ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Empregos no governo Bolsonaro: em que setores podemos esperar criação de vagas?

Desde o início da crise econômica no Brasil, em 2014, o número de desempregados no país vem apresentando um crescimento contínuo, com uma leve melhora em 2018. Em 2017, a taxa média de desemprego bateu recorde: foi a maior dos últimos seis anos, chegando a 12,7%.

site 01 temproario

Fonte: Pixabay.com

Embora esse número tenha recuado para 11,7% em outubro de 2018, mais de 12 milhões de brasileiros ainda estão sem emprego. Contudo, segundo a 6ª edição do Índice de Confiança Robert Half (ICRH), os profissionais estão otimistas em relação ao próximo ano.

 

 

Durante a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro, a sua equipe de economia estabeleceu como meta a criação de 10 milhões de empregos em quatro anos. Analisando as tendências do mercado e do presidente eleito, é possível ter uma ideia de que setores apresentarão mais oportunidades ao longo desse novo governo.

Em que setores teremos mais vagas de emprego?

A indústria da construção pode gerar um milhão de empregos já no primeiro ano. É o que afirma o documento do Conselho de Administração da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC) que foi entregue ao futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Segundo o CBIC, o Brasil tem 3 mil obras paralisadas no momento. Destas, 670 poderiam ser retomadas com empréstimos do FGTS às prefeituras.

O documento do CBIC incluiu também outras propostas, como a melhoria nas condições do crédito imobiliário. Embora tenha sido o segmento que mais demitiu em 2017, a recuperação da construção civil pode ser uma realidade. Em algumas cidades do Estado de São Paulo, como Ribeirão Preto, ela já é um dos setores que mais contribuíram para a geração de empregos em 2018.


site 02 temproario

Fonte: Pixabay.com

 O turismo e o entretenimento também são áreas nas quais podemos apostar. Um em cada dez empregos no mundo é gerado pelo turismo e, no Brasil, ele sustenta cerca de 7 milhões de brasileiros. O entretenimento, por sua vez, tem ganhado cada vez mais importância na economia mundial, impulsionado pelas novas tecnologias.

Os jogos de aposta podem, em breve, ser grandes geradores de emprego dentro desses setores. Além disso, defensores da legalização dessas atividades afirmam que elas podem chegar a arrecadar mais de R$ 30 bilhões ao ano para o governo brasileiro.

No início do ano, o então candidato Jair Bolsonaro admitiu que a liberalização dos jogos de azar no Brasil é uma possibilidade.O Ministério do Turismo e parte do Congresso Nacional já vêm há algum tempo argumentando que a legalização de resorts integrados a cassinos atrairia inúmeros benefícios para o país, como a geração de novos empregos.


site 03 temproario

Fonte: Pixabay.com

 Alguns setores já têm se mostrado essenciais para o surgimento de novas vagas no momento atual e devem continuar puxando a criação de empregos nos próximos anos. O segmento de serviços, a indústria de transformação e a agropecuária foram os setores líderes na geração de vagas no primeiro semestre de 2018, período no qual 392 mil empregos foram criados no Brasil.

Esses são alguns dos segmentos nos quais é provável encontrar uma quantidade maior de vagas em 2019, mas outros setores também podem surpreender. Se o desemprego diminuir, de fato, e o poder aquisitivo da população crescer, é provável que vejamos oportunidades em outros segmentos, especialmente no comércio, como aconteceu em 2010.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171