ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Aumento de 65% no número de queimadas

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou mais de 53 mil focos de queimadas e incêndios florestais no país até a última sexta-feira (5) e alerta que o tempo quente e seco pode agravar a situação, caso as ações de fiscalização não sejam intensificadas.

Os dados do Programa de Monitoramento de Queimadas e Incêndios Florestais registram aumento de 65% no número de incêndios no país em 2016 em relação ao mesmo período do ano passado.
De acordo com o Inpe, a temporada de queimadas no Brasil ainda está no início, com pico previsto para setembro. Portanto, a recomendação é que a população não coloque fogo na vegetação nesta época do ano, pois a ação humana, somada ao tempo quente e seco, ainda é uma das principais causas dos incêndios florestais.
A situação no Acre é considerada grave. Foram registrados 844 focos no estado, número três vezes maior que em 2015. No Amazonas, foram registradas 3.022 queimadas, 284% a mais que em 2015.
O clima pode levar o Rio Acre ao nível mais baixo nível da história, entre 1,20m e 1,30m. Caso isso ocorra, haverá impacto na navegação pelo rio, colocando o abastecimento de comunidades ribeirinhas em risco (ABr).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171