ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Mais de 5 mil empresas caem na malha fina

A Receita Federal identificou mais de R$ 1 bilhão em sonegação fiscal de empresas, entre março e maio.

Mais de tempoario

A Receita identifica “inconsistências” cruzando informações eletrônicas. Foto: Reprodução/Internet

No período, foram autuadas 5.241 empresas em todo o país por irregularidades no IRPJ e na CSLL do ano-calendário 2014. O crédito tributário lançado, que inclui juros moratórios e multa de ofício de 75%, totalizou R$ 1.002.536.449,16. As irregularidades foram apuradas na Malha Fiscal Pessoa Jurídica.

A Receita orienta as empresas com irregularidades no IRPJ e na CSLL dos anos-calendário seguintes a se autorregularizarem. Em junho de 2019, serão iniciadas as ações referentes ao ano-calendário 2015, com envio de cartas para mais de 14 mil empresas que apresentam inconsistências nos recolhimentos e declarações de IRPJ e CSLL de aproximadamente R$ 1,5 bilhão.

O demonstrativo das inconsistências e as orientações para a autorregularização constarão na carta a ser enviada ao endereço cadastral constante do CNPJ e na caixa postal dos contribuintes. A caixa postal pode ser acessada no site da Receita, no portal e-CAC.
Essa é mais uma etapa da série de ações do Projeto Malha Fiscal da Pessoa Jurídica da Receita, que objetiva identificar “inconsistências” no recolhimento de tributos por meio do cruzamento de informações eletrônicas, explicou o órgão (ABr).

Mercado volta a reduzir projeção de crescimento da economia

Mercado tempoario

A projeção para o PIB foi reduzida de 1,23% para 1,13%. Foto: Apas/Reprodução

Agência Brasil

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia caiu pela 14ª vez seguida. É o que mostra o boletim Focus, do Banco Central (BC), divulgado ontem (3) em Brasília. A projeção para a expansão do PIB desta vez foi reduzida de 1,23% para 1,13%. Para 2020, a projeção foi mantida em 2,50%, assim como para 2021 e 2022.
A previsão do mercado financeiro para a cotação do dólar permanece em R$ 3,80 no fim de 2019 e de 2020.

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), caiu de 4,07% para 4,03% este ano, foi mantida em 4% para 2020, e em 3,75% para 2021 e 2022. A meta de inflação de 2019, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 4,25% com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. A estimativa para 2020 está no centro da meta: 4%.

Para 2021, o centro da meta é 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual. O CMN ainda não definiu a meta de inflação para 2022. Para controlar a inflação, o BC usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic. Para o mercado financeiro, a Selic deve permanecer no seu mínimo histórico de 6,50% ao ano até o fim de 2019.

França pede garantias sobre fusão com Renault

O ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire, pediu à Fiat Chrysler Automobiles (FCA) "garantias" de que uma eventual fusão com a Renault não provocará demissões nem prejudicará o "interesse nacional". Em entrevista à agência Bloomberg, um porta-voz de Le Maire disse que ele se encontrou com o presidente da FCA, John Elkann, no último fim de semana, em Paris.

Na reunião, o ministro pediu que a sede operacional do grupo fique na capital francesa e um assento para o governo no conselho de administração. A França tem cerca de 15% das ações da Renault, que analisa há uma semana uma proposta de fusão com a FCA. A oferta do grupo ítalo-americano prevê que a companhia resultante seja repartida igualmente entre as duas empresas.

O conselho da Renault deve se reunir hoje(4) para dar uma resposta à proposta da Fiat Chrysler. A operação não envolve Nissan nem Mitsubishi, que têm uma aliança automotiva com a montadora francesa (ANSA).

Inflação na Venezuela ultrapassa 1 milhão por cento

A inflação na Venezuela ultrapassa mais de 1 milhão por cento, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI). Milu de Almeida, conselheira das comunidades pela Venezuela, diz que o povo que ganha um salário mínimo não consegue chegar aos produtos e dá um exemplo: "um litro de leite está em 12 mil [bolívares], e o salario mínimo é de 40 mil".

Muitos dos comerciantes, como já não confiam no valor da moeda oficial, pedem as trocas comerciais em dólares, “o que é ilegal”, afirmou Milu. Uma reunião conjunta foi realizada ontem (3) em Nova York entre o Grupo de Contato Internacional para a Venezuela e o Grupo de Lima. O objetivo do encontro é contribuir para uma solução pacífica e democrática para a crise no país (RTP/ABr).

Novos carros no Japão com menos combustível

O governo do Japão quer que as fabricantes de veículos melhorem em mais de 30% o padrão de consumo de combustível dos carros até o ano de 2030. Novas diretrizes dos ministérios responsáveis pelo transporte e pela indústria vão tornar obrigatório que, a partir de março de 2031, o rendimento médio de todos os novos veículos à venda no país seja superior a 25 quilômetros por litro.

O padrão corresponde a um aumento de 32% em relação ao rendimento aproximado de 19 km por litro no ano fiscal de 2016. Para atender à exigência, as fabricantes de veículos precisarão vender mais carros elétricos e híbridos plug-in. Aparentemente o objetivo do governo é promover o desenvolvimento e a comercialização de veículos com menor impacto ambiental.

A meta das autoridades é que 20% das vendas de novos carros sejam de veículos elétricos e híbridos plug-in até 2030. Hoje esta proporção é de apenas 1%. Argumentam que será um meio de contribuir para a redução das emissões de gases do efeito estufa. O governo japonês planeja definir os novos padrões até março de 2020 (NHK/ABr).

 
 

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171