ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Gerdau vê sinais de melhora recente na demanda interna por aço

O mercado interno brasileiro está começando a mostrar alguns sinais de melhoria na demanda, disse nesta quarta-feira, 10, o presidente da Gerdau, André Gerdau Johannpeter, em teleconferência com analistas no dia em que a empresa anunciou o balanço do segundo trimestre de 2016.

No Brasil, as vendas da empresa para o mercado interno, volume que não inclui as unidades de aços especiais, caíram 7,7% em um ano, para 1,007 milhão de toneladas, diante de um menor nível de atividade da construção civil e da indústria, segundo o informe de resultados da Gerdau. Na relação com o trimestre imediatamente anterior, houve um aumento de 12,4%.
No entanto, para compensar o menor desempenho no mercado interno, 622 mil toneladas de aço foram exportadas, aumento de 30,4% ante o segundo trimestre de 2015 e de 18,3% em relação aos três primeiros meses do ano, o que Gerdau atribui à sazonalidade no período e melhora dos preços internacionais do aço no início de 2016. Ainda na teleconferência, Johannpeter afirmou que as companhias têm se utilizado das exportações para conseguirem manter a capacidade de suas operações.
A utilização da capacidade da operação da Gerdau no Brasil está no momento em 75%, sendo que se encontrava em 65% no primeiro trimestre deste ano, disse Johannpeter. “Ainda é muito cedo para dizer se o mercado interno vai ter retomada, mas vemos alguns sinais de confiança em geral”, destacou o executivo. Segundo ele, um exemplo de sinalização de melhora são os dados de produção industrial, que parou de apresentar queda (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171