ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Televisores lideram intenções de compra entre os brasileiros

Consumidor observa TVs em loja; televisores com internet lideram desejos neste final de ano.

Aparelhos de TV, com 20% das citações, lideram as intenções de consumo de produtos duráveis entre os brasileiros para os próximos três meses

É o que aponta a pesquisa realizada pela Fecomércio RJ/Ipsos sobre o Perfil Econômico do Consumidor (PEC), que mapeia pretensão de consumo, tomada de financiamentos, inadimplência e saldo do orçamento doméstico.
O estudo revela que 17% dos consumidores devem comprar algum bem durável no próximo trimestre, indicando alta na intenção de compra de 3 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2014. Artigos eletrônicos e eletrodomésticos são os grupos de produtos que mais devem ser consumidos no futuro, representando, respectivamente, 43% e 35% das pretensões, seguidos por móveis (23%). No caso particular de cada produto, após os televisores, as maiores demandas deverão ser fogão (14%), carro e celulares (13% cada).
“O aumento da intenção de consumo em um momento de dificuldades na economia tem a ver com dois pontos importantes: a base de comparação é relativamente fraca, pois o último trimestre do ano passado marca o momento em que a crise chegou ao mercado de trabalho. Ao mesmo tempo, o brasileiro tem ajustado sua cesta de produtos conforme suas possibilidades, valorizando promoções e grupos de produto mais em conta para preservar seu consumo” – diz Christian Travassos, gerente de Economia da Fecomércio RJ.

Indústria de SP fecha 20,5 mil vagas em outubro

Diretor do Depecon da Fiesp e do Ciesp, Paulo Francini.

A indústria de São Paulo registrou um saldo negativo de 20,5 mil vagas na passagem de setembro para outubro, segundo a Pesquisa de Nível de Emprego da Fiesp e do Ciesp. O resultado do mês passado significa uma queda de 0,83% do indicador, na leitura com ajuste sazonal. De janeiro a outubro, a indústria paulista já demitiu 159 mil empregados. Ainda segundo a pesquisa, o saldo de empregos no setor ficou negativo em 237,5 mil vagas na comparação entre outubro deste ano com outubro de 2014.
“Continua caindo num plano de inclinação constante, a uma taxa de 20 mil a 25 mil empregos por mês. E a nossa previsão de chegar perto de 250 mil empregos a menos parece que vai se cumprir”, afirma Paulo Francini, diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp e do Ciesp. Das 20,5 mil vagas fechadas no mês, 769 correspondem ao setor de açúcar e álcool, enquanto a indústria de transformação foi responsável por 19.731 demissões.
A situação do emprego na indústria paulista no acumulado do ano já é pior que o quadro verificado durante o mesmo período em 2009, auge da crise financeira mundial. Em 2009, o emprego industrial de janeiro a outubro daquele ano registrava queda de 1,06%. Já em 2014, o resultado para o mesmo período ficou negativo em 1,95%. Mas este ano, o mercado de trabalho do setor amarga uma forte queda de 6,28%. “O ano 2015, podemos garantir, é o pior ano para o emprego na indústria do Estado de São Paulo. À frente grande melhora? Pelo menos que consigamos enxergar, não”, completa (Fiesp/Ciesp).

Leilão teve apenas quatro lotes de energia arrematados

Apenas quatro dos 12 lotes do leilão de transmissão de energia elétrica para contratação do serviço foram arrematados na manhã de ontem (18), em leilão na Bolsa de Valores de São Paulo. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apresentou projetos previstos para 13 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.
Foram arrematados apenas os lotes de empreendimentos de transmissão nos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. No total, foram negociados 1.986 km de linhas de transmissão. O prazo das obras vai variar de 30 a 60 meses e as concessões são de 30 anos a partir da assinatura dos contratos.
O Consórcio Firminópolis, composto pelas empresas Cel Engenharia Ltda e Celg Geração e Transmissão S/A, arrematou o lote L do leilão da Aneel por R$ 6,5 milhões, portanto, sem deságio. O projeto prevê uma linha de transmissão em Goiás (ABr).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171