ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Novos negócios tentam inovação e solução de problemas da sociedade

A recém-criada fábrica brasiliense Origem se prepara para entregar, no próximo mês, uma frota de 50 motos elétricas para atender empresas de entrega de encomendas que utilizam serviços de motoboy

Novos 1 temproario

Empreendedorismo cresce acima de emprego e ocupação. Foto: Valter Campanato/ABr

Gilberto Costa/Agência Brasil

As motos terão arranque equivalente a um modelo convencional de 300 cilindradas, mas velocidade limitada a 60 quilômetros por hora (km/h).

A ideia dos empreendedores é alugar as motocicletas, já seguradas, a um custo fixo garantindo o fornecimento e trocas de baterias, uma vantagem em tempos de alta do preço dos combustíveis, como a gasolina. Estações para recarga serão instaladas em percursos usuais. A manutenção mecânica da frota, assim como a telemetria para rastreamento e gestão do uso das motos, será feita pela fábrica fornecedora.

“É um excelente momento para iniciar esse empreendimento”, garante Diogo Lisito, 30 anos, um dos três sócios fundadores da empresa que administram o negócio. “Quando leio notícias de que o país está em recessão, eu enxergo como responsabilidade minha ajudar o país a sair da crise”, disse ao comentar que a linha de produção tem dez engenheiros trabalhando diretamente nas motos e deverá contratar mais gente. A empresa tem autorização fiscal para se instalar na Zona Franca de Manaus.

 Novos 2 temproario

Empresário Diogo Lisita Pinto, fundador da Origem Motos. Valter Campanato/ABr

A fábrica forma o contingente de empresas inovadoras, definidas como startup: iniciativa de baixo custo e de base tecnológica, cujo modelo de negócio tem potencial de ganho de escala. Essas empresas estão surgindo no país em um momento em que muitas pessoas comuns tentam a oportunidade de ter um negócio próprio em época de alta do desemprego.

Segundo o Portal do Empreendedor – MEI, no início do mês de julho, cerca de 185 mil microempresários haviam optado pelo sistema de recolhimento de tributos em valores fixos mensais (abrangido pelo Simples Nacional). O número é 19% acima do verificado em fins de dezembro do ano passado - crescimento bastante superior ao aumento do emprego formal entre dezembro de 2018 e maio de 2019 (0,91).

Entre dezembro e julho, o número total de microempreendedores individuais passou de 7,7 milhões para mais de 8,5 milhões de pessoas (alta de 10,9%). Para o assessor especial do Ministério da Economia Guilherme Afif Domingos, o crescimento do número de empreendedores tem a ver com a procura de alternativas para obter trabalho e renda. “São empreendedores que estão trabalhando por conta própria, porque emprego, no sistema tradicional, está raro e vai ser muito raro daqui para frente”, prevê.

Afif avalia que a hora é oportuna para superar dificuldades. “No momento de crise, você encontra pessoas dispostas a arriscar sair da zona de conforto para buscar alternativas para própria sobrevivência. Portanto, a crise é alimentadora de atitudes empreendedoras”. O diretor-superintendente do Sebrae no DF, Valdir Oliveira, concorda com o assessor ministerial e acrescenta: “olhamos para crise e vemos recessão e desemprego. O empreendedor vê oportunidade. O dinheiro não some. O dinheiro muda de mão”.

No caso da Mi Petit, pequena empresa que produz comida para crianças, conforme cardápio recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria e pelo Ministério da Saúde, a preocupação é oferecer qualidade nutricional, conforme demanda dos pais. “É uma demanda das famílias. A obesidade infantil tornou-se pandemia”, descreve Valéria Freitas, que antes de se juntar à nutricionista sócia da empresa para cuidar de alimentação infantil trabalhou no Brasil e no exterior como engenheira da área de telecomunicações.

A empresa, em funcionamento há dois anos, tem duas lojas em áreas nobres do DF e contrata nove empregados que preparam e vendem cardápio de 41 pratos para almoço ou jantar, cinco sobremesas e dez tipos de lanches. A administradora de RH, Roberta Lopes, é outra empreendedora que tem as crianças como clientela final. Em vez de comida, no entanto, seu negócio, chamado Mundo de Lívia, cuida do divertimento e desenvolvimento infantil. Ela criou uma pequena empresa para aluguel de brinquedos para crianças na fase inicial de desenvolvimento congnitivo.

A design Jussara Pelicano Botelho e outras duas sócias também já contrataram uma funcionária em um negócio que começa a engatinhar: há mais de um ano, elas criaram um aplicativo para atender mulheres de todas as idades que querem viajar sozinhas, em segurança, e com poucos recursos. A plataforma liga viajantes e anfitriãs em 75 cidades brasileiras e já reúne uma comunidade com mais de 3 mil mulheres. “Elaboramos um produto que está resolvendo problemas reais”, descreve.

 Novos 3 temproario

Empresária Valéria Freitas, fundadora da Mi Petit. Foto: Valter Campanato/ABr

Diego Reis, especialista em tecnologia e segurança da informação, fundou o grupo Afroempreendedor e assumiu como missão o desenvolvimento de produtos e atividades que geram empoderamento e inclusão social. “A gente quer equilibrar o jogo para que os pretos e negros tenham mais espaço na sociedade e, no nosso caso, no empreendedorismo”, resume. “O empreendedorismo é libertador”, defende. Reis, que toca sete projetos, reclama no entanto da falta de crédito: "não consegui pegar capital de giro de R$ 30 mil em um ano”.

A mesma dificuldade é relatada por Diogo Lisita. “Agora precisamos da grana, mas não temos como dar todas as garantias que os bancos exigem. Quando mais precisa, a economia parece estar menos disposta”, observa. “Querem oferecer o dinheiro depois que o seu negócio está validado, depois que você passou pela parte mais difícil. O mercado brasileiro tem apetite por inovação, melhoria, eficiência e por lucratividade. Só que não tem um apetite tão grande quanto vemos num ecossistema de startup no Vale do Silício, Europa, Índia e Israel”, compara.

Guilherme Afif Domingos faz coro com os dois empreendedores. “É flagrante a escassez de crédito, principalmente para o segmento de pequena empresa. O microcrédito famoso não chega”, pondera. O assessor especial do Ministério da Economia é bastante crítico quanto às dificuldades de se obter empréstimos. “O sistema bancário é muito concentrado nas mãos de poucos que arrecadam de todos e emprestam só para alguns – aqueles que têm garantia reais para poder dar. O custo hoje do crédito é de agiotagem”.

Mais artigos...

  1. Endocrinologistas fazem campanha contra anabolizantes
  2. Casamentos via internet podem expor brasileiras a abusos
  3. Alerta de perigo ambiental
  4. Estudo analisa impactos de quedas na qualidade de vida de idosos
  5. Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos
  6. Tratado de Versalhes marcou 'nova fase do capitalismo'
  7. Teatro Kabuki reúne transgressão e perenidade na cultura japonesa
  8. Febre das patinetes desafia cidades brasileiras
  9. Plano do MEC de transferir escolas públicas para Polícia Militar divide opiniões
  10. Senado já rejeitou médico e general para o Supremo Tribunal Federal
  11. Varejo eleva, em 10 anos, representatividade no comércio
  12. Monitorar as mutações do vírus da gripe envolve esforço internacional
  13. Monitorar as mutações do vírus da gripe envolve esforço internacional (2)
  14. Monitorar as mutações do vírus da gripe envolve esforço internacional (3)
  15. Checar os dados é premissa para proteger os cidadãos
  16. Instituto do Patrimônio quer forró como patrimônio imaterial
  17. Livro retrata o teatro de resistência de Sami Feder
  18. No Brasil, apenas 85 municípios cumprem requisitos de saneamento básico
  19. Mulheres aumentam escolaridade em relação aos homens, mostra pesquisa
  20. Transpondo a Cortina de Ferro: relatos de viagens de brasileiros à URSS
  21. Falta de gestão prejudica oferta de creches
  22. Militarização de colégio público divide opiniões
  23. Extrato de jabuticaba pode prevenir doenças
  24. 1ª Previdência permitia aposentadoria aos 50 anos
  25. Projetos buscam maior rigor para o trânsito
  26. Estudo aponta fragilidade da Previdência nos estados
  27. Senadores querem política para doenças raras
  28. Livro traz críticas ao negacionismo do Genocídio Armênio
  29. Pesquisa inédita sobre refugiados no país revela boa formação escolar
  30. Senado debate aumento de rigor contra cigarro
  31. Maioria dos consumidores não sabe o quanto paga de imposto embutido nas compras
  32. Casal conta como rotina de vida mudou com adoção de irmãos
  33. A extrema direita pode chegar ao poder na União Europeia?
  34. 83 milhões de brasileiros possuem ao menos uma compra parcelada
  35. Clientes de baixa renda são os que mais reestruturam dívidas do cartão
  36. Sofrimento psíquico afeta mulheres motoristas de ônibus
  37. Magistério é o curso mais procurado pelo segmento pobre da população
  38. Conselho Federal de Medicina vê irregularidades em hospitais públicos
  39. 'Pet-terapia': Como animais e tecnologia combatem doença
  40. Há 131 anos, senadores aprovavam o fim da escravidão no Brasil
  41. Primeira senadora foi recebida com flor e poesia
  42. Governo prevê novas concessões com investimentos de R$ 1,6 trilhão
  43. Prisão domiciliar foi negado para 89,1% das mães e gestantes em SP
  44. Extinção de espécies aumenta em escala sem precedentes, alerta relatório
  45. Brasil, país do improviso e da imprevidência
  46. Pesquisa aponta que 77% dos brasileiros têm o hábito de se automedicar
  47. Um ano após desabamento, déficit habitacional ainda é realidade
  48. Sobe o número de pessoas que cuidam de parentes em 2018
  49. Crise e novo comportamento reduzem interesse dos jovens em dirigir
  50. Tese analisa a conexão entre literatos negros abolicionistas
  51. Reforma da Previdência vai gerar economia de R$ 1,236 trilhão em 10 anos, diz governo
  52. Como melhorar o ensino médio do Brasil e combater a evasão escolar?
  53. Autoexame da mama não substitui exame clínico, diz Ministério da Saúde
  54. Setor de saúde quer mais prazo para implantar Lei de Proteção de Dados
  55. Livro explora os antagonismos do maior militar do século 20
  56. Microchip tem “mil e uma utilidades” na saúde e produção de energia
  57. Recessão, má gestão e comércio eletrônico afetam a venda de livros
  58. Respeito ao limite de cargas pode aumentar em até seis meses vida útil de rodovia
  59. Dança e Direitos Humanos
  60. Cadastro Positivo: o que muda para o consumidor?
  61. Em 100 dias, Bolsonaro volta atenções para política externa
  62. Casas sustentáveis são a tendência do futuro
  63. Há 100 anos, Epitacio se elegeu presidente sem estar no Brasil
  64. Cartografia é saída para indenizar pesca informal no Rio Doce
  65. Propostas buscam amenizar efeitos do clima
  66. Pesquisa indica peixes que podem ser consumidos por brasileiros
  67. Pesca fantasma ameaça quase 70 mil animais marinhos por dia no Brasil
  68. Pesquisador desenvolve roupas inteligentes inspiradas em livros de ficção científica
  69. Brasil não sabe quem são os moradores de rua
  70. Roteiro leva turistas pelos passos de Leonardo da Vinci
  71. Orixá Exu tem sua imagem desmistificada como ser do mal e assustador
  72. Aprendizagem profissional ainda é subutilizada no Brasil
  73. Forçados ao batismo, descendentes de muçulmanos lutaram para preservar cultura
  74. País mantém desde 2011 diferença de aprendizagem entre ricos e pobres
  75. Confiança do Consumidor registra 49 pontos em fevereiro, apontam CNDL/SPC Brasil
  76. Falta saneamento básico para 2 bilhões de pessoas no mundo, diz ONU
  77. Estudo vai analisar alimentação e nutrição de crianças no Brasil
  78. Campos do Jordão: epidemia de tuberculose deu origem à cidade sanatório que hoje é destino turístico
  79. Mandante é questão para 2ª fase do caso Marielle, dizem autoridades
  80. Poluição de Manaus altera funcionamento do ecossistema amazônico
  81. Bexiga, história viva das origens da cidade de São Paulo
  82. Ação do Senado a favor das mulheres vai além das leis
  83. Mulher ganha em média 79,5% do salário do homem, diz IBGE
  84. 8 de março Dia Internacional da Mulher
  85. “É importante que as pessoas não esqueçam o que aconteceu”
  86. Morte do Barão do Rio Branco fez Brasil ter dois carnavais em 1912
  87. Mangueira conta história do Brasil pela ótica dos heróis populares
  88. Rio Paraopeba tem nível de metais 600 vezes maior que o permitido
  89. Beija-Flor vai recriar seus 70 anos com fábulas na avenida
  90. Mudança climática em curso pode alterar interação ecológica entre espécies
  91. Cientistas e cartunistas se unem para divulgar ciência em quadrinhos
  92. Procuradora diz que jovens atletas são tratados como "commodities"
  93. “Navios Iluminados”, fugidios cenários de ilusão
  94. Governo determina medidas de precaução para barragens em todo o país
  95. Agricultores familiares debatem importância da semente crioula
  96. Investigações sobre caso Marielle completam 11 meses sem conclusão
  97. Pesquisa: 5,6 milhões de brasileiras não vão ao ginecologista
  98. Especialistas associam reforma da Previdência a equilíbrio fiscal
  99. Trabalho escravo tem relação com informalidade e desemprego
  100. Amor ao carnaval e determinação impulsionam escolas mirins no Rio

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171