ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Atacado paulista elimina 7.803 empregos formais

O comércio atacadista do Estado de São Paulo eliminou 7.803 empregos formais no primeiro semestre, resultado de 85.659 admissões e 93.462 desligamentos.

Foi o maior saldo negativo já registrado para um primeiro semestre desde 2007 e superior ao visto no mesmo período de 2015, quando foram extintos 6.379 postos de trabalho.
Em junho foram fechados 1.199 postos formais no atacado paulista, saldo de 14.164 funcionários admitidos e 15.363 desligados. Com isso, o setor atacadista de São Paulo soma o 10º mês consecutivo de eliminação de empregos com carteira assinada. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve queda de 3,7% no estoque total que atingiu 491.613 trabalhadores ativos em junho - o menor número desde setembro de 2012, quando o setor empregava 489.592 pessoas no regime celetista.
Os dados são da Pesquisa de Emprego no Comércio Atacadista, realizada mensalmente pela FecomercioSP com base nos dados do Ministério do Trabalho e das informações sobre movimentação declaradas pelas empresas do atacado paulista. A FecomercioSP conclui que, assim como no varejo, a melhoria das expectativas, aliada à inflação futura mais baixa, e que dá espaço para queda de juros, pode aos poucos reaquecer o consumo, as vendas, os investimentos e a geração de empregos. É um movimento que começa nas famílias, passa pelo varejo e atinge o atacado (AI/Fecomercio).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171