ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Rompimento "facilita abertura" de impeachment

O presidente do Solidariedade, deputado Paulo Pereira da Silva (SP), o Paulinho, disse que o rompimento pessoal do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, com o governo da presidente Dilma Rousseff, pode facilitar a abertura de um processo de impedimento contra a petista, como defendem setores da oposição.

“Com a decisão de Cunha, o impeachment de Dilma está mais perto”, destacou o parlamentar.
Paulinho disse que conversou com Cunha momentos antes de ele anunciar o seu rompimento com o governo e frisou que concorda com este posicionamento. “O governo está sem rumo e é muito ruim de manobra, parece até que estão apagando incêndio com gasolina”. O presidente do Solidariedade disse ainda que a bancada do partido, de 18 deputados, segue apoiando Cunha.
Na avaliação de Paulinho, a oposição, sobretudo o PSDB, deveria aproveitar o momento para refazer a aliança com o PMDB, rompida em 2006 quando a sigla aportou oficialmente no governo do então presidente Lula. “O ideal é refazer essa aliança e buscar os caminhos legais para tirar a Dilma da Presidência, pois creio que não vai dar para aguentar mais 3,5 anos de seu governo” (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171