ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

PPI é ‘salto à frente’ no processo de ajuste e retomada da indústria

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse ontem (13), que o Programa de Parceria em Investimentos (PPI), lançado  pelo governo, representa um “salto à frente” no processo de ajuste e retomada do crescimento da indústria brasileira.

Segundo ele, o chamado “Projeto Crescer” visa agilizar, desburocratizar e criar uma marco regulatório que permita que as concessões e privatizações realmente deslanchem.
“Será um processo transparente, competitivo, com menor preço para o usuário, mas, que em ultima análise, aumente a eficiência da economia brasileira”, avaliou. Para ele, haverá geração de empregos e, por consequência, maior demanda. Após essa fase, na medida que as obras sejam finalizadas, haverá menor custo de transporte e maior conforto para usuário, além de energia mais abundante e mais barata.
“Trata-se de todo um processo para que se aumente a produtividade do País, diminuindo o custo Brasil. Temos também a privatização de algumas empresas estatais com expectativa de maior eficiência, mais qualidade de serviço e também arrecadação para a União através de impostos e de uma maior capitalização das companhias proprietárias dessas subsidiárias”, afirmou, referindo-se, por exemplo, à venda de distribuidoras de eletricidade do Grupo Eletrobras.
Meirelles disse ainda que o processo de concessões envolverá a participação de investidores nacionais e estrangeiros. “É importante que a taxa de retorno seja atrativa e que o marco regulatório seja estável, isto é, que haja confiança de que as regras não terão mudanças constantes. É o clássico binômio: rentabilidade e previsibilidade”, concluiu (AE).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171