ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Desmatamento na Amazônia

O desmatamento da Amazônia Legal, no período de 1997 a 2013, chegou a 248 mil km², quase o tamanho do estado de São Paulo, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados são da pesquisa Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS). De 1991 a 2004 houve uma aceleração no desmatamento da Amazônia Legal, que subiu de 11.030 km² para 27.772 km² em apenas um ano. Desde 2004, a tendência se inverteu, chegando a 4.571 mil em 2012. Em 2013, houve uma nova alta, para 5.843.
Nesse período, mais de 350 mil km² foram desmatados, sendo 122.131 só no estado do Mato Grosso. A pesquisa também mostra que entre 2005 e 2013 foram desmatados 89.158 km² , extensão que pode ser comparada a uma área equivalente à soma dos estados do Espírito Santo e do Rio de Janeiro. O número é menor que o de 1997 a 2004, quando foi somada uma área de 159.078 km². Nesse caso, o total desmatado da Amazônia Legal superou o estado do Amapá.
De qualquer forma, o resultado da pesquisa mostra queda de 79,1% no desmatamento da região, quando comparado ao período entre 2004 e 2013. Segundo o IDS, pelo menos 15% da Amazônia Legal já foram desmatados. Com mais de 85% da área desmatada, a Mata Atlântica perdeu uma extensão total de 1.120 milhão de km² e contava com 163 mil km² remanescentes em 2012. A área já destruída do bioma é maior que toda a Região Sudeste.
O Cerrado é o segundo bioma brasileiro que mais perdeu área, pelo menos 1 milhão de km² a menos que sua área original, que hoje tem 50,9% do que já representou. Na Caatinga foram desmatados 385.210 km² em relação à sua área original. O total desmatado dos Pampas foi 96.289. O Pantanal perdeu a menor área em números absolutos: 23.159 km², ou 15,4% de sua área (ABr).

Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171