ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Família de Schumacher diz fazer o possível para ajudá-lo

O ex-piloto alemão Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, completa hoje (3) 50 anos de idade. Em um post no Instagram, a mulher do multicampeão, Corina, declarou que está fazendo "tudo que é humanamente possível para ajudá-lo".

Familia temproario

Ex-piloto vive na Suíça após sofrer lesão cerebral. Foto: EPA

"Vocês podem ter certeza de que ele está nas melhores mãos possíveis e de que nós estamos fazendo tudo que é humanamente possível para ajudá-lo. Por favor, entendam que nós estamos respeitando o desejo de Michael ao mantermos, como sempre foi, um assunto delicado como a saúde em privacidade. Ao mesmo tempo, nós agradecemos muito pela amizade e desejamos um saudável e Feliz 2019", declarou.

Schumacher, que não é visto em público desde que sofreu um grave acidente em dezembro de 2013, quando esquiava em uma pista em Meribél, no sul da França, conquistou cinco dos seus sete títulos correndo pela Ferrari. No acidente, ele bateu com a cabeça em uma rocha e teve sérias lesões cerebrais. Desde então, a condição de saúde do ex-piloto é tratada em completo sigilo pela família. O alemão encerrou a carreira em 2012, correndo pela Mercedes.

Atualmente, ele vive na cidade de Gland, na Suíça. Na mesma postagem em que falou sobre a saúde do marido, a mulher de Schumacher anunciou a criação de um aplicativo no qual os fãs do ex-piloto poderão acessar informações e estatísticas sobre o maior campeão da história da Fórmula 1. A fundação mantida pela família inaugura hoje (3) um museu virtual sobre a carreira do alemão (ANSA).

Sonda da Nasa sobrevoa objeto mais distante já explorado

Sonda temproario

Corpo celeste está a 6,4 bilhões de quilômetros da Terra. Foto: ANSA

A sonda espacial da Nasa New Horizon, que dera ao mundo as primeiras imagens de Plutão, realizou mais um feito inédito: alcançou o corpo celeste mais distante já explorado pelo homem, uma rocha coberta de gelo no Cinturão de Kuiper. Apelidado de "Ultima Thule", o corpo está a mais de 6,4 bilhões de quilômetros da Terra.

À 0h33 (03h33 em Brasília) do primeiro dia de 2019, a New Horizon passou a 3,5 mil quilômetros do "Ultima Thule" e começou a observar o misterioso objeto celeste através de suas potentes lentes. As primeiras imagens, em preto e branco, foram divulgadas ontem (2), e o diretor do projeto, Alan Stern, do instituto de pesquisa Southwest, comemorou o recorde. "Um veículo espacial jamais explorou algo tão distante de nós", declarou.

"Acabamos de completar o voo mais longo já realizado pela humanidade", disse Alice Bowman, responsável pelas operações da New Horizon. "Estamos prontos para as transmissões científicas do Ultima Thule, que nos ajudarão a entender as origens do nosso sistema solar", explicou. "Ultima Thule" é um termo usado na Antiguidade para se referir ao ponto que marcava o fim do mundo conhecido (ANSA).

China quer unificação 'pacífica' com Taiwan

Agência Brasil

O presidente da China, Xi Jinping, afirmou ontem (2), em Pequim, que está empenhado na reunificação pacífica de Taiwan com o seu país. Ressaltou, porém, que manterá o uso da força militar como opção."Estamos dispostos a criar amplo espaço para a reunificação pacífica, mas não deixaremos espaço para qualquer forma de atividade separatista", disse. "Não prometemos renunciar ao uso da força e reservamos a opção de tomar todos os meios necessários", acrescentou o presidente chinês.

Xi Jinping descreveu a reunificação sob a abordagem "um país, dois sistemas" que assegurariam "os interesses e o bem-estar dos compatriotas taiwaneses". Segundo o presidente chinês, a autonomia de Taiwan não traria benefícios à população. "[Todos devem] reconhecer claramente que a independência só traria desastre profundo para Taiwan". Xi Jinping discursou durante a celebração do 40º aniversário de uma mensagem enviada a Taiwan em 1979, onde a China pediu a unificação e o fim do confronto militar.

As forças nacionalistas chinesas fugiram para Taiwan em 1949, após uma guerra civil que levou os socialistas ao poder. Os nacionalistas montaram um governo autônomo na ilha, localizada a cerca de 160 quilômetros do Continente chinês. A China considera Taiwan como parte de seu território, apesar de os dois lados serem governados separadamente. Mas Taiwan se considera um Estado soberano. Os dois lados têm estreitas relações comerciais, culturais e pessoais.

Taiwan ainda tem que declarar independência formal da China, embora tenha sua própria moeda, bem como sistemas políticos e judiciais. O presidente de Taiwan, Tsai Ing-Wen, disse que seu povo quer manter autonomia em relação à China.

 
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171