Peruíbe, no litoral paulista, a água invadiu 46 casas e 80 pessoas ficaram desabrigadas. Metade das pessoas foi acolhida no Núcleo de Ações Educativas Sociais das cidades e o restante foi para a casa de parentes. Entre os bairros mais atingidos estão Caraguava, Jardim das Flores, Ribamar, Arpoador II e São João Batista II. Não houve vítimas.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo continuará instável na Região Metropolitana de São Paulo, com chuvas e temperaturas em elevação em todo o estado.

Filhos de vítimas de Battisti se reúnem na Itália

Familiares das vítimas dos atentados atribuídos a Cesare Battisti se reuniram ontem (18), em Santa Maria di Sala, na província de Veneza, pela primeira vez desde a prisão do ex-membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). O encontro teve as presenças dos filhos do açougueiro Lino Sabbadin, do joalheiro Pierluigi Torregiani e do policial Andrea Campagna. A quarta vítima era o marechal da polícia penitenciária Antonio Santoro.

Os familiares depositaram uma coroa de flores em frente ao local do atentado contra Sabbadin, morto a tiros em 16 de fevereiro de 1979. "40 anos depois, Justiça feita. Um pensamento aos familiares de Lino Sabbadin, Pierluigi Torregiani e Andrea Campagna", escreveu no Facebook o ministro italiano da Família, Lorenzo Fontana. Battisti foi preso na Bolívia em janeiro e expulso para a Itália, onde cumpre pena de prisão perpétua em uma penitenciária da Sardenha, após quase 40 anos foragido (ANSA).

Reutilização de água na criação de peixes é tema de curso

Nos dias 13 e 14 de março, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo através do Centro de Pesquisa de Recursos Hídricos (Cpdrh) do Instituto de Pesca (IP), irá realizar o 2° curso sobre Sistemas de Recirculação para Aquicultura.
O objetivo é apresentar métodos de reutilização de água na criação de peixes ornamentais e para o uso em laboratórios, além das normas e leis do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea), que regulam a criação destes animais em laboratório com fins de biotério.
O curso contará com aulas práticas ministradas no laboratório do Cpdrh, e aulas teóricas que serão realizadas no Auditório do Instituto de Pesca. Ambos ficam localizados Parque da Água Branca – SP e contará com o apoio da Fundepag e Altamar Comércio e Serviços de Equipamentos Aquáticos Ltda.
O evento é destinado aos criadores de peixes em geral, alunos de graduação e pós-graduação, técnicos, pesquisadores e professores universitários. Foram disponibilizadas 30 vagas e o investimento varia entre R$50,00 e R$165,00. Inscreva-se em (http://eventos.fundepag.br/pagina.php?link=516f17735d6a56240333516c526e5262).
Para mais informações acesse o site ou entre contato pelo telefone (11) 3871-7588.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171