ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Clima econômico no Brasil sobe 27 pontos

O Indicador de Clima Econômico (ICE) da América Latina subiu 5 pontos, passando de 74 pontos para 79 pontos na passagem do trimestre encerrado em abril para o trimestre encerrado em julho, segundo levantamento feito pelo Ibre da FGV em parceria com o instituto alemão Ifo.

No Brasil, o ICE subiu 27 pontos, avançando de 55 para 82 pontos, na mesma base de comparação.
Foi o terceiro avanço consecutivo registrado pelo indicador médio da América Latina. A alta de julho foi “exclusivamente” determinada pela melhora das expectativas, segundo a FGV. O Índice de Expectativas (IE) subiu 12 pontos, de 88 para 100 pontos, enquanto o Índice da Situação Atual (ISA) recuou 2 pontos, de 60 para 58 pontos.
Dos 11 principais países pesquisados, houve melhora do clima econômico em oito nações. No Brasil, onde o ICE avançou 27 pontos, a melhora foi puxada pelas expectativas, de acordo com a FGV. “O IE do país saltou de 90 para 144 pontos, enquanto o ISA permaneceu no patamar mínimo de 20 pontos, que vem sendo observado desde julho de 2015”, diz a nota divulgada ontem (11), pela FGV.
Em outros países, como o Peru, tem havido melhora também na percepção sobre as condições atuais da economia. “Enquanto no caso brasileiro, a melhora do clima econômico decorre exclusivamente da melhora das expectativas, no Peru, o aumento do otimismo com o futuro - que ocorre desde janeiro passado - vem sendo acompanhado pela melhora das percepções sobre a situação corrente”, diz a nota da FGV (AE).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171