ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Decreto para derrubar suspensão do abono

Para questionar o adiamento do pagamento do abono salarial, o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) anunciou que vai apresentar um Decreto Legislativo para anular a decisão do Codefat de transferir parte do pagamento para o ano que vem.

“Com o calote do abono salarial, a presidente Dilma Rousseff sacrifica os trabalhadores, mas continua incapaz de cortar na própria carne, reduzindo o excessivo número de ministérios para realmente fazer o ajuste fiscal”.
Aleluia acredita que o Congresso conseguirá derrubar a medida, que também faz parte do pacote de ajuste fiscal. “A cruel medida anunciada atinge milhões de trabalhadores, cuja renda não ultrapassa dois salários mínimos e dependem do abono”, afirmou. O líder do PPS, Rubens Bueno (PR), deve enviar um pedido de informações ao ministro do Trabalho, Manoel Dias, cobrando explicações para a alteração das datas do desembolso. “Também queremos saber se com o adiamento do pagamento os trabalhadores terão alguma contrapartida, como a correção monetária do valor do benefício”, afirmou o deputado.
O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Carlos Sampaio (SP), anunciou que entrará na próxima semana com uma Ação por Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) no STF contra o adiamento. O Codefat aprovou o calendário proposto pelo governo para o pagamento do abono salarial, empurrando para 2016 parte dos desembolsos previstos para este ano. Com isso, cerca de R$ 9 bilhões que seriam pagos neste ano ficarão para o ano que vem (AE).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171