ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Consumidores pagarão mais de 50% em tributos nos produtos da Páscoa

Incidência de tributo sobre o bacalhau é de mais de 40%.

O leão não dá trégua nem em feriado santo. Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação- IBPT, entre os produtos mais consumidos na Páscoa, a maior carga de tributos incide sobre o vinho, cuja tributação chega a 54,73%, seguido do bacalhau importado (43,78%)

Os ovos de Páscoa, um dos produtos mais consumidos nesta época do ano, têm carga tributária de 38,53%. Aqueles que optarem pela compra de bombons também não escapam: 37,61% do seu preço vão para os cofres públicos; no caso da barra de chocolate, a carga tributária atribuída é de 38,60%. Na colomba pascal, os tributos representam 38,68% do preço. Apesar das altas alíquotas sobre esses produtos, o Leão pretende abocanhar ainda mais imposto do bolso do brasileiro. Temos um recente aumento na tributação nos chocolates que começará a valer a partir de primeiro de maio deste ano.
Para o presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), João Eloi Olenike, a única preocupação do governo atualmente é reduzir o rombo das contas públicas: “O mercado ainda não absorveu os reajustes tributários recentes, mas certamente estes, em breve, surtirão seus efeitos na mesa do consumidor, que pagarão mais caro por estes itens, pois a maioria dos tributos estão embutidos no preço final dos produtos”, criticou Olenike. Ele aconselha o consumidor a pesquisar atentamente os preços dos produtos se quiser economizar.

Veja a carga tributária dos principais itens consumidos na Páscoa

PRODUTOS                              TRIBUTOS %
Almoço em restaurante              32,31%
Bacalhau importado                   43,78%
Bombons                                 37,61%
Cartão de Páscoa                     37,48%
Chocolate                               38,60%
Coelho de Pelúcia                     29,92%
Colomba pascoal Chocolate        38,68%
Hospedagem em hotel               29,56%
Ovo de Páscoa                        38,53%
Passagem aérea                      22,32%
Peixes                                   34,48%
Refrigerante (lata)                   46,47%
Refrigerante garrafa                 44,55%
Vinho                                    54,73%

Produção de veículos caiu 12,5% em fevereiro

A produção de veículos automotores caiu 12,5 % em fevereiro, com a fabricação de 131,3 mil unidades ante janeiro, quando foram produzidos 150,1 mil veículos, de acordo com balanço da Anfavea. Na comparação com janeiro de 2015, a produção caiu 36,4%. No acumulado dos dois primeiros meses do ano, quando foram fabricados 281,42 mil carros, houve queda de 31,6%, já que nesse mesmo período do ano passado a produção chegou a 411,71 mil.
O licenciamento em fevereiro chegou a 146,8 mil unidades, o que representou uma queda de 5,5% ante os 155,3 mil vendidos em janeiro. Na comparação com fevereiro do ano passado, quando foram vendidos 185,9 mil veículos, o licenciamento caiu 21%. No acumulado deste ano foram comercializados 302,09 mil veículos, 31,3% a menos do quie no mesmo período de 2015.
As exportações aumentaram 53,1% em fevereiro de 2016, na comparação com janeiro. Foram vendidas no mercado externo 36,484 mil unidades contra as 23,834 de janeiro. Na comparação com fevereiro de 2015, quando o setor vendeu 31,266 mil unidades, foi registrada elevação de 16,7%. No acumulado do ano houve elevação de 26,8%, com a comercialização de 60,318 mil unidades contra as 47.568 dos dois primeiros meses do ano passado (ABr).

 
 
 
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171