ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Inadimplência do consumidor tem alta de 16,7%

A inadimplência não bancária registrou aumento de 2,6%.

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor apresentou alta de 16,7% em agosto em comparação com o mesmo mês do ano passado

No acumulado do ano, na comparação com o mesmo perío­do do ano anterior, o índice subiu 16,9%. Em relação a julho, houve queda de 2,8% no volume de negativações.
Segundo os economistas da Serasa Experian, a alta da inadimplência neste ano em relação ao ano passado, característica que vem predominando deste o início de 2015, é causada pelo cenário econômico bastante adverso à quitação das dívidas do consumidor: taxas de inflação, de juros e de desemprego bem mais altas neste ano de 2015. Já a queda em relação a julho é explicada pela menor quantidade de dias úteis em agosto (21 contra 23).
Na decomposição mensal do indicador, a inadimplência não bancária (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.) registrou aumento de 2,6%. As dívidas com os bancos, porém, puxaram o índice para baixo, com queda de 7,4%. Os títulos protestados também registraram baixa de 3,0%. Da mesma forma, os cheques sem fundos tiveram queda de 9,7%.

Aplicativo para notificar falta d’água tem 3 mil acessos em cinco dias

agua temporario

Lançado há menos de uma semana, o aplicativo para smartphone “Tá faltando água” já recebeu cerca de 3 mil denúncias de falta de água em diversos locais da região metropolitana de São Paulo. Com a ferramenta, o usuário pode também visualizar áreas marcadas por outros usuários e inserir locais diferentes de sua residência.
O representante da Aliança pela Água – rede que reúne mais de 60 Ongs ligadas à questão hídrica –, João Ramirez, explicou que o grupo foi formado há um ano para discutir o problema em São Paulo. Entre as discussões e estudos feitos, a Aliança propõe formas para enfrentar a crise e uma nova cultura para o uso racional da água. “Para isso, uma das ideias foi criar esse aplicativo. É um app muito simples, que localiza o endereço onde o usuário está. Pode informar também a falta de água em outro endereço. Para instalar, basta procurar na loja Android ou ir no nosso site, onde também há outras notícias sobre a crise. A ideia é ser um ponto de referência sobre o assunto”.
Segundo Ramirez, o objetivo é utilizar os dados para fazer relatórios periódicos e informar as autoridades sobre a real situação da falta de água em São Paulo. “No dia do lançamento, o Ministério Público disse que também pretende usar essas informações e enviá-las para os órgãos competentes”, disse ele (ABr).

Mercado prevê queda da economia de 2,55% este ano

A projeção de instituições financeiras para o encolhimento da economia este ano passou pelo novo ajuste. Desta vez, a estimativa para a queda do PIB passou de 2,44% para 2,55%. A expectativa de retração em 2016 também foi alterada: de 0,5% para 0,6%, na sexta piora consecutiva. Essas estimativas são do boletim Focus, uma publicação semanal elaborada pelo Banco Central (BC), com base em projeções de instituições financeiras para os principais indicadores da economia. A produção industrial deve apresentar retração de 6,2%, este ano.
A pesquisa do BC também traz a projeção para a inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), que subiu de 7,75% para 7,77%, este ano. Para o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), a estimativa passou de 7,63% para 7,77%, em 2015. A estimativa para o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe) foi alterada de 9,33% para 9,30%, este ano. A projeção para a cotação do dólar, ao final este ano foi ajustada de R$ 3,60 para R$ 3,70. Para o fim de 2016, a projeção passou de R$ 3,70 para R$ 3,80 (ABr).

 
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171