ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco

A partir deste sábado (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos.

Boletos temproario

A partir deste sábado, boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos. Foto: Valter Campanato/ABr

Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos.

Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema. Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes. Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador.

O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos.
Desde 2016 ele vem incorporando na sua base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF ou CNPJ do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador. A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora de se fazer o pagamento.

Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com aqueles registrados na base da Nova Plataforma, ele é recusado, pois o boleto pode ser falso. Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago. Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina no dia 10 de novembro, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações.

Com uma participação de cerca de 40% do total de títulos emitidos no país, os boletos de cartões de crédito e doações têm uma característica em comum: o valor a ser pago pelo consumidor pode não ser exatamente o que consta em cada boleto. No caso dos cartões, porque há opções de pagamento, como valor mínimo, duas ou três parcelas. No caso das doações, ele também pode escolher um valor diferente do que está impresso no boleto (ABr).

Michael Douglas ganha estrela na Calçada da Fama

Michael temproario

Aos 74 anos, a estrela do ator está próxima à do pai, Kirk. Foto: EPA

O ator norte-americano Michael Douglas, de 74 anos, ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood na última terça-feira (6).
Douglas recebeu a homenagem acompanhado da mulher, Catherine Zeta-Jones; do pai, a lenda do cinema Kirk Douglas, de 101 anos; e do filho, Cameron. Também estavam presentes diversos fãs do ator e fotógrafos.

"Eu tive sorte de ser parte da Hollywood clássica e da nova Hollywood", disse Douglas. "Quando eu soube que Michael estava ganhando uma estrela, eu pensei: 'Por que demorou tanto?'. Principalmente porque ele sempre esteve à frente de seu tempo", afirmou a atriz Jane Fonda, que estava presente na cerimônia.

A estrela de Douglas fica próxima à do pai, que também foi homenageado na famosa calçada de Hollywood pela sua carreira artística. Com mais de 50 anos de carreira, Douglas estrelou mais de 60 filmes e venceu em 1988 o Oscar de melhor ator pelo seu papel em "Wall Street" (ANSA).

MEC abre consulta pública para educação especial

Agência Brasil

Mães, pais, estudantes, instituições de ensino e pesquisadores podem enviar sugestões para aprimorar a educação ofertada a pessoas com deficiência no Brasil. Está aberta até dia 21 uma consulta pública do Ministério da Educação (MEC) para a atualização da política de educação especial. A participação deve ser feita pela internet. Está aberto para a consulta um texto elaborado, de acordo com o MEC, por mais de 25 entidades e por especialistas da área.

As pessoas com deficiência visual podem ler o material com o apoio dos aplicativos de leitura. Para as pessoas surdas, o documento foi todo traduzido na língua brasileira de sinais (libras). Atualmente, há mais de 1 milhão de matrículas de estudantes da educação especial nas escolas públicas e privadas da educação básica. O MEC espera atualizar o documento para adequá-lo à legislação mais recente, melhor organizar os serviços e ampliar o atendimento a esse público.

A pasta esclarece que, na nova redação, são contemplados de forma mais objetiva os transtornos do espectro autista, a deficiência intelectual e as altas habilidades e superdotação. Durante o processo, será feita uma audiência pública. Após o encerramento da consulta, o texto consolidado será encaminhado ao Conselho Nacional de Educação.

Holandês inicia processo para mudar de idade

Um holandês de 69 anos iniciou um processo judicial para mudar de idade na última semana em Arnheim, no sudeste do país. Emile Ratelband, de 69 anos, quer "rejuvenescer" 20 anos, mudando a data de nascimento de março de 1949 para o mesmo mês em 1969, por se sentir discriminado.

Para Ratelband, a idade influencia nas suas chances de emprego e na taxa de sucesso no "Tinder", aplicativo de relacionamentos pela internet. Um local deve se pronunciar sobre o caso em até quatro semanas. "Pode mudar de nome e de sexo, por que não de idade?", explicou Ratelband ao jornal holandês "De Telegraaf".

"Ter 69 anos é limitante: se tiver 49, poderei comprar uma casa nova, dirigir um carro diferente e trabalhar mais. No Tinder, quando digo que tenho 69 anos, não me respondem mais. Quando tiver 49, com a cara que tenho, estarei em posição de luxo", assegurou (ANSA).

Ministro recomenda tranquilidade na prova do Enem

Ministro temproario

Primeiro dia do Enem foi um sucesso, disse o ministro da Educação, Rossieli Soares. Foto: Valter Campanato/ABr

Agência Brasil

O ministro da Educação, Rossieli Soares, recomenda que os estudantes tenham muita tranquilidade na segunda etapa do Enem, marcada para este domingo (11). “Os estudantes devem ter muita tranquilidade, dormir bem, chegar cedo, ir confiantes para a prova, que vai dar tudo certo”, disse. Os estudantes inscritos farão neste fim de semana as provas de ciências da natureza e matemática. Para isso, terão cinco horas.

O tempo de aplicação dos testes aumentou em relação ao ano passado, quando os alunos tiveram 4h30 para resolver as questões.
Rossieli. reforçou as recomendações feitas aos estudantes no primeiro dia de aplicação do exame, que levem caneta esferográfica de tinta preta e tubo transparente e que cheguem ao local de prova, com antecedência. "Chegar cedo é muito importante, para não virar meme [piada na internet]”, brinca o ministro.

No último domingo (4), cerca de 4,1 milhões de estudantes fizeram o exame, registrando-se o menor percentual de faltosos desde 2009 - 24,9% do total de 5,5 milhões de inscritos. Foram aplicadas provas de linguagem, ciências humanas e redação. Em dois locais, a prova foi suspensa por falta de energia elétrica: Porto Nacional, no Tocantins, e Franca, em Sâo Paulo. De acordo com o ministro, os estudantes inscritos nas duas cidades deverão participar do segundo dia de aplicação de provas e repor o primeiro dia em dezembro.

Para Rossieli, a aplicação das provas no primeiro dia do Enem “foi sucesso. A parte de logística, vamos repetir, sempre cuidando muito de segurança”. Neste ano, os locais de aplicação do Enem contam com cinco vezes mais detectores de metal. Todos os banheiros passaram a contar com detectores. O exame é monitorado, pela primeira vez, no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional, além dos centros integrados de comando e controle regionais, distribuídos pelas unidades da Federação.

Refugiados e migrantes venezuelanos já são 3 milhões no mundo

Agência Brasil

Em todo o mundo, o número de refugiados e migrantes que deixaram a Venezuela nos últimos anos, devido à crise político-econômica, atingiu a soma de 3 milhões de pessoas. O dado foi divulgado nesta ontem (8) pelas agências das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e para Migrações (OIM). Baseado em dados enviados pelas autoridades nacionais de imigração, a maior parte dos migrantes (2,4 milhões) se deslocou para países da América Latina e do Caribe.
Também há registro de chegada dos refugiados da Venezuela a países da América Central, como o Panamá, onde vivem 94 mil venezuelanos. A Colômbia é o país vizinho que tem mais venezuelanos abrigados: mais de 1 milhão de migrantes. Os outros países com maior número de venezuelanos são: Peru (meio milhão), Equador (220 mil), Argentina (130 mil), Chile (100 mil) e Brasil (85 mil).

No comunicado, as agências da ONU ressaltam que a política de fronteira aberta para os refugiados é louvável, mas lembram que o intenso o fluxo migratório aumenta significativamente também as necessidades dos migrantes e compromete a capacidade de recepção dos países acolhedores. As organizações destacam que a resposta humanitária está sendo liderada pelos governos da região por meio do processo de Quito, que visa no âmbito regional a ampliar e harmonizar as políticas de acolhimento dos países.

Em dezembro, será lançado um Plano Regional de Resposta Humanitária para Refugiados e Migrantes da Venezuela pela Plataforma Regional de Coordenação Interagencial, que atua desde setembro no fortalecimento à resposta operacional por meio do apoio de 40 parceiros e participantes, incluindo agências da ONU, organizações internacionais, sociedade civil e organizações religiosas. O plano se concentrará em quatro áreas estratégicas: assistência emergencial direta, proteção, integração socioeconômica e cultural e capacitação para os governos dos países de acolhida.

 
 

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171